crianças praticam artes marciais no micro parque diante de um grupo que assiste à atividade
A inauguração contou com uma série de atividades para as crianças presentes (Fotos: Kiko Silva)

A Prefeitura de Fortaleza entregou, nesta terça-feira (12/10), Dia das Crianças, o Micro Parque Seu Zequinha, na Barra do Ceará. Durante o evento, os presentes assistiram à apresentação da banda de lata formada pelas crianças da comunidade, e os pequenos participaram de atividades como brincadeiras lúdicas, artes marciais, cantigas de roda, contação de histórias e pinturas. As atividades infantis foram executadas pela Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci).

Também nesta terça-feira, pelas redes sociais, o prefeito José Sarto anunciou que Fortaleza foi selecionada pela Parceria por Cidades Saudáveis para receber apoio técnico e financeiro (US$ 75 mil) para a elaboração de um Marco Regulatório para o Monitoramento da Qualidade do Ar. Para marcar o início desta colaboração, foi instalada uma bolha cinza gigante no Micro Parque Seu Zequinha, alertando sobre a urgência de reduzir os níveis de poluição e minimizar os impactos na saúde e no desenvolvimento das crianças.

"Com isso, teremos base de informação para avaliar ações atuais e futuras em busca de um ar mais limpo na nossa cidade, um direito de todos, especialmente de nossas crianças. Agradeço a todas as instituições pela parceria. Juntos, vamos beneficiar as atuais gerações e as futuras", disse Sarto.

As atividades do Dia das Crianças seguem a proposta do projeto Pé de Infância, que teve início em agosto deste ano e é uma parceria com a Rede Urban95 e a fundação holandesa Bernard Van Leer. “São áreas degradadas que recebem intervenções com apoio de instituições internacionais para a realização dessa experiência, trazendo também referências internacionais a este projeto. A Prefeitura vem desenvolvendo os Micro Parques. Um deles, localizado na Av. José Leon, já foi entregue, e outros dois estão em andamento”, declarou o vice-prefeito Élcio Batista.

uma bolha cinza com cerca de três metros de diâmetro instalada no micro parque
A bolha cinza gigante alerta sobre a urgência de reduzir os níveis de poluição

O projeto Micro Parques transforma áreas degradadas da cidade em pequenos parques urbanos, unindo meio ambiente, primeira infância e educação. O presidente da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), Luiz Alberto Sabóia, explicou que esta é uma iniciativa inovadora e de grande potencial de expansão.

“Usando o espaço natural, preservando a topografia do terreno, criamos um parque naturalizado e uma série de outras interações com a comunidade. A ideia é que a gente possa criar uma rede de respiros verdes na cidade, e é viável ter um Micro Parque em cada bairro. A nossa meta é expandir e deixar, ao final da gestão, um legado que será a maior rede de Micro Parques do Brasil”, afirmou.

A autônoma Michelle dos Santos, acompanhando a filha Rebeca, de oito anos, mesmo não sendo moradora do bairro, aproveitou o feriado para vir conhecer o novo equipamento. "É algo bem diferente e de grande importância para as crianças, ter esse lugar seguro e ao ar livre para elas brincarem, além de levantar a questão do meio ambiente, do contato com a natureza e da conscientização sobre a poluição", enfatizou.

Por sua vez, morador da Barra do Ceará há 11 anos, o garçom Paulo Roberto Soares afirmou estar contente com a mudança no espaço. Ele garantiu que vai virar hábito trazer os filhos Gabriel, de nove anos, e Pedro, de um ano, pela proximidade do Micro Parque a sua residência. "Aqui era um local onde as pessoas jogavam lixo e que espalhava doenças. Foi uma excelente intervenção e agora vamos aproveitar muito bem o espaço", disse.

Intersetorialidade

Luiz Alberto Sabóia destacou a intersetorialidade dos serviços realizados com a iniciativa dos Micro Parques, cuja coordenação é feita por meio da Citinova e execuções pela Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger). “Este Micro Parque é uma transversal e conta com o apoio de várias secretarias. Foi pensado para ser um equipamento auxiliar da Rede Pública Municipal de Ensino, trazendo as crianças para terem um momento de lazer, além de incluir cachorródromo, quiosque do Leitura na Praça, entre outros mobiliários”, ressaltou.

Na ocasião, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) realizou a distribuição de mudas e ações de educação ambiental com crianças. Já a SCSP vai ceder uma parte do terreno do Ecoponto do bairro, que fica em frente ao Micro Parque, para a Associação Cultural Afro-brasileira Pai Luiz de Aruanda, que ficará responsável pela criação de uma horta medicinal e ações de educação ambiental com a comunidade.

Além disso, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) ofereceu vacinação antirrábica e teste de leishmaniose canina e outras atividades realizadas pela comunidade. A Secretaria Municipal de Educação (SME), a Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (Urbfor) e a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) também são parceiras das atividades no Micro Parque Seu Zequinha.

Saiba mais

O tema da qualidade do ar também é o foco de uma intervenção do programa Criança e Natureza, do Instituto Alana, e da Fundação Bernard van Leer. A Parceria, apoiada pela Bloomberg Philanthropies, em colaboração com a Organização Mundial da Saúde e a Vital Strategies, é uma rede de 70 cidades ao redor do mundo que atua na prevenção de doenças cardíacas, diabetes, doenças pulmonares crônicas, câncer e lesões.

Publicado em Meio ambiente