pedal do orgulho
Trajeto do evento sairá da Cidade da Criança, no Centro, até a avenida Beira-Mar

Além da disponibilização de três rotas para pedalar de 6h às 12h, a Ciclofaixa de Lazer deste domingo (09/06) promoverá uma diversidade de cores para receber a terceira edição do Pedal do Orgulho LGBTI+. O evento, que será aberto para a população e contará com programação especial, é realizado pelo coletivo Mães da Resistência com o apoio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) em conjunto com a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual e o Centro de Referência Janaína Dutra, vinculados à Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS).

O pedal terá como ponto de concentração a Cidade da Criança, no Centro, a partir de 7h. No local, os participantes serão recepcionados com muita música e poderão concorrer a dezenas de brindes, como sacochilas, ecobags e kits surpresas. Sem necessidade de inscrição e gratuito, o evento vai reunir amantes de bike, público LGBTI+ e apoiadores do movimento para celebrar o Mês do Orgulho LGBT.

Os primeiros 200 participantes receberão bandeiras coloridas que representam alguns segmentos dos movimentos da diversidade sexual. Os itens vão compor as bikes. A saída para o percurso de 9 km está prevista para as 8h e o trajeto inclui as ruas Pinto Madeira e Carlos Vasconcelos, Av. Abolição, Rua Osvaldo Cruz, e avenidas Beira-Mar e Historiador Raimundo Girão. Haverá ainda ponto de hidratação e aluguel de bicicletas.

No retorno à Cidade da Criança, o público presente terá a apresentação musical de Bosco Defar, que levará samba e pagode ao ponto de apoio. O espaço contará ainda com representantes da Feira Empreendedora LGBT, que farão a exposição de diversos produtos.

O 3º Pedal do Orgulho LGBTI+ evidencia a união da sociedade na luta pelo respeito à orientação sexual e identidade de gêneros. “Há três anos iniciamos este evento com o propósito de dar ainda mais visibilidade à luta pela igualdade de direitos e reconhecimento da diversidade sexual. Desde então, o pedal só cresce, reunindo ciclistas, famílias e crianças. Estamos mais uma vez felizes em mostrar o orgulho que temos dos nossos filhos”, destaca Gioconda Aguiar, coordenadora do coletivo Mães da Resistência.

O município de Fortaleza é hoje referência em nível nacional e internacional com relação à legislação LGBT. "Além de ser um evento em que reforçamos a parceria com o Coletivo Mães da Resistência, uma entidade que vem avançando cada vez mais na defesa dos direitos humanos da população LGBT do nosso município, esse é o momento de darmos visibilidade às ações da Prefeitura de Fortaleza no enfrentamento a todos os tipos de preconceito e discriminação em razão da orientação sexual e identidade de gênero", afirma a titular da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual, Andrea Rossati.

Serviço
3º Pedal do Orgulho LGBTI+
Data: 09/06 (domingo)
Horário da concentração: 7h
Local: Cidade da Criança
Aluguel de bikes, sorteios de brindes e apresentação musical de Bosco Defar

Rota
Rua Pinto Madeira
Rua Carlos Vasconcelos
Av. Abolição
Rua Osvaldo Cruz
Av. Beira-Mar
Av. Historiador Raimundo Girão

Rotas – Ciclofaixa de Lazer

- Rota Leste
Av. Sebastião de Abreu
Parque do Cocó
Av. Pe. Antônio Tomás
Av. Desembargador Moreira
Beira-Mar
Rua Carlos Vasconcelos
Cidade das Crianças
Rua Pinto Madeira
Av. Desembargador Moreira
Av. Pe. Antônio Tomás

- Rota Sul
Av. Gomes de Matos
Rua Jorge Dummar
Rua Mal. Deodoro
Av. 13 de Maio
Av. da Universidade
Rua Sólon Pinheiro
