25 de agosto de 2021 em Educação

Atividade inclusiva é destaque em Centro de Educação Infantil

No Dia Nacional da Educação Infantil, projeto mostra que proporcionar uma educação de qualidade é garantir direitos e investir no futuro


Educação Infantil
Vitória, aluna com deficiência visual, participou da atividade com a ajuda da mãe,Regiane da Silva

O oitavo mês do ano tem um significado especial no universo da aprendizagem. Agosto marca as celebrações do primeiro passo da educação básica e traz a importância de promover o pleno desenvolvimento das crianças. Neste 25 de agosto, comemora-se o Dia Nacional da Educação Infantil, data que carrega o valor de zelar pelos direitos daqueles que farão o futuro do país.

Na Rede de Ensino Municipal, a primeira infância – período dos 0 a 6 anos de idade – engloba a união entre famílias e escolas, com destaque especial para a criatividade dos profissionais que compõem a Educação Infantil. Com projetos inclusivos, professores potencializam aspectos físicos, intelectuais, psicológicos e sociais entre os pequenos. Exemplo disso foi o aconteceu no Centro de Educação Infantil Jornalista Ivonete Maia (Distrito 4).

Promovida com as turmas do Infantil V, uma ação intitulada “Quem sou eu?” reuniu crianças e seus responsáveis em um exercício de autoconhecimento. “A proposta vinha com o uso de um espelho para os alunos construírem a percepção de suas características. Cada um do seu jeito, percebendo seus cabelos, cor de pele, formato de boca e nariz. Como meio de obter esse retorno, solicitei um registro em desenho”, explica Silvana Santiago, professora que desenvolveu o projeto durante o ensino remoto e a realização de interações e vivências.

A ideia de Silvana, logo recebida com todo entusiasmo por parte dos pais, no entanto, não incluía uma das crianças de sua turma. Ela lembrou de Vitória, aluna com deficiência visual que não poderia realizar a atividade. Diante de seu papel e consciente da relevância em fomentar a inclusão no contexto escolar, a professora usou nesse momento a sensibilidade, qualidade tão essencial na Educação Infantil.

Educação Infantil
Professora Silvana Santiago desenvolveu o projeto durante o ensino remoto e a realização de interações e vivências

“Imediatamente, procurei a família no privado e propus uma nova estratégia de abordagem. Mesmo não enxergando, com a ajuda das mãos da sua mãe, ela verbalizou parte de suas características. Percebi a alegria e satisfação com que realizou a vivência em um vídeo compartilhado. Ao final, vi como é importante a função da professora de educação infantil, o cuidado e olhar sensível ao contemplar toda a turma, acreditando e participando de suas conquistas”, diz Silvana emocionada.

Presente na ação desde o planejamento à execução, a coordenadora pedagógica Flávia Rufino apoiou a professora em todas as etapas do exercício, vendo de perto sua dedicação na inclusão da pequena Vitória. Para a gestora, a atividade mostrou o quão o ensino-aprendizagem pautado na qualidade e equidade faz a diferença nas unidades escolares, potencializando as vivências das crianças atendidas na Rede Municipal.

A satisfação de Flávia Rufino vem acompanhada dos elogios das mães de alunos do CEI, especialmente de Regiane da Silva. “Tudo que é relacionado à aprendizagem eu estou dentro e vejo isso nos outros pais. O cuidado com a Vitória vemos também nos seus coleguinhas. É muito carinho. Aqui ensinam a criança a aprender para além dos livros. Eles formam bons seres humanos e continuam um legado. Isso é o mais satisfatório”, elogiou a mãe de Vitória.

Neste dia expressivo para a Educação Infantil, o projeto do CEI Jornalista Ivonete Maia mostra que proporcionar uma educação de qualidade é garantir direitos e investir no futuro. Incluir as diferenças é parte fundamental nesse processo. A professora Silvana Santiago, sua coordenadora Flávia Rufino e tantos outros educadores trazem consigo essa missão, dando a todos nós uma alusão concreta ao que certa vez Zilda Arns, homenageada nesta data, disse:

“As crianças, quando estão bem cuidadas, são sementes de paz e esperança.”

Semana da Educação Infantil
A experiência do CEI Jornalista Ivonete Maia faz parte de uma das matérias jornalísticas sobre vivências da Educação Infantil da Rede Municipal, divulgada na Semana da Educação Infantil 2021, que ocorre até a próxima sexta-feira (27/08). Nesta edição, o tema da programação é “Cuidando de mim, eu cuido do outro, eu cuido do mundo”.

