No domingo (25/5), das 18h às 19h, o passo cadenciado do maracatu cearense chega ao Cuca Mondubim, com o projeto Dia 25 é Dia de Maracatu. Em maio, o Maracatu Nação Palmares será o destaque, realizando cortejo e a coroação da rainha. Um intérprete de libras (Língua Brasileira de Sinais) traduzirá o evento para o público surdo que estiver presente no local.

Lançado no dia 25 de março de 2013, data em que se celebra oficialmente o Dia do Maracatu e a libertação dos escravos do Ceará, o Dia 25 é Dia de Maracatué mais do que um evento mensal para divulgar os maracatus de Fortaleza. O projeto da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura, é uma política cultural de apoio e disseminação desta tradição ao longo do ano. Acontece todo dia 25, com apresentação de maracatus em diversos pontos da cidade.

Maracatu Nação Palmares

O Maracatu Nação Palmares foi criado em outubro de 2013 por um grupo de amigos, que tinha como objetivo realizar o sonho de seu presidente, Francisco de Assis Daniel de Moura, também conhecido como Paul. Seu Francisco de Assis desfilou em diversos maracatus, como Az de Ouro, Nação Fortaleza e Maracatu Solar, até criar o Nação Palmares.

Serviço:
Dia 25 é Dia de Maracatu
Quando: Domingo (25), das 18h às 19h
Local: Cuca Mondubim (Rua Santa Marlúcia, s/n - Mondubim)
Informações: (85) 3105.1386

 

Sede Maracatu Nação Palmares

Rua João Sorombo, 304 – Jardim América

Contatos: paulpalmares@hotmail.com / 8746.8818 / 8558.4429

Publicado em Cultura
A banda De Blues Em Quando é uma das atrações deste sábado (26/4) no Estoril

A música toma conta da noite deste sábado (26/4) no Estoril, das 18h30 às 21h30, com o projeto Casa do Blues. A programação, realizada pela Associação Casa do Blues com apoio da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Secretaria de Cultura, terá como atrações De Blues em Quando, Puro Malte, Blues Label e Felipe Cazaux.

Na Biblioteca Municipal Dolor Barreira a programação começa nesta quinta-feira (24/4), às 9h e às 14h, com a Contação de Histórias, que acontece mediante agendamento feito pelo telefone 3105.1299. Também nessa quinta tem Clube do Quadrinho, a partir das 18h30. A programação, realizada pelo grupo Avantecast, discute e analisa uma obra específica, reunindo interessados por quadrinhos.

No Mercado dos Pinhões, nesta sexta-feira (25/4) acontece o espetáculo Viva La Vaca, do grupo mexicano Junglaria Circo y Narración, a partir das 17h. Também na sexta-feira, o público poderá conferir o Baile no Mercado, das 20h às 23h, com o grupo Os Moscas. No sábado (26/4), a partir das 18h30, tem Cineminha no Mercado para a criançada, com o filme “Piratas Pirados”. E no domingo (27/4), já é tradição: tem pé-de-serra com o Forró no Mercado. Quem bota o público para dançar nesse fim de semana, a partir das 19h, são Vanim e Nicinha.

Seguindo para o Passeio Público, nas tardes de sábado e domingo, das 12h30 às 15h30, o horário do almoço é embalado pelas atrações do Passeio Instrumental, que recebe, no dia 26 de abril, Macaúba e Tarcísio Sardinha. E no domingo, 27/4, é a vez de Moacir Bedê e Fábio Amaral garantirem o som. Ainda no sábado (26/4), é a vez do Passeio também receber o grupo mexicano Junglaria Circo y Narración, com o espetáculo Viva La Vaca, a partir das 16h . E no domingo, pela manhã, a partir das 9h30, a criançada tem lugar cativo na programação do equipamento com o Piquenique, que nesse fim de semana recebe o espetáculo “O Palhaço e a Bailarina” do grupo Palavras e Passos.

E na Praia de Iracema, o Largo do Mincharia recebe diversas atrações musicais, sempre às 19h30min. Na quinta-feira (24), o som é comandado por Paulo Façanha. Na sexta-feira (25), Samba Bossa com Maestro Júlio César. E, no sábado (26), a animação fica por conta de Lupe.

