12 de março de 2020 em Servidor

Multiplicadores irão capacitar a Regional V em segundo ciclo

Instrutores passaram por reciclagem para primeira formação do ano


Dando início ao terceiro ano do Programa de Acolhimento ao Cidadão, 17 multiplicadores se reuniram, nesta terça-feira (10/03), para participar de um momento de reciclagem da metodologia, antes de iniciar as formações de novas turmas. Estes servidores serão instrutores do segundo ciclo de acolhimento, voltado para servidores da área de saúde da Regional V, que passaram pelo primeiro ciclo de formação em 2018. As aulas deverão ter início no fim de março.

“O Programa tem dado resultados muito positivos nos dois anos em que vem sendo desenvolvido e agora é a hora de retomar as capacitações. Este ano, trabalharemos com mais duas Regionais. Uma das grandes vantagens dos treinamentos é que o acolhimento atinge todos as áreas dos postos de saúde. Do porteiro ao médico, todos terão contato com a cultura do Acolhimento, esse é o objetivo”, explicou a administradora da Célula de Gestão de Desenvolvimento de RH da COGESP, Francy Sabino, uma das responsáveis pelo Programa.

A iniciativa tem o intuito de desenvolver as competências necessárias à melhoria do atendimento ao cidadão, promovendo a implantação da cultura do acolhimento e contribuindo com a melhoria da qualidade e eficiência dos serviços prestados ao cidadão.

“Identifico-me muito com o acolhimento. É extremamente importante a Prefeitura estar investindo nas capacitações desses servidores e também poder entender que antes de servidores, nós somos cidadãos e sabemos como é estar dos dois lados. Enquanto servidores, temos que sempre nos atentar que o serviço público tem que ser de qualidade e nós fazemos parte disso”, conta Kelvia Martins, assessora do Gabinete da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e multiplicadora do Programa.

Ao todo, 1.851 servidores já foram alcançados. A previsão é que os multiplicadores capacitem 822 servidores das Regionais II e IV no primeiro ciclo e 855 da Regional V no segundo ciclo, ainda no primeiro semestre do ano. Em um segundo momento, ainda está previsto para esse ano a capacitação de 996 servidores nas Regionais I e III.

Multiplicadores irão capacitar a Regional V em segundo ciclo

Instrutores passaram por reciclagem para primeira formação do ano

Dando início ao terceiro ano do Programa de Acolhimento ao Cidadão, 17 multiplicadores se reuniram, nesta terça-feira (10/03), para participar de um momento de reciclagem da metodologia, antes de iniciar as formações de novas turmas. Estes servidores serão instrutores do segundo ciclo de acolhimento, voltado para servidores da área de saúde da Regional V, que passaram pelo primeiro ciclo de formação em 2018. As aulas deverão ter início no fim de março.

“O Programa tem dado resultados muito positivos nos dois anos em que vem sendo desenvolvido e agora é a hora de retomar as capacitações. Este ano, trabalharemos com mais duas Regionais. Uma das grandes vantagens dos treinamentos é que o acolhimento atinge todos as áreas dos postos de saúde. Do porteiro ao médico, todos terão contato com a cultura do Acolhimento, esse é o objetivo”, explicou a administradora da Célula de Gestão de Desenvolvimento de RH da COGESP, Francy Sabino, uma das responsáveis pelo Programa.

A iniciativa tem o intuito de desenvolver as competências necessárias à melhoria do atendimento ao cidadão, promovendo a implantação da cultura do acolhimento e contribuindo com a melhoria da qualidade e eficiência dos serviços prestados ao cidadão.

“Identifico-me muito com o acolhimento. É extremamente importante a Prefeitura estar investindo nas capacitações desses servidores e também poder entender que antes de servidores, nós somos cidadãos e sabemos como é estar dos dois lados. Enquanto servidores, temos que sempre nos atentar que o serviço público tem que ser de qualidade e nós fazemos parte disso”, conta Kelvia Martins, assessora do Gabinete da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e multiplicadora do Programa.

Ao todo, 1.851 servidores já foram alcançados. A previsão é que os multiplicadores capacitem 822 servidores das Regionais II e IV no primeiro ciclo e 855 da Regional V no segundo ciclo, ainda no primeiro semestre do ano. Em um segundo momento, ainda está previsto para esse ano a capacitação de 996 servidores nas Regionais I e III.