O Juventude Digital (JD) promove, nesta quinta-feira (26/10), uma programação especial de aniversário de dois anos, a partir das 14h. As atividades incluem oficinas, roda de conversa, momento com empresas do mercado de tecnologia e confraternização com games, música e lanches. O evento é gratuito, aberto ao público e ocorre com inscrições.

No dia 13 de outubro, o JD completou dois anos de atividades desde que foi criado como política pública permanente de Fortaleza (Lei n° 11.172/2021), sendo a maior do Nordeste na área. Nesse período, o programa capacitou 25 mil jovens, realizou cerca de 200 cursos e oficinas, além de 100 eventos, alcançando um total de 47 mil pessoas por meio de suas ações.

A programação comemorativa conta com oficinas de “Fotografia e edição no celular” e de “Planejamento para mulheres: 3 passos para pensar e executar metas”, a partir das 14h, além do momento JD Conecta, às 16h, que vai reunir representantes de empresas do setor de tecnologia para conversar sobre a rotina do mercado de trabalho. O momento de confraternização tem início às 17h, com música, games e lanches.

"Neste dia de celebração para o JD, não poderiam faltar atividades formativas e, principalmente, um espaço voltado para empregabilidade. Essa interação direta dos alunos com representantes das empresas é fundamental para criar conexões com o mercado e pode ser uma porta de entrada para aqueles que buscam sua primeira oportunidade", destaca Ianna Brandão, coordenadora do Juventude Digital.

Programação

14h às 16h - Oficina
Fotografia e edição no celular, com Felipe Gurgel (videomaker e designer)

14h às 16h - Oficina
Planejamento para mulheres: 3 passos para pensar e executar metas, com Ziellen Karen (head de marketing do Instituto Four)

16h às 17h - Momento JD Conecta
Eduardo Rodrigues, lead de inovação da Pague Menos
Renan Gurgel, gerente de tecnologia da Agenda Edu
Eder Tabosa, pessoa e cultura da Oowlish
Eric Iechaia, gerente de inovação da Normalabs

17h às 19h - Confraternização
Sala de games, música com DJ e lanches

Serviço
Programação de aniversário de 2 anos do Juventude Digital
Data: quinta-feira (26/10)
Horário: a partir das 14h
Local: Casa da Cultura Digital (Rua dos Pacajús, 33 - Praia de Iracema)
Inscrições: link na bio do Instagram do JD (@juventudedigital_)

 

Publicado em Juventude

O Juventude Digital (JD) realiza, neste sábado (14/10), uma observação aberta ao público do eclipse solar com disponibilização de óculos especiais. Será a 6ª edição do Universo Digital, evento que une tecnologia e astronomia realizado mensalmente na Casa da Cultura Digital. A ação ocorre a partir das 15h.

Antes da observação, haverá orientação sobre a forma adequada de observar o fenômeno. O uso do óculos do tipo soldador filtro 14 é fundamental para evitar prejuízos à visão humana e garantir a segurança para visualizar o fenômeno. Menores de idade precisarão estar acompanhados de seus responsáveis.

Durante o eclipse anular, o sol será praticamente todo coberto pela lua e será possível ver um “anel de fogo” no céu.

No Universo Digital, o JD promove observação de astros aberta ao público com telescópio. Desta vez, o equipamento não será usado por não ser adequado para esse tipo de observação. Esta edição conta com a parceria do Planetário Rubens de Azevedo, que viabilizou os óculos e disponibilizou um profissional para orientar sobre a observação do eclipse.

Juventude Digital

O Juventude Digital é um programa da Prefeitura de Fortaleza voltado para a qualificação de jovens para o mercado da tecnologia. Lançado em outubro de 2021, é coordenado pela Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), em parceria com outras secretarias, como a da Juventude e a da Educação. Até agora, o JD já capacitou mais de 25 mil jovens e realizou cerca de 260 cursos e oficinas, além de 75 eventos, alcançando 45 mil pessoas.

Serviço
6ª edição do Universo Digital
Observação e orientação sobre eclipse solar anular
Data: sábado (14/10)
Horário: a partir de 15h
Local: Casa da Cultura Digital (Rua dos Pacajús, 33 - Praia de Iracema)

Publicado em Fortaleza
Alunos do curso ao redor de mesa aprendendo com o professor.
O curso do Juventude Digital já formou 14 turmas com 146 alunos capacitados (Fotos: Tainá Cavalcante)

O Juventude Digital, programa da Prefeitura de Fortaleza, iniciou as aulas de três turmas do curso de Manutenção e Montagem de Computadores, no Centro de Recondicionamento Tecnológico (CRT), na Praia de Iracema.