Dia 25 é Dia de Maracatu acontece nesta sexta-feira (25) no Polo de Lazer Luiz Gonzaga
O passo cadenciado do maracatu cearense toma conta do Polo de Lazer Luiz Gonzaga (Av. Ministro Albuquerque Lima, 1ª etapa – Conjunto Ceará), nesta sexta-feira (25), das 18h às 19h, com o projeto Dia 25 é Dia de Maracatu. Na edição de abril, o destaque será o Maracatu Kizomba, realizando cortejo e a coroação da rainha. Um intérprete de libras (Língua Brasileira de Sinais) traduzirá o evento para o público surdo que estiver presente no local.

Mostra Nacional do 65º Salão de Abril permanece em cartaz no CCBNB
A Mostra Nacional 2014 do 65º Salão de Abril, principal evento de artes plásticas do Estado, está aberta para visitações no Centro Cultural Banco do Nordeste(Rua Conde D'Eu, 560 – Centro). Contando com obras de 30 artistas de diversas localidades do País: Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sule Distrito Federal. A visitação acontece de terça a sexta-feira, 10h às 20h e sábados 10h às 19h.
O 65º Salão de Abril é uma realização da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Secretaria de Cultura, com a parceria do Centro Cultural Banco do Nordeste.

Serviço:
ESTORIL

(Rua dos Tabajaras, 397 – Praia de Iracema)
Casa do Blues
Quando:
Sábado (26), das 18h30 às 21h30
Atrações: De Blues em Quando; Puro Malte; Blues Label; e Felipe Cazaux

BIBLIOTECA MUNICIPAL DOLOR BARREIRA
(Av. da Universidade, 2572 - Benfica)
Contação de Histórias
O projeto incentiva os leitores a ouvir, contar e ler histórias, proporcionando a troca de experiências e saberes acerca do exercício da contação de histórias.
Quando: Terças e quintas-feiras, no horário de 9h e 14h, mediante agendamento.

Clube do Quadrinho
Quando:
Quinta-feira (24), a partir das 18h30


MERCADO DOS PINHÕES
(Praça Visconde de Pelotas, entre as ruas Gonçalves Ledo e Nogueira Acioli – Centro)
Espetáculo Viva la Vaca - Juglaria Circo y Narración
Quando: Sexta-feira (25), a partir das 17h

Baile no Mercado
Quando:
Sexta-feira (25), das 20h às 23h
Atração: Os Moscas

Cineminha no Mercado
Quando:
Sábado (26), a partir das 18h30
Filme: Piratas Pirados

Forró no Mercado
Quando:
Domingo (27), das 19h às 21h
Atração: Vanim e Nicinha


PASSEIO PÚBLICO
(Rua Dr. João Moreira, s/n – Centro)
Passeio Instrumental
Quando: Sábado (26), das 12h30 às 15h30.
Atração: Macaúba e Tarcísio Sardinha
Quando: Domingo (27), das 12h30 às 15h30.
Atração: Moacir Bedê e Fábio Amaral

Espetáculo Viva la Vaca - Juglaria Circo y Narración
Quando:
Sábado (26), a partir das 16h

Piquenique
Quando:
Domingo (27), das 9h30 às 10h30
Atração: O Palhaço e a Bailarina, Grupo Palavras e Passos

BAR DO MINCHARIA
(Largo do Mincharia - Praia de Iracema)

Quando: Quinta-feira (24), às 19h30min
Atração: Paulo Façanha

Quando: Sexta-feira (25), às 19h30min
Atração: Samba Bossa com Maestro Júlio César

Quando: Sábado (26), às 19h30min
Atração: Lupe

DIA 25 É DIA DE MARACATU
Quando: Sexta-feira (25), das 18h às 19h
Local: Polo de Lazer Luiz Gonzaga (Av. Ministro Albuquerque Lima, 1ª etapa, Conjunto Ceará)
Informações: 3105.1386

65º SALÃO DE ABRIL
Onde:
Galeria Antônio Bandeira - Centro Cultural Banco do Nordeste (Rua Conde D'Eu, 560 – Centro)
Visitação: Terça a sexta-feira de 10h às 20h e sábados 10h às 19h
A exposição fica em cartaz de 15 de abril a 31 de maio de 2014
Mais informações: 3105.1386

Publicado em Cultura
Em março, Maracatu Kizomba realiza cortejo e a coroação da rainha dentro do projeto Dia 25 é Dia de Maracatu (Foto: Divulgação).

