Usuária do Bicicletar na estação de bicicletas
O estudo mostra também que, do total de 8.180 viagens realizadas no período, 40% foram iniciadas a partir destas novas estações

A Prefeitura de Fortaleza vem implantando novas estações do Bicicletar, levando o sistema de compartilhamento de bicicletas para outras áreas da cidade, com estações maiores e oferecendo mais vagas. De janeiro até agora, já foram implantadas novas 25 estações, distribuídas nas Regionais I e III, e um estudo mostra que, das 20 estações mais utilizadas no período de uma semana (29/01 a 07/02), 9 são estações que foram inauguradas durante esta fase de expansão do Bicicletar. Isso quer dizer que 45% das estações mais procuradas neste período são equipamentos novos, evidenciando o acerto da gestão municipal em oferecer mais uma opção de deslocamento para as pessoas nas áreas periféricas da cidade.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), o Bicicletar está expandindo o sistema de compartilhamento de bicicletas para novas regiões da cidade, tornando-se o primeiro sistema do Brasil em número de estações por habitantes e o terceiro maior sistema do tipo em número de estações, atrás somente de Rio de Janeiro e São Paulo.

Com a iniciativa, Fortaleza conta hoje com um total de 105 estações, e a expansão está levando o sistema de compartilhamento para novas áreas da cidade. O novo modelo está ampliando e modernizando o sistema para trazer mais conforto aos usuários, dentre outras melhorias.

De acordo com estudo recente, das 8.180 viagens realizadas de 29 de janeiro até 7 de fevereiro nestas 20 estações, 3.299 viagens foram realizadas nestas 9 novas estações implantadas recentemente, ou seja, aproximadamente 40% destas viagens foram feitas a partir de equipamentos implantados no eixo oeste da cidade, do Centro à Barra do Ceará. Isso revela também que a soma das viagens feitas a partir destas 9 estações, que ficam localizadas, por exemplo, na Vila do Mar, Cristo Redentor, Pirambu, avenidas Leste-Oeste e Pasteur, é maior que a soma das viagens realizadas nesse período a partir das estações do Aterro e Aterrinho da Praia de Iracema, Shopping Benfica, Praça da Gentilândia, Érico Mota e José Sombra, que ficam em regiões mais centrais da cidade e apresentam uma grande movimentação de pessoas.

O secretário-executivo de Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Sabóia, que também é coordenador do PAITT, diz que a importância da expansão do Bicicletar para áreas mais periféricas é que isso representa mais uma opção de deslocamento para as pessoas. “O Bicicletar é uma opção barata de deslocamento, já que a primeira hora de uso é gratuita para quem tem cadastro no Bilhete Único, e é saudável para quem pedala e para o meio ambiente. Os primeiros resultados mostram que essa região, desde o Centro até a Barra do Ceará, onde está acontecendo a primeira fase de expansão do Bicicletar, tem um potencial extraordinário de uso desses equipamentos. Com menos de um mês de uso, quase a metade das 20 estações mais utilizadas estão nessa área e isso indica que, seguramente, a expansão do Bicicletar trará resultados fantásticos”, afirma Sabóia.

Ranking das 20 estações do Bicicletar (29/01 a 07/02)

Posição Número Estação Viagens
13 Aterrinho Praia de Iracema 904
14 Aterro Praia de Iracema 783
33 Shopping Benfica 448
94 Areninha Vila do Mar 417
32 Praça da Gentilândia 408
89 Escola Estado de Alagoas 408
93 Mercado dos Peixes Vila do Mar 394
41 Érico Mota 384
96 Igreja Cristo Redentor 384
10º 85 Escola Flávio Marcílio 371
11º 90 Rua Irapuã 344
12º 37 José Sombra 343
13º 84 Santa Rosa 340
14º 42 North Shopping 340
15º 87 UPA Leste-Oeste 332
16º 36 Praça Otávio Bonfim 329
17º 20 Dragão do Mar 318
18º 1 Praça Luíza Távora 316
19º 95 Escola São Cura D’ars 309
20º 61 Anfiteatro Parque do Cocó 308

Ampliação do sistema
Neste ano, até o momento, já foram inauguradas 25 novas estações da Fase 1 de expansão do Bicicletar. Até o final deste semestre, Fortaleza passará das atuais 105 estações do Bicicletar para um total de 210 estações e a expectativa é beneficiar pessoas em todas as Regionais da cidade. Também como novidade, o sistema Mini Bicicletar, que oferece estações para bicicletas infantis em praças, será expandido em breve, saindo das atuais 5 estações para 14 estações.