As aulas acontecem duas vezes na semana durante um mês. A estudante Mariana Cipriano, 17 anos, conta que pesquisou sobre cursos gratuitos e encontrou a oportunidade que buscava. “Estou fazendo curso técnico de design gráfico e me interesso também pela parte de hardware do computador, não só software. Estou fazendo esse curso para ter como um diferencial no currículo”, comenta.

Segundo o professor Vianney Ribeiro, a formação aborda desde os componentes dos computadores até a detecção de problemas e soluções nos equipamentos. “Temos teoria, mas, principalmente, prática. Sempre há uma introdução para nivelar todos. Depois, começamos testes de peças, até a gente terminar de montar o computador no final”, explica.

De acordo com Ianna Brandão, coordenadora do Juventude Digital, muitos alunos do curso do CRT fizeram ou estão fazendo alguma formação relacionada ao software (programas de computador). "Geralmente, os jovens chegam em busca de aprofundar conhecimentos sobre o hardware, que é a parte física do computador, e conseguir uma qualificação mais completa. Isso proporciona mais oportunidades no mercado de trabalho para esses alunos”, explica.

Aluna do curso mexendo em computador.
Formação aborda componentes dos computadores e detecção de problemas e soluções nos equipamentos

Centro de Recondicionamento Tecnológico (CRT)

Inaugurado em novembro de 2022, o CRT, já formou 14 turmas do curso com 146 alunos capacitados. O local recebeu cerca de 5 toneladas de resíduos eletrônicos. Três toneladas foram repassadas à associações de catadores para o descarte correto, gerando R$ 20 mil de renda.

Juventude Digital

O Juventude Digital, programa que qualifica jovens para o mercado da tecnologia, foi lançado em outubro de 2021 e é coordenado pela Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), em parceria com outras secretarias, como a da Juventude e a da Educação. Até agora, o JD já capacitou mais de 25 mil jovens e realizou cerca de 260 cursos e oficinas, além de 75 eventos, incluindo o Juventude Digital Festival, que reuniu 19 mil pessoas.

Serviço
Doações de resíduos eletrônicos
Atendimento: segunda a sexta-feira
Horário: das 8h às 12h e das 13 às 17h
Locais:
CRT Praia de Iracema (Rua dos Tabajaras, 428 - Praia de Iracema)
Secretarias Executivas Regionais
Secretaria Municipal das Finanças (Sefin) (Rua Gal. Bezerril, 755 - Centro)

Publicado em Juventude

O Juventude Digital, programa da Prefeitura de Fortaleza, realiza nesta quinta-feira (28/09), a aula inaugural da segunda turma do projeto Dragões Alados, que promove qualificação em tecnologia, prioritariamente, para pessoas com deficiência (PCDs) e mulheres. O curso ocorre em parceria com a empresa Lanlink e, nesta turma, os alunos surdos matriculados contarão com intérprete de Libras.

A capacitação é na área de Atendimento ao Cliente/ Service Desk, especificamente para atuar na Central de Serviços. No total, 60 alunos estão matriculados em duas turmas do curso.

O conteúdo está dividido em módulos, com aulas práticas e teóricas, nos formatos presencial e on-line. A formação tem carga horária de 24 a 28 horas. Ao final, os alunos certificados terão acesso a um processo seletivo exclusivo, possibilitando sua inserção no mercado de trabalho.

Serviço
Aula inaugural da 2ª turma do Dragões Alados
Data: 28/09 (quinta-feira)
Horário: a partir de 9h
Local: Lanlink (Rua Boris, 90 - Centro)

Publicado em Juventude
Seminário
O seminário reuniu cerca de 60 colaboradores de 17 secretarias e órgãos da administração municipal

A Prefeitura de Fortaleza debateu novas estratégias de divulgação de informações relacionadas a temática de dados abertos. O encontro, que reuniu 17 secretárias e órgãos da administração municipal, aconteceu durante seminário de Qualificação Técnica em Dados Abertos, com cerca de 60 colaboradores, no auditório da Controladoria e Ouvidoria Geral (CGM), nesta sexta-feira (20/05). A iniciativa da CGM em parceria com a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova) está inserida na construção de novas políticas para um governo aberto, fortalecendo o crescimento da participação social e ao desenvolvimento de novas tecnologias.