Nesta sexta-feira (25), das 18h às 19h, o passo cadenciado do maracatu cearense tomará conta do Polo de Lazer Luiz Gonzaga com o projeto Dia 25 é Dia de Maracatu. Em março, o Maracatu Kizomba será o destaque, realizando cortejo e a coroação da rainha. Um intérprete de libras (Língua Brasileira de Sinais) traduzirá o evento para o público surdo que estiver presente no local.

Lançado no dia 25 de março de 2013, data em que se celebra oficialmente o Dia do Maracatu e a libertação dos escravos do Ceará, o Dia 25 é Dia de Maracatué mais do que um evento mensal para divulgar os maracatus de Fortaleza. O projeto da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura, é uma política cultural de apoio e disseminação desta tradição ao longo do ano. Acontece todo dia 25, com apresentação de maracatus em diversos pontos da cidade.

Sobre o Maracatu Kizomba

A Associação Cultural Maracatu Kizomba foi fundada em 4 de abril de 1999 pelo artista plástico e carnavalesco Francisco Milton Soares Sousa. Em 2009, uma nova diretoria foi montada com viés no trabalho de jovens moradores da comunidade João Paulo II, no bairro Jangurussu, dando ênfase ao protagonismo sócio cultural e criando mecanismos de intervenção da violência, por meio de atividades lúdicas de entretenimento e profissionalizantes. O ano de 2010 ficou marcado como o ponta pé inicial aos trabalhos da nova composição e do diretório central do Kizomba, que hoje conta com outros grupos artísticos Cia. Artesbrasil, Grupo de Percussão Tamboatá, Grupo O Som do Nordeste, Cia. de Ritmos e Dança Populares e o Ponto de Leitura Biblioteca Comunitária Maria Jucicleide. O Kizomba realiza, ainda, atividades de valorização dos artistas locais, responsabilizando-se pela organização de uma feira de expressões folclóricas, para-folclóricas e de domínio popular que gera, informalmente, trabalho e renda para pequenos comerciantes da região.

 

Serviço:

Dia 25 é Dia de Maracatu

Quando: Sexta-feira (25), das 18h às 19h

Local: Polo de Lazer Luiz Gonzaga (Conjunto Ceará)

Informações: (85) 3105.1386

Publicado em Cultura
Prefeito Roberto Cláudio coroou a rainha do Maracatu Nação Pici após a apresentação do grupo

As comemorações do Dia do Maracatu, celebrado dia 25 de março, juntamente com a Libertação dos Escravos no Ceará, tiveram início no último sábado (22/3), durante a 6ª edição do Abraça Fortaleza, que aconteceu no campo do Tocantins, no bairro Autran Nunes (Regional III).

Durante a programação, houve apresentação do Maracatu Nação Pici, cuja rainha foi coroada pelo Prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. O campeão do Carnaval de Fortaleza 2014, Maracatu Vozes da África, também participou do evento no estande da Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza.
O Secretário de Cultura de Fortaleza, Magela Lima, e a Secretária Executiva de Cultura de Fortaleza, Paola Braga, também estiveram presentes.

Sobre o Abraça Fortaleza
Projeto mensal, o Abraça Fortaleza, que a cada edição ocorre em um bairro de Fortaleza, a atividade tem como objetivo levar os serviços de todas as secretarias municipais e atender o maior número de pessoas de cada bairro. Durante o evento, todo o secretariado municipal é apresentado à população, enquanto são respondidas as demandas das lideranças comunitárias.
O “Abraça Fortaleza” já foi realizado nos bairros Vila Velha (Regional I), Parque Genibaú (Regional V), Jangurussu (Regional VI), Demócrito Rocha (Regional IV) e Vicente Pinzón (Regional II).

