21 de junho de 2021 em Educação

Prefeitura inicia entrega da quinta etapa dos kits de alimentação aos alunos da Rede Municipal nesta terça (22/06)

O benefício é individual e assegurado para todos os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA)


Pai de aluno recebendo o kit alimentação
Para receber os alimentos, as famílias dos estudantes devem aguardar o contato da escola para informar dia e horário para a retirada dos kits

A Prefeitura de Fortaleza inicia, por meio Secretaria Municipal da Educação (SME), nesta terça-feira (22/06), uma nova etapa de entrega dos kits de alimentação. A ação, faz parte do pacote de proteção social executado pela gestão municipal neste período de pandemia, contempla, a cada mês, mais de 237,5 mil alunos matriculados na Rede. 

Com o objetivo de complementar a alimentação dos alunos da Rede Municipal, enquanto permanecer a suspensão das aulas presenciais e a realização de atividades remotas em decorrência do enfrentamento da pandemia da Covid-19, o benefício é individual e assegurado para todos os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA), contemplando creches conveniadas, Centros de Educação Infantil e escolas. Assim como nas etapas anteriores, a entrega inicia, prioritariamente, pelos alunos matriculados nas unidades da Educação Infantil.

Para aquisição dos kits, nesta etapa, foram utilizados recursos municipais (R$ 5.665.725,32) e do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE (R$ 3.399.993,21), com investimento total de R$ 9.065.718,53.

Para receber os alimentos, as famílias dos estudantes devem aguardar o contato da escola para informar dia e horário para a retirada dos kits. A distribuição acontece em todas as 581 unidades do parque escolar da Rede Municipal de Fortaleza, obedecendo a um cronograma para que o processo de entrega transcorra de forma organizada e sem aglomerações, cumprindo os protocolos de segurança necessários.

Medidas de segurança
Ao chegar na unidade para receber os kits, os pais recebem orientações para lavar as mãos, com água e sabão, ou utilizar o álcool em gel, assim como é verificada a temperatura corporal e resguardado o distanciamento entre as pessoas, reforçando as medidas de segurança e higiene para prevenção ao coronavírus.

Os mesmos cuidados são tomados pelos profissionais da Educação envolvidos na ação. Para isso, as unidades de ensino contam com equipamentos de proteção para uso durante a entrega do kit de alimentação, como máscaras e álcool gel.

Composição
A cada etapa da entrega, os alunos recebem um kit composto de 1 bandeja com 12 ovos, 1kg de açúcar, 2 kg de arroz branco, 1 pacote de macarrão espaguete, 1 pacote de biscoito, 1kg de feijão, 1 garrafa de óleo de soja, 1 kg de sal, 1 kg de farinha de mandioca e 1 pacote de farinha de milho. Os gêneros alimentícios ofertam carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais, que reforçam a imunidade e o desenvolvimento dos alunos.

Com as quatro etapas já finalizadas, referentes aos meses de fevereiro, março, abril e maio, a gestão municipal já entregou 9.500 toneladas de alimentos e 11.400.000 unidades de ovos às famílias dos estudantes.

Ao todo, nas cinco etapas, já foram investidos R$ 45.328.592,65, sendo R$ 24.555.817,22 do tesouro municipal.

Prefeitura inicia entrega da quinta etapa dos kits de alimentação aos alunos da Rede Municipal nesta terça (22/06)

O benefício é individual e assegurado para todos os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA)

Pai de aluno recebendo o kit alimentação
Para receber os alimentos, as famílias dos estudantes devem aguardar o contato da escola para informar dia e horário para a retirada dos kits

A Prefeitura de Fortaleza inicia, por meio Secretaria Municipal da Educação (SME), nesta terça-feira (22/06), uma nova etapa de entrega dos kits de alimentação. A ação, faz parte do pacote de proteção social executado pela gestão municipal neste período de pandemia, contempla, a cada mês, mais de 237,5 mil alunos matriculados na Rede. 

Com o objetivo de complementar a alimentação dos alunos da Rede Municipal, enquanto permanecer a suspensão das aulas presenciais e a realização de atividades remotas em decorrência do enfrentamento da pandemia da Covid-19, o benefício é individual e assegurado para todos os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA), contemplando creches conveniadas, Centros de Educação Infantil e escolas. Assim como nas etapas anteriores, a entrega inicia, prioritariamente, pelos alunos matriculados nas unidades da Educação Infantil.

Para aquisição dos kits, nesta etapa, foram utilizados recursos municipais (R$ 5.665.725,32) e do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE (R$ 3.399.993,21), com investimento total de R$ 9.065.718,53.

Para receber os alimentos, as famílias dos estudantes devem aguardar o contato da escola para informar dia e horário para a retirada dos kits. A distribuição acontece em todas as 581 unidades do parque escolar da Rede Municipal de Fortaleza, obedecendo a um cronograma para que o processo de entrega transcorra de forma organizada e sem aglomerações, cumprindo os protocolos de segurança necessários.

Medidas de segurança
Ao chegar na unidade para receber os kits, os pais recebem orientações para lavar as mãos, com água e sabão, ou utilizar o álcool em gel, assim como é verificada a temperatura corporal e resguardado o distanciamento entre as pessoas, reforçando as medidas de segurança e higiene para prevenção ao coronavírus.

Os mesmos cuidados são tomados pelos profissionais da Educação envolvidos na ação. Para isso, as unidades de ensino contam com equipamentos de proteção para uso durante a entrega do kit de alimentação, como máscaras e álcool gel.

Composição
A cada etapa da entrega, os alunos recebem um kit composto de 1 bandeja com 12 ovos, 1kg de açúcar, 2 kg de arroz branco, 1 pacote de macarrão espaguete, 1 pacote de biscoito, 1kg de feijão, 1 garrafa de óleo de soja, 1 kg de sal, 1 kg de farinha de mandioca e 1 pacote de farinha de milho. Os gêneros alimentícios ofertam carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais, que reforçam a imunidade e o desenvolvimento dos alunos.

Com as quatro etapas já finalizadas, referentes aos meses de fevereiro, março, abril e maio, a gestão municipal já entregou 9.500 toneladas de alimentos e 11.400.000 unidades de ovos às famílias dos estudantes.

Ao todo, nas cinco etapas, já foram investidos R$ 45.328.592,65, sendo R$ 24.555.817,22 do tesouro municipal.