Durante o seminário, que busca capacitar e sensibilizar os servidores municipais quanto à importância para a ampliação de uma política de dados abertos em Fortaleza, foram apresentados os fluxos e as ferramentas que serão utilizados nessa nova estratégia. Para o coordenador de implementação de Dados Abertos da Citinova, Marcos Souza, essa atividade consolida o município como uma cidade inteligente. "Dados aberto é uma iniciativa de inovação, e busca fortalecer a posição de Fortaleza como uma cidade inteligente. Ao disponibilizar o acesso à informação para população, através do conjunto de dados liberados pela Prefeitura, propomos um governo aberto, efetivo e responsável", pontuou Márcio.

O presidente adjunto da Central de Licitação da Prefeitura de Fortaleza, Hamer Rios, destacou a iniciativa do seminário. "É de extrema valia o treinamento acontecido nesta manhã. A iniciativa de trazer e fornecer os dados abertos para a população de Fortaleza, observando os processos de controle, tanto interno quanto externos, agrega e enriquece a comunidade acadêmica e científica, bem como toda a sociedade", ressaltou Hamer.
 
O coordenador de transparência e integridade da CGM, Paulo Afonso, enfatizou o livre acesso a essa plataforma. "Essas informações procuram fortalecer o empreendedorismo e contribuir na elaboração de pesquisa, onde os interessados encontrarão informações disponíveis em formato aberto. Essa iniciativa, associada ao trabalho que o município vem desempenhando, contribuí para fortalecer as atividades de transparência", informou Paulo.

Participaram representantes do Gabinete do Prefeito, Gabinete do Vice-Prefeito, Secretaria de Governo (Segov), Instituto de Previdência do Município (IPM), Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Secretaria da Segurança Cidadã (Sesec), Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), Instituto Dr. José Frota (IJF), Secretaria da Educação (SME), Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), Central de Licitação (CLFOR), Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFor), Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Instituto de Pesos e Medidas (IPEM) e Secretaria de Turismo de Fortaleza (Setfor).

seminário
O seminário reuniu representantes de 15 secretarias e órgãos da administração municipal

A Prefeitura de Fortaleza reforçou as políticas públicas de transparência ao realizar, nesta quinta-feira, (12/05) o seminário de “Qualificação técnica em Dados Abertos” para 45 servidores municipais. A atividade, promovida pela Controladoria e Ouvidoria Geral Município de Fortaleza (CGM) e pela Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), é a primeira de uma série de ações que serão desenvolvidas durante o mês de maio visando sensibilizar os colaboradores para importância do tema. As apresentações ocorreram no auditório da CGM, reunindo representantes de 15 órgãos da administração.

A programação envolve também a capacitação dos encarregados responsáveis pela aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais de órgãos municipais, a realização do mutirão para apuração de novos dados a serem compartilhados com o apoio da CGM e da Citinova, bem como, a avaliação das informações existentes na plataforma e o lançamento do novo Portal de Dados Abertos.

A secretária chefe da CGM, Christina Machado, ressaltou a importância do momento. “Estamos fortalecendo a política de abertura das informações públicos e assegurando o acesso dos cidadãos à pesquisa baseada em dados da cidade e, dessa forma, possibilitando a inovação e empreendedorismo para o surgimento de novas tecnologias. E ao promover essa qualificação, estamos sensibilizando os servidores municipais para a importância das geração e compartilhamento desses dados”, informou Christina.

Dados Abertos trata-se de uma plataforma de divulgação de informações da administração municipal em formatos reutilizáveis, visando, desse modo, assegurar a participação do cidadão, através do desenvolvimento de novas tecnologias destinadas à melhoria da gestão pública, fomentando, assim, a transparência e o controle social. Essa ferramenta foi desenvolvida com o intuito de promover a interlocução com município, permitindo o acesso desses dados para fins de estudos acadêmicos até mesmo para auditoria das informações. Ações como essas levaram o município de Fortaleza a conquistar o primeiro lugar no ranking de Serviços de Cidades Inteligentes 2021.