Publicado em Cultura
Alunos conferem parte do acervo que compõe a exposição sobre maracatus do Ceará. (Foto: Nely Rosa)

Na tarde da quinta-feira (27/2), os alunos do sexto ano da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental São Rafael visitaram a exposição “Maracatus no Ceará: Festa, Ritual e Memória”, que permanece em cartaz no Estoril até o dia 10 de março. Os estudantes tiveram a oportunidade de conferir um acervo raro, composto por fotos, fantasias, vídeos, adereços, que contam um pouco a história desta tradição.

O professor de inglês Sérgio Murilo, que acompanhou os alunos, destacou a relevância da visitação como uma oportunidade que os estudantes tiveram de conhecer mais sobre a cultura local. “Eu aprendi muita coisa sobre o Maracatu”, conta o aluno Paulo Matheus, de 12 anos, que apenas conhecia a manifestação por vê-la nos desfiles. “Aprendi que os Maracatus buscavam quebrar o preconceito”, ressalta.

Entre o material disponível na exposição, encontram-se gravações realizadas com Raimundo Alves Feitosa em 1943, o único registro sonoro das loas de maracatu antigo. Há também gravações de Mestre Juca e de Afrânio Rangel, a rainha de maracatu mais antiga do Ceará, que embora não mais desfile, foi responsável pela confecção de figurinos de diversos maracatus cearenses. Rangel, que hoje tem 80 anos, foi rainha dos maracatus Leão Coroado, Estrela Brilhante e Ás de Espada.

A Flávia Vitória, também de 12 anos, conta que o que mais chamou a sua atenção foram as fantasias (compostas pelo figurino da rainha e do rei do Maracatu Nação Iracema, indumentárias desenhadas pelo carnavalesco Izidoro Santos; pela saia e balaio usados pelo Mestre Juca do Balaio; e a coroa do Zé Rainha) e as calungas confeccionadas por Chico Batista.

As visitações das turmas da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental São Rafael têm ocorrido desde o dia 18/2, às terças, quartas e quintas. Além dos alunos, também visitaram a exposição os idosos do projeto Viva Melhor da Fundação Pirata na terça-feira (25).

Sobre a Exposição

Expressão cultural marcante na cultura cearense, o maracatu remete à ancestralidade, à negritude, religiosidade e aos festejos, principalmente ao Carnaval. Ao longo dos anos, o ritmo encanta e ganha novos adeptos. É justamente pela força de sua expressão, que o maracatu foi escolhido para ser o homenageado do Ciclo Carnavalesco 2014. Parte desta homenagem, a exposição "Maracatus no Ceará: Festa, Ritual e Memória”.

A exposição permite ao visitante fazer o percurso histórico do maracatu no Brasil e suas variações no Ceará, bem como, um encontro com as reminiscências dos brincantes dos maracatus já extintos, como Leão Coroado, Az de Espada e Estrela Brilhante, com a ancestralidade africana que assumiu novos tons em território brasileiro e com o sonho de visibilidade e afirmação construído a cada apresentação dentro ou fora do Carnaval. Os 13 maracatus em atividade em Fortaleza também são representados.

A exposição tem a curadoria e pesquisa da pesquisadora e doutora em Sociologia, Danielle Maia Cruz, autora do livro "Maracatus no Ceará: sentidos e significados", editado pela Universidade Federal do Ceará. Com curadoria e produção da jornalista Isabel Andrade e projeto expográfico de Rodrigo Costa Lima. A mostra também conta com acervo pertencente instituições que preservam a história da Maracatu.

Serviço:

Exposição "Maracatus no Ceará: Festa, Ritual e Memória"
Visitação: De terça a domingo, das 16h às 21h. Até o dia 10 de março.
Onde: Estoril (Rua dos Tabajaras, 397 - Praia de Iracema)
Informações: (85) 3105.1386

Gratuito

Publicado em Cultura
Em fevereiro, o Maracatu Filhos de Iemanjá realiza cortejo e coroação da rainha (Foto: Divulgação)

Nesta terça-feira (25), das 18h às 19h, o passo cadenciado do maracatu cearense tomará conta do Cuca Jangurussu – inaugurado nesta última sexta-feira (21) –, com o projeto Dia 25 é Dia de Maracatu. Em fevereiro, o Maracatu Filhos de Iemanjá será o destaque, realizando cortejo e a coroação da rainha. Um intérprete de libras (Língua Brasileira de Sinais) traduzirá o evento para o público surdo que estiver presente no local.