Atividade inclusiva é destaque em Centro de Educação Infantil

No Dia Nacional da Educação Infantil, projeto mostra que proporcionar uma educação de qualidade é garantir direitos e investir no futuro

Educação Infantil
Vitória, aluna com deficiência visual, participou da atividade com a ajuda da mãe,Regiane da Silva

O oitavo mês do ano tem um significado especial no universo da aprendizagem. Agosto marca as celebrações do primeiro passo da educação básica e traz a importância de promover o pleno desenvolvimento das crianças. Neste 25 de agosto, comemora-se o Dia Nacional da Educação Infantil, data que carrega o valor de zelar pelos direitos daqueles que farão o futuro do país.

Na Rede de Ensino Municipal, a primeira infância – período dos 0 a 6 anos de idade – engloba a união entre famílias e escolas, com destaque especial para a criatividade dos profissionais que compõem a Educação Infantil. Com projetos inclusivos, professores potencializam aspectos físicos, intelectuais, psicológicos e sociais entre os pequenos. Exemplo disso foi o aconteceu no Centro de Educação Infantil Jornalista Ivonete Maia (Distrito 4).

Promovida com as turmas do Infantil V, uma ação intitulada “Quem sou eu?” reuniu crianças e seus responsáveis em um exercício de autoconhecimento. “A proposta vinha com o uso de um espelho para os alunos construírem a percepção de suas características. Cada um do seu jeito, percebendo seus cabelos, cor de pele, formato de boca e nariz. Como meio de obter esse retorno, solicitei um registro em desenho”, explica Silvana Santiago, professora que desenvolveu o projeto durante o ensino remoto e a realização de interações e vivências.

A ideia de Silvana, logo recebida com todo entusiasmo por parte dos pais, no entanto, não incluía uma das crianças de sua turma. Ela lembrou de Vitória, aluna com deficiência visual que não poderia realizar a atividade. Diante de seu papel e consciente da relevância em fomentar a inclusão no contexto escolar, a professora usou nesse momento a sensibilidade, qualidade tão essencial na Educação Infantil.

Educação Infantil
Professora Silvana Santiago desenvolveu o projeto durante o ensino remoto e a realização de interações e vivências

“Imediatamente, procurei a família no privado e propus uma nova estratégia de abordagem. Mesmo não enxergando, com a ajuda das mãos da sua mãe, ela verbalizou parte de suas características. Percebi a alegria e satisfação com que realizou a vivência em um vídeo compartilhado. Ao final, vi como é importante a função da professora de educação infantil, o cuidado e olhar sensível ao contemplar toda a turma, acreditando e participando de suas conquistas”, diz Silvana emocionada.

Presente na ação desde o planejamento à execução, a coordenadora pedagógica Flávia Rufino apoiou a professora em todas as etapas do exercício, vendo de perto sua dedicação na inclusão da pequena Vitória. Para a gestora, a atividade mostrou o quão o ensino-aprendizagem pautado na qualidade e equidade faz a diferença nas unidades escolares, potencializando as vivências das crianças atendidas na Rede Municipal.

A satisfação de Flávia Rufino vem acompanhada dos elogios das mães de alunos do CEI, especialmente de Regiane da Silva. “Tudo que é relacionado à aprendizagem eu estou dentro e vejo isso nos outros pais. O cuidado com a Vitória vemos também nos seus coleguinhas. É muito carinho. Aqui ensinam a criança a aprender para além dos livros. Eles formam bons seres humanos e continuam um legado. Isso é o mais satisfatório”, elogiou a mãe de Vitória.

Neste dia expressivo para a Educação Infantil, o projeto do CEI Jornalista Ivonete Maia mostra que proporcionar uma educação de qualidade é garantir direitos e investir no futuro. Incluir as diferenças é parte fundamental nesse processo. A professora Silvana Santiago, sua coordenadora Flávia Rufino e tantos outros educadores trazem consigo essa missão, dando a todos nós uma alusão concreta ao que certa vez Zilda Arns, homenageada nesta data, disse:

“As crianças, quando estão bem cuidadas, são sementes de paz e esperança.”

Semana da Educação Infantil
A experiência do CEI Jornalista Ivonete Maia faz parte de uma das matérias jornalísticas sobre vivências da Educação Infantil da Rede Municipal, divulgada na Semana da Educação Infantil 2021, que ocorre até a próxima sexta-feira (27/08). Nesta edição, o tema da programação é “Cuidando de mim, eu cuido do outro, eu cuido do mundo”.