O vice-presidente Citinova, Victor Macêdo, destacou a contribuição de um governo aberto para o fomento da economia e o conhecimento da cidade. “Além de ser uma estratégia de fomento que pauta Fortaleza como uma cidade inteligente, os dados abertos também trazem à tona a possibilidade de transparência de informações e de incentivo de novos negócios e à economia na cidade. Essa possibilidade viabiliza a transparência com as ações que nós estamos fazendo em diferentes áreas, como transporte público, saúde e meio ambiente. Esse fornecimento de informação permite que a sociedade civil, seja a academia ou a iniciativa privada, possa consumir esses dados pra produzir conhecimento, implementar negócios e movimentar a economia”, informou Victor

Participaram representantes de 15 órgãos: Secretaria Municipal das Finanças (Sefin), Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), Instituto Doutor José Frota (IJF), Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf), Secretaria de Esporte e Lazer (Secel), Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza), Instituto Municipal de Desenvolvimento de Recursos Humanos (Imparh), Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger), Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), Secretaria Municipal de Juventude (Sejuv), Procuradoria Geral do Município (PGM), Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS).

Fortaleza cidade inteligente

Fortaleza ocupa o primeiro lugar no ranking de Serviços de Cidades Inteligentes 2021, elaborado pela consultoria Teleco e divulgado em novembro de 2021 pela Conexis Brasil Digital e pela Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações (Abrintel). No ranking Connected Smart Cities, Fortaleza é a segunda cidade do Nordeste com os melhores indicadores e a 22ª do Brasil. Divulgado em setembro do ano passado, o ranking analisou 677 cidades brasileiras com mais de 50 mil habitantes.

Sarto posa para a foto sorrindo
"Este é um compromisso de campanha para inserir o jovem no mercado de trabalho, principalmente nas áreas de programação, design e jogos eletrônicos", afirmou Sarto (Foto: Kiko Silva)

O prefeito José Sarto sancionou, nesta quarta-feira (13/10), o projeto que lei que cria o programa Juventude Digital como política pública permanente de Fortaleza. A iniciativa tem foco na inclusão digital e na geração de emprego e renda por meio de cursos gratuitos nos formatos on-line, presencial e híbrido.

"Este é um compromisso de campanha para inserir o jovem no mercado de trabalho, principalmente nas áreas de programação, design e jogos eletrônicos. A meta é capacitar 40 mil jovens ao longo do mandato. Percebemos a importância da tecnologia da informação para a economia, e esses jovens serão beneficiados através de parcerias com uma rede de universidades e de escolas de tempo integral. Não tenho dúvidas de que vamos fazer de Fortaleza, dentro de uma década, a economia digital mais forte das capitais brasileiras", declarou Sarto.

O programa será dividido em três eixos: JD 9º ano, voltado para alunos da rede municipal; JD Mercado, com cursos de programação e design; e JD Games, com cursos específicos na área de jogos digitais, em parceria com o Sebrae-CE.

Fruto da parceria da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, da Secretaria Municipal de Educação (SME) e da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), o programa vai abrir 4.000 vagas para capacitação gratuita este ano e 12.500 por ano a partir de 2022.

O presidente da Citinova, Luiz Alberto Sabóia, destaca que o Juventude Digital vai atuar na inclusão social e na geração de emprego e renda. "Vamos trabalhar a inclusão digital e social através da formação tecnológica com foco no aluno da escola pública. Temos, na nossa rede municipal de ensino, 22 mil jovens somente no 9º ano e 650 mil em toda a Capital. Tudo o que fazemos hoje envolve tecnologia, e por trás disso tem milhares de empregos sendo criados nas areas de tecnologia. As cidades que melhor se prepararem para isso poderão aproveitar essas oportunidades", afirmou.

Já a secretária municipal de educação, Dalila Saldanha, ressalta que os conteúdos voltados tecnologia digital serão aplicados nas próprias escolas. Dos 2 mil alunos do ensino fundamental participantes, 500 receberão o incentivo da Bolsa Nota 10, no valor de R$ 200,00. "Inicialmente, teremos 20 escolas polos onde já funcionam as Salas de Inovação Educacional, em parceria com a Google. O conteúdo digital entra como componente curricular na rede pública para iniciar antecipadamente a preparação do jovem para o mercado digital", enfatizou.