Lançado no dia 25 de março de 2013, data em que se celebra oficialmente o Dia do Maracatu e a libertação dos escravos do Ceará, o Dia 25 é Dia de Maracatu é mais do que um evento mensal para divulgar os maracatus de Fortaleza. O projeto da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura, é uma política cultural de apoio e disseminação desta tradição ao longo do ano. Acontece todo dia 25, com apresentação de maracatus em diversos pontos da cidade.

Sobre o Maracatu Filhos de Iemanjá

Fundado em 15 de agosto de 2008, data na qual também se comemorou os 100 anos de umbanda no Brasil, o Maracatu Filhos de Iemanjá nasceu da vontade dos associados da União Espírita Cearense de se criar uma associação de cunho afro-descendente que representasse a Uecum durante o Carnaval. Tem por finalidade estimular a criação artística, cultural e educativa, por meio da integração social entre as diversas etnias, além de promover o combate à intolerância religiosa. Em 2014, o Filhos de Iemanjá desfila na Avenida Domingos Olímpio com a loa “50 Anos de Umbanda no Ceará”, de Ivaldo Paixão. Tem como membros Suzana Sá, Conceição Alves, Raimundo Nonato, Maria Umbelina, Tecla Sá, dentre outros. Realiza ensaios às sextas-feiras.

 

Serviço:

Dia 25 é Dia de Maracatu

Quando: Terça-feira (25), das 18h às 19h

Local: Cuca Jangurussu (Avenida Castelo Castro com Via Paisagística)

Informações: (85) 3105.1386

Sede Maracatu Filhos de Iemanjá: Rua Rúbia Sampaio, 1468 – Farias Brito.

Publicado em Cultura
O grupo Murmurando se apresenta nesta sexta-feira (24), às 20 horas, no projeto Chorinho no Mercado. Foto: Divulgação

Nessa sexta-feira (24), será realizada a abertura do São João 2013, com a escolha dos Destaques 2013 e apresentação dos grupos musicais regionais das quadrilhas Ceará Junino, Junina Babaçu e Paixão Nordestina. O evento é realizado pela Federação das Quadrilhas Juninas do Ceará (Fequajuce) com apoio da Secretaria de Cultura de Fortaleza.

O Maracatu cearense também é atração neste fim de semana, quando o Lago do Jacarey se torna palco, no sábado (25), do projeto "Dia 25 é Dia de Maracatu". A apresentação acontece das 18 às 19 horas e traz como destaque de maio o Maracatu Nação Fortaleza. A programação é gratuita e contará com cortejo e coroação da Rainha.

No Passeio Público, a programação começa com muita música na sexta-feira (24), com o Dj Dado comandando a programação do Set List, a partir das 17h30. As atividades seguem no sábado (25) e no domingo (26) com o Passeio Instrumental. Animando o horário do almoço, das 13 às 15 horas, Carlinhos Patriolino e Rebeca Câmara embalam à tarde do dia 25, e Moacir Bedê e Marco Túlio são as atrações do dia 26.

No sábado (25), o Passeio também recebe o “Sarau da Fortaleza Liberta”. A programação faz parte de uma série de atividades da quinta edição do projeto “Fortaleza Liberta” que, dos dias 24 a 27 de maio, celebra os 130 anos da Abolição da Escravidão em Fortaleza.

O Sarau começa às 15h30 e terá a participação dos Poetas do Templo da Poesia, com apresentação de leituras dramáticas e performances poéticas sobre o negro na literatura brasileira. Os presentes também poderão conferir o músico e flautista Marcelo Leite, que interpretará os gêneros musicais presentes no Brasil na segunda metade do século XIX (período de libertação dos escravos) e o músico/percussionista Marcello Santos.