O total das novas 130 estações serão custeadas com recursos municipais da arrecadação da Zona Azul e as 80 estações que já existiam até dezembro de 2019 permanecem sendo patrocinadas pela Unimed Fortaleza. Ao passo que as novas estações forem sendo implantadas em novos bairros da cidade, as estações já existentes também serão gradativamente renovadas e ampliadas, resultando num sistema completamente renovado.

Melhorias no sistema Bicicletar
Novidades como câmeras de videomonitoramento e alarme sonoro em todas as estações, botões individuais para solicitar conserto de bicicletas, escolha de bicicleta a partir da modalidade Bilhete Único, monitoramento de bicicletas por GPS e central de atendimento gratuito por telefone também estão entre as melhorias. O sistema permanece gratuito para quem utiliza Bilhete Único para viagens até 1 hora de segunda a sábado ou 1h e 30 minutos aos domingos e feriados.

Regras de uso
1 – Baixe o aplicativo Bicicletar no smartphone e faça o cadastro ou cadastre-se pelo site: www.bicicletar.com.br;

2 – Após o cadastro, habilite seu passe Bicicletar no site ou no aplicativo:
• Passe com Bilhete Único é gratuito
• Passe diário: R$5,00
• Passe mensal R$20,00
• Passe anual R$80,00

3 – Retire uma bicicleta utilizando o aplicativo, por telefone (08005009901) ou com seu Bilhete Único;

4 – Após utilizar a bicicleta, devolva em uma das posições livres da estação do seu destino;

Podem ser feitas gratuitamente quantas viagens quiser de até 1 hora (segunda a sábado) e até 90 min (domingos e feriados), desde que sejam realizadas com intervalos de pelo menos 15 min entre si.

Fortaleza e mobilidade cicloviária
Até o momento, o sistema Bicicletar já possibilitou a realização de 2.924.996 viagens, 261.821 usuários cadastrados, sendo que 91% dos cadastros ativos utilizam o Bilhete Único; 75% utilizam o sistema para deslocamentos diário entre trabalho, compras e estudos; 38% são estudantes e um a cada três usuários é mulher.

O Bicicletar é um dos sistemas mais utilizados do Brasil, apresentando uma maior utilização em dias úteis. Após a consolidação do sistema, o sistema já verificou uma média de 3.100 viagens em dias úteis. Já aos finais de semana e feriados, a maior média verificada foi de 2.100 viagens por dia.

Com o Programa de Expansão da Malha Cicloviária em amplo desenvolvimento, a Prefeitura de Fortaleza, somente no período da atual gestão, bateu um recorde histórico, ampliando em cerca de 319% a rede cicloviária na cidade. Dessa forma, a cidade, que tinha apenas 68,1 km de rede cicloviária ao final de 2012, hoje conta com os atuais 286 km de infraestrutura cicloviária, sendo 110,1 km de ciclovias, 169,6 km de ciclofaixas, 6,1 km de ciclorrotas e 0,2 km de passeio compartilhado.

Nesse sentido, em 2018, já havia sido ultrapassada a meta estabelecida pelo Plano Diretor Cicloviário Integrado (PDCI) para 2020, que era de cerca de 236 km de rede para deslocamento de ciclistas. Dando um passo bem mais à frente, a Prefeitura de Fortaleza projeta uma meta maior até o final deste ano, que é chegar a uma marca de cerca de 400 km de malha cicloviária.

* Mapa das estações do Bicicletar
* Mapa da Malha Cicloviária existente

Publicado em Mobilidade
Nova estação do Bicicletar na Areninha do Pirambu (Regional I)
O novo modelo vai ampliar, modernizar o sistema e trazer mais conforto, com estações maiores e oferecendo mais vagas para as bicicletas, dentre outras melhorias

O prefeito Roberto Cláudio entrega, nesta quarta-feira (15/01), às 8h, na Areninha do Pirambu, o primeiro pacote de seis novas estações da primeira fase de expansão do Bicicletar, levando o sistema de compartilhamento para novas áreas da cidade. O novo modelo vai ampliar, modernizar o sistema e trazer mais conforto, com estações maiores e oferecendo mais vagas para as bicicletas, dentre outras melhorias.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), o Bicicletar agora expande o sistema de compartilhamento de bicicletas para novas regiões da Cidade. O projeto começará pelo corredor oeste de Fortaleza, do Centro até a Barra do Ceará (Regional I), tornando-se o terceiro maior sistema do tipo no Brasil em número de estações, atrás somente de Rio de Janeiro e São Paulo, e o primeiro em número de estações por habitantes.

Serviço
Inauguração do primeiro pacote de novas estações da expansão do Bicicletar
Data: 15/01 (quarta-feira)
Horário: 8h
Local: Areninha do Pirambu (Avenida Leste-Oeste, 1980)

Publicado em Mobilidade