24 de janeiro de 2022 em Educação

Fortaleza é destaque na 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

Ao todo, a Rede de Ensino conquistou 18 medalhas, além de 279 menções honrosas


OBMEP 2021

A Rede Municipal de Ensino foi destaque na 16ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP 2021), que contou com participação expressiva dos estudantes do município. Ao todo, os alunos conquistaram 18 medalhas, sendo 01 de ouro, 03 de prata e 14 de bronze, além de 279 menções honrosas na competição.

Medalha de ouro, Davi Ricardo Matos, na época aluno do 9º ano da Escola Municipal Santa Maria, no Henrique Jorge, destaca a alegria com a vitória e, sobretudo, o ganho de conhecimentos com a experiência. “Eu recebo essa conquista com muita felicidade, gratidão e orgulho. Ter participado dessa competição aperfeiçoou ainda mais meus conhecimentos em Matemática e nas outras matérias. Rendeu muitas aprendizagens, enquanto eu estudava e durante a realização das provas, pois fui aprendendo conceitos que não sabia antes. Foi uma oportunidade única”, enfatiza o medalhista.

“Esta conquista do Davi e dos demais nos motiva, cada vez mais, a desenvolver um trabalho focado nos bons resultados. Sentimos que é muito importante a participação dos nossos alunos nessa e em outras competições, pois é um processo de valorização dos estudos que contagia toda a escola e comunidade”, pontua Socorro Benício, diretora da Escola Municipal Santa Maria.

Incentivada pela Secretaria Municipal de Educação (SME), a participação das unidades escolares na Olímpiada tem crescido ao longo das últimas edições. Na OBMEP 2019, por exemplo, o município recebeu 198 menções honrosas. Já em 2021, a Rede de Ensino totalizou 279 menções. A edição 2020 da competição não ocorreu por conta da pandemia do coronavírus.

“Várias ações são promovidas com o intuito de contribuir para a realização da Olimpíada. Os bons resultados obtidos a cada edição são fruto do trabalho desenvolvido pela gestão, professores e alunos”, pontua Sandra Tavares, gerente da Célula de Avaliação da Aprendizagem, da Coordenadoria do Ensino Fundamental da SME.

Promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC), a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é um evento nacional, aberto à participação de escolas públicas e privadas, destinado aos alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, bem como aos respectivos professores, escolas e secretarias de educação.

Criada em 2005 pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), a olimpíada tem como metas estimular o estudo da Matemática, incentivar o ingresso nas áreas científica e tecnológica, além de promover a inclusão social pela difusão do conhecimento.

Fortaleza é destaque na 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

Ao todo, a Rede de Ensino conquistou 18 medalhas, além de 279 menções honrosas

OBMEP 2021

A Rede Municipal de Ensino foi destaque na 16ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP 2021), que contou com participação expressiva dos estudantes do município. Ao todo, os alunos conquistaram 18 medalhas, sendo 01 de ouro, 03 de prata e 14 de bronze, além de 279 menções honrosas na competição.

Medalha de ouro, Davi Ricardo Matos, na época aluno do 9º ano da Escola Municipal Santa Maria, no Henrique Jorge, destaca a alegria com a vitória e, sobretudo, o ganho de conhecimentos com a experiência. “Eu recebo essa conquista com muita felicidade, gratidão e orgulho. Ter participado dessa competição aperfeiçoou ainda mais meus conhecimentos em Matemática e nas outras matérias. Rendeu muitas aprendizagens, enquanto eu estudava e durante a realização das provas, pois fui aprendendo conceitos que não sabia antes. Foi uma oportunidade única”, enfatiza o medalhista.

“Esta conquista do Davi e dos demais nos motiva, cada vez mais, a desenvolver um trabalho focado nos bons resultados. Sentimos que é muito importante a participação dos nossos alunos nessa e em outras competições, pois é um processo de valorização dos estudos que contagia toda a escola e comunidade”, pontua Socorro Benício, diretora da Escola Municipal Santa Maria.

Incentivada pela Secretaria Municipal de Educação (SME), a participação das unidades escolares na Olímpiada tem crescido ao longo das últimas edições. Na OBMEP 2019, por exemplo, o município recebeu 198 menções honrosas. Já em 2021, a Rede de Ensino totalizou 279 menções. A edição 2020 da competição não ocorreu por conta da pandemia do coronavírus.

“Várias ações são promovidas com o intuito de contribuir para a realização da Olimpíada. Os bons resultados obtidos a cada edição são fruto do trabalho desenvolvido pela gestão, professores e alunos”, pontua Sandra Tavares, gerente da Célula de Avaliação da Aprendizagem, da Coordenadoria do Ensino Fundamental da SME.

Promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC), a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é um evento nacional, aberto à participação de escolas públicas e privadas, destinado aos alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, bem como aos respectivos professores, escolas e secretarias de educação.

Criada em 2005 pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), a olimpíada tem como metas estimular o estudo da Matemática, incentivar o ingresso nas áreas científica e tecnológica, além de promover a inclusão social pela difusão do conhecimento.