Já no Mercado dos Pinhões, o grupo Murmurando garante o som do Chorinho no Mercado nesta sexta-feira (24) das 20 às 23 horas. Formado por Giltácio Santos (clarinete e saxes), Cleylton Gomes (flauta transversal e flautim), Samuel Rocha (violão 7 cordas), Lauro Viana (cavaquinho) e Igor Ribeiro (pandeiro), o grupo traz um repertório que perpassa por influências como Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, Zé Paulo Becker, Adelson Viana, entre outros.

O forró é garantido no domingo (26), a partir das 18h30, quando o Batuta Nordestina anima a programação do Forró no Mercado. O grupo de Zé Maria de Fortaleza, Tião Simpatia, Rozamato, Jonathan Rogério, Tony Abreu e Marcelo 21, percorre por diversos ritmos, dentre eles o xote, o xaxado, o baião, o cordel, entre outros, que prometem fazer o público dançar coladinho.

No Anfiteatro Flávio Ponte, a programação começa sábado (25) com o Pôr-do-sol da Tradição. Nesta semana, o projeto recebe, a partir das 17h30, o Grupo de Caninha Verde da Mestre Gerta, que apresenta a típica dança portuguesa que celebra o casamento da realeza, a Caninha Verde.

O Retratos do Vento fecha a programação do Anfiteatro, no domingo (26), com apresentação das bandas selecionadas no Festival Cuca Independente. A partir das 18h30, os grupos Nafandus, As Thy Dead e Cocaine Cobras se revezam em apresentações de 40 minutos cada.

Sessão de Cineminha e Piquenique para a criançada
Dia de sábado é dia de Cineminha no Mercado. A partir das 18h30, a meninada poderá conferir uma animada sessão de cinema no Mercado dos Pinhões. Neste dia 25, o filme será “Um gato em Paris”. No domingo (26), é a vez do Piquenique garantir a animação dos pequenos, das 9h30 às 10h30, com Márcio Silveira com o Grupo Manjericão.
 

CLIQUE AQUI para conferir a programação completa.

Publicado em Cultura
A entrega de troféus e medalhas aos campeões do Carnaval de Rua de Fortaleza 2013 irá coroar o encerramento da festa

Os vencedores do Carnaval de Rua de Fortaleza 2013 serão destaque mais uma vez na noite desta terça-feira (23/4), às 19 horas, no Mercado dos Pinhões, quando maracatus, afoxés, blocos e escolas de samba receberão medalhas e troféus. Na ocasião, serão homenageados ainda o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, o secretário de Cultura de Fortaleza, Magela Lima, o secretário de Cidadania e Direitos Humanos, Karlo Kardozo, e o homenageado do Carnaval 2013, o carnavalesco Izidoro Santos.

Neste ano, o Reis de Paus foi o grande campeão entre os maracatus. A agremiação levou o prêmio de R$ 4 mil. O segundo lugar ficou com o Az de Ouro, com o prêmio de R$ 3 mil e, em terceiro lugar, o Maracatu Nação Iracema, com o prêmio de R$ 2 mil.

No quesito Escolas de Samba, pelo segundo ano consecutivo, a Unidos do Acaracuzinho levou o título, ficando com o prêmio de R$ 4 mil, seguida de Mocidade da Bela Vista, em segundo lugar, que ficou com o prêmio de R$ 3 mil, e Império Ideal, em terceiro, levando assim o prêmio de R$ 2 mil.

Entre os blocos, o primeiro lugar foi do Doido é Tu (R$ 3 mil). O segundo colocado foi a Turma do Mamão (R$ 2 mil) e o terceiro lugar foi da Unidos da Vila (R$ 1 mil). Pelos cordões, quem levou o título de campeão foi Os Vampiros da Princesa. A categoria garantiu o prêmio de R$ 3 mil à agremiação e R$ 2 mil ao segundo lugar, que ficou com As Bruxas.

Na categoria Afoxés, o vencedor foi a Acabaca (R$ 3 mil), tendo Obá Sá Rewá e Filhos de Oyá em segundo lugar. Com o empate, as agremiações decidiram em comum acordo dividir o título e o prêmio de R$ 2 mil.