Mário Ítalo, de 23 anos, é estudante de Publicidade e Propaganda e aluno e monitor da Rede Cuca, onde já iniciou projetos de empreendedorismo digital. "Gerencio uma página de bairro e pretendo, através do Juventude Digital, pretendo criar aplicativos e sites. Esse é um momento muito importante para mim, esperei bastante esse tipo de oportunidade chegar em Fortaleza. Já pensei em me mudar para fazer cursos, mas hoje posso dizer que minha cidade tem tecnologia para que eu possa desenvolver essas ideias e impactar o mundo.

Inscrições

As inscrições para os primeiros cursos estão, a partir desta quarta-feira, disponíveis no site https://jd.fortaleza.ce.gov.br até o próximo dia 18. Os cursos ofertados são: JD 9º ano; Crie fácil seu site; Introdução à Robótica; Criando um aplicativo para Android; Introdução ao Mercado de jogos e suas oportunidades; e Como empreender com jogos digitais.

Os alunos do 9º ano podem se inscrever na própria escola da rede pública municipal ou pelo site. Já os demais cursos são voltados para jovens de 15 a 29 anos. As aulas começam no dia 20 de outubro.

Para o coordenador de juventude, Davi Gomes, a juventude é um caminho fundamental para a retomada econômica neste período de oandemia. "Queremos gerar essas oportunidades nas várias áreas contempladas que nos aproximam dos jovens por meio de capacitação, formação, eventos, curadoria e encaminhamento profissional. Dessa forma eles poderão, de fato, ingressar no mercado de trabalho", disse.

Publicado em Juventude
crianças praticam artes marciais no micro parque diante de um grupo que assiste à atividade
A inauguração contou com uma série de atividades para as crianças presentes (Fotos: Kiko Silva)

A Prefeitura de Fortaleza entregou, nesta terça-feira (12/10), Dia das Crianças, o Micro Parque Seu Zequinha, na Barra do Ceará. Durante o evento, os presentes assistiram à apresentação da banda de lata formada pelas crianças da comunidade, e os pequenos participaram de atividades como brincadeiras lúdicas, artes marciais, cantigas de roda, contação de histórias e pinturas. As atividades infantis foram executadas pela Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci).

Também nesta terça-feira, pelas redes sociais, o prefeito José Sarto anunciou que Fortaleza foi selecionada pela Parceria por Cidades Saudáveis para receber apoio técnico e financeiro (US$ 75 mil) para a elaboração de um Marco Regulatório para o Monitoramento da Qualidade do Ar. Para marcar o início desta colaboração, foi instalada uma bolha cinza gigante no Micro Parque Seu Zequinha, alertando sobre a urgência de reduzir os níveis de poluição e minimizar os impactos na saúde e no desenvolvimento das crianças.

"Com isso, teremos base de informação para avaliar ações atuais e futuras em busca de um ar mais limpo na nossa cidade, um direito de todos, especialmente de nossas crianças. Agradeço a todas as instituições pela parceria. Juntos, vamos beneficiar as atuais gerações e as futuras", disse Sarto.

As atividades do Dia das Crianças seguem a proposta do projeto Pé de Infância, que teve início em agosto deste ano e é uma parceria com a Rede Urban95 e a fundação holandesa Bernard Van Leer. “São áreas degradadas que recebem intervenções com apoio de instituições internacionais para a realização dessa experiência, trazendo também referências internacionais a este projeto. A Prefeitura vem desenvolvendo os Micro Parques. Um deles, localizado na Av. José Leon, já foi entregue, e outros dois estão em andamento”, declarou o vice-prefeito Élcio Batista.

uma bolha cinza com cerca de três metros de diâmetro instalada no micro parque
A bolha cinza gigante alerta sobre a urgência de reduzir os níveis de poluição

O projeto Micro Parques transforma áreas degradadas da cidade em pequenos parques urbanos, unindo meio ambiente, primeira infância e educação. O presidente da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), Luiz Alberto Sabóia, explicou que esta é uma iniciativa inovadora e de grande potencial de expansão.

“Usando o espaço natural, preservando a topografia do terreno, criamos um parque naturalizado e uma série de outras interações com a comunidade. A ideia é que a gente possa criar uma rede de respiros verdes na cidade, e é viável ter um Micro Parque em cada bairro. A nossa meta é expandir e deixar, ao final da gestão, um legado que será a maior rede de Micro Parques do Brasil”, afirmou.

A autônoma Michelle dos Santos, acompanhando a filha Rebeca, de oito anos, mesmo não sendo moradora do bairro, aproveitou o feriado para vir conhecer o novo equipamento. "É algo bem diferente e de grande importância para as crianças, ter esse lugar seguro e ao ar livre para elas brincarem, além de levantar a questão do meio ambiente, do contato com a natureza e da conscientização sobre a poluição", enfatizou.

Por sua vez, morador da Barra do Ceará há 11 anos, o garçom Paulo Roberto Soares afirmou estar contente com a mudança no espaço. Ele garantiu que vai virar hábito trazer os filhos Gabriel, de nove anos, e Pedro, de um ano, pela proximidade do Micro Parque a sua residência. "Aqui era um local onde as pessoas jogavam lixo e que espalhava doenças. Foi uma excelente intervenção e agora vamos aproveitar muito bem o espaço", disse.

Intersetorialidade

Luiz Alberto Sabóia destacou a intersetorialidade dos serviços realizados com a iniciativa dos Micro Parques, cuja coordenação é feita por meio da Citinova e execuções pela Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger). “Este Micro Parque é uma transversal e conta com o apoio de várias secretarias. Foi pensado para ser um equipamento auxiliar da Rede Pública Municipal de Ensino, trazendo as crianças para terem um momento de lazer, além de incluir cachorródromo, quiosque do Leitura na Praça, entre outros mobiliários”, ressaltou.

Na ocasião, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) realizou a distribuição de mudas e ações de educação ambiental com crianças. Já a SCSP vai ceder uma parte do terreno do Ecoponto do bairro, que fica em frente ao Micro Parque, para a Associação Cultural Afro-brasileira Pai Luiz de Aruanda, que ficará responsável pela criação de uma horta medicinal e ações de educação ambiental com a comunidade.

Além disso, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) ofereceu vacinação antirrábica e teste de leishmaniose canina e outras atividades realizadas pela comunidade. A Secretaria Municipal de Educação (SME), a Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (Urbfor) e a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) também são parceiras das atividades no Micro Parque Seu Zequinha.

Saiba mais

O tema da qualidade do ar também é o foco de uma intervenção do programa Criança e Natureza, do Instituto Alana, e da Fundação Bernard van Leer. A Parceria, apoiada pela Bloomberg Philanthropies, em colaboração com a Organização Mundial da Saúde e a Vital Strategies, é uma rede de 70 cidades ao redor do mundo que atua na prevenção de doenças cardíacas, diabetes, doenças pulmonares crônicas, câncer e lesões.

Publicado em Meio ambiente
prefeito e secrretários em pé diante de um telão
"O Juventude Digital é uma conexão com o futuro e vai se tornar política pública permanente para promover a inclusão de jovens, com geração de emprego e renda", afirmou Sarto (Foto: Marcos Moura)

O prefeito José Sarto enviou à Câmara Municipal, nesta segunda-feira (13/09), o projeto de lei que cria o Programa Juventude Digital. Durante live nas redes sociais, ele afirmou que o objetivo é transformar Fortaleza em líder na economia digital do País. Compromisso assumido no Plano de Governo, o programa tem foco na inclusão digital e na geração de emprego e renda. A meta é abrir 4.000 vagas para capacitação gratuita somente este ano e 12.500 por ano a partir de 2022.

"Fortaleza tem uma população enorme de jovens de 15 a 29 anos, e é importantíssimo implementar ações para esse público. O Juventude Digital é uma conexão com o futuro e vai se tornar política pública permanente para promover a inclusão de jovens, com geração de emprego e renda. Fortaleza tem um cinturão digital fantástico, e nosso objetivo é ser a Capital que vai implantar uma das maiores economias digitais do País. Juntos, vamos executar essa política", enfatizou Sarto.

O Juventude Digital, fruto da parceria da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, da Secretaria Municipal de Educação (SME) e da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), será dividido em três eixos: JD 9º ano, voltado para alunos da rede municipal; JD Mercado, com cursos de programação e design; e JD Games, com cursos específicos na área de jogos digitais, em parceria com o Sebrae-CE. Todos serão gratuitos e realizados nos formatos online, presencial e híbrido.

De acordo com o presidente da Citinova, Luiz Alberto Sabóia, Fortaleza, como a maior economia do Nordeste, é uma cidade de vanguarda, e não poderia ser diferente na área da economia digital.

"Ainda não somos líderes da economia digital no Nordeste, mas essa é a meta até o final da gestão Sarto, e ficar no top 5 do Brasil na área. Esse programa é, essencialmente, de desenvolvimento econômico da Cidade, para capacitar esses jovens de áreas de baixa renda e colocar num mercado que está superaquecido, sobrando emprego em Tecnologia da Informação e faltando mão de obra, então a gente quer fazer essa ponte. Vamos ter sucesso nessa política e mudar a face econômica de Fortaleza", salientou Sabóia.

Estão sendo fechadas parcerias com empresas privadas, players do mercado internacional, e universidades públicas, informou o presidente da Citinova.

Conhecimentos e mercado de trabalho

Após aprovação do projeto na Câmara, a Prefeitura irá lançar um portal por onde os interessados poderão se cadastrar para participar. Haverá cursos de curta e longa duração.

Tendo como primeiro eixo a formação de estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental da rede pública, o programa ofertará duas mil vagas nesta etapa. Segundo a secretária da Educação, Dalila Saldanha, a inclusão digital fará parte da matriz curricular.

"Os jovens estarão no ensino de tempo integral e a gente vai incluir o conteúdo do Juventude Digital na dinâmica da matriz curricular. Assim, eles já terão oportunidade de conhecer o mercado de trabalho e acesso aos conhecimentos dessa área. Além disso, todos os estudantes participantes do programa serão contemplados com o Programa Bolsa Nota Dez, já aprovado. Isso vai ser mais um incentivo para que os estudantes concluam com sucesso o programa", explicou.

O Programa Nota Dez também faz parte do plano de governo do prefeito José Sarto, aprovado pela Câmara Municipal no último dia 25 de agosto. A iniciativa oferece 2 mil bolsas de monitoria no valor de R$ 200 cada.

Também assinaram o projeto de lei para encaminhar à Câmara Municipal o secretário do Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Nogueira, o coordenador de Políticas Públicas de Juventude, Davi Gomes, e o líder do governo na Câmara Municipal, Gardel Rolim.

Publicado em Juventude

A Prefeitura de Fortaleza inicia, na próxima segunda-feira (14/12), por meio da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova), o ciclo de apresentações do programa Citilab III. Durante três dias, seis projetos serão exibidos on-line, a partir das 18h, no canal do youtube da Vila da Cultura Digital. Entre as temáticas, Cidades Inteligentes, Tecnologia LORA, Desenvolvimento de Sistemas, entre outros assuntos que serão discutidos.

O Programa Citilab tem como objetivo principal fomentar a participação de cientistas, alunos e especialistas de instituições de ensino, pesquisa e desenvolvimento de renome na aplicação de soluções criativas e inovadoras para a melhoria das condições da vida urbana e para questões relacionadas ao planejamento da Cidade.

Em edições anteriores, realizadas nos anos de 2016 e 2019, foram selecionados 16 projetos nas mais diversas temáticas, entre elas, Segurança Cidadã, Mobilidade Urbana, Saúde e Meio Ambiente, Cultura Digital e Inovação Social.

Confira a programação das apresentações:

14 de dezembro
18h – Estudo e projeto de concepção de um Observatório de Cidades Inteligentes na Cidade de Fortaleza (Francisco Edivaldo Brito de Castro)
19h – BLINKTALK (Paulo Victor Paula Loureiro)

15 de dezembro
18h – Desenvolvimento de Sistema Óptico para Avaliação da Qualidade das Águas no Ambiente de Cidades Utilizando Tecnologia LORAWAN (Aline de Araújo e Lucas Angelim)
19h – Aplicação de Sistema de Gestão de Ativos Públicos no Ambiente de Cidades Utilizando Tecnologia LORA (André de Araújo, Rogério Guerra, Alberto Alexandre)

16 de dezembro
18h – Sistema Inteligente de Coleta e Processamento de Dados utilizando Redes de Sensores Sem Fio para o Serviço de Transporte Público Urbano (André Lima, Tarcísio Ferreira, Yuri Carvalho e Diego Aguiar)
19h – O Uso de Vants pelo setor de Segurança Pública em Fortaleza sob uma perspectiva ética (Ralph Leal Heck e Samantha Mourão)

Publicado em Tecnologia