De acordo com Arnaud Silvério, presidente da Acecce, as premiações em dinheiro já foram pagas e a entrega de troféus e medalhas aos campeões do Carnaval de Rua de Fortaleza 2013 irá coroar o encerramento da festa. O evento é uma parceria da Associação Cultural das Entidades Carnavalescas do Estado do Ceará e da Secretaria de Cultura de Fortaleza.

Publicado em Cultura
O entorno da Praça dos Leões reuniu os grupos de Maracatu de Fortaleza (Foto: Nely Rosa)

O passo ritmado dos maracatus tomou conta das ruas do Centro de Fortaleza no final da tarde da segunda-feira (25/03). Realizado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Secretaria de Cultura, em parceria com a Associação Cultural das Entidades Carnavalescas do Estado do Ceará (Acecce), o tradicional cortejo, que teve concentração no Parque da Liberdade, celebrou o dia do Maracatu, bem como a libertação dos escravos no Ceará.

Ao som das loas e dos batuques, os grupos Nação Pici, Rei do Congo, Axé de Oxóssi, Nação Iracema, Az de Ouro, Vozes da África, Nação Fortaleza, Rei de Paus, Nação Baobab, Filhos de Iemanjá, Solar Kizomba e Rei Zumbi seguiram até o entorno da Igreja do Rosário, na Praça dos Leões. O local foi escolhido estrategicamente pelos grupos para celebrar a data por ser este o lugar onde, junto com a Igreja de São Benedito, abrigou, na época do Brasil colônia, as coroações dos reis de congo que os escravos faziam para reverenciar seus antepassados.

“É um momento de muita alegria, um momento feliz”, ressaltou com animação a integrante do Maracatu Solar, Dona Maria Augusta, 74, que já participa da celebração há cinco anos. Além do cortejo, a comemoração contou com uma missa, seguida pela tradicional coroação das rainhas dos maracatus.

O encerramento da festa ficou por conta dos grupos de afoxé Obá Sá Rewà, Oxum Odalá, Filhos de Oyá e Acabaca, que realizaram a bênção das agremiações. Patrícia Matos, integrante do Acabaca há sete anos, destacou a relevância da celebração para a cultura popular local. “Essa data é de fundamental importância para a cultura negra de Fortaleza e do Ceará. Ter o dia 25 reconhecido é reconhecer a nossa luta”, comemorou. A festa contou com a presença dos vereadores professor Evaldo Lima e Iraguassú Teixeira, do presidente da Acecce, Arnaud Silvério e seu vice, Raimundo Praxedes, além do Secretário de Cultura de Fortaleza, Magela Lima.

Dia 25 é Dia de Maracatu

"Agora todo dia 25 é dia de Maracatu”, anunciou durante a celebração o Secretário de Cultura de Fortaleza, Magela Lima. A partir de março, no intuito de apoiar e propagar uma das expressões mais tradicionais da nossa cultura popular, todo dia 25 contará com uma programação dedicada exclusivamente aos maracatus, com apresentações que acontecerão em diversos pontos da cidade. “Essa foi uma das formas que encontramos de tornar a tradição dos maracatus mais visível para o fortalezense ao longo do ano e de valorizar essa importante manifestação”, acredita o Secretário.

Para Arnaud Silvério, a nova programação é muito positiva, já que o maracatu é um cortejo rico, que precisa ser propagado pela cidade. “Essa programação vai alavancar a divulgação do nosso maracatu. Essas apresentações, que ocorrerão a cada dia 25, serão uma oportunidade para as pessoas que não conhecem o maracatu de Fortaleza, passarem a conhecer”.

O Dia Municipal do Maracatu

Criado oficialmente pela Lei Municipal nº 5.827 de 1984, o Dia do Maracatu é comemorado no dia 25 de março, data em que se celebra, igualmente, a libertação dos escravos no Ceará (25 de março de 1884). O Ceará foi o primeiro estado brasileiro a abolir a escravatura, quatro anos antes da promulgação da Lei Áurea, em 13 de março de 1888. Razão pela qual o escritor José do Patrocínio teria batizado o Ceará como Terra da Luz.



 

Publicado em Fortaleza
Página 3 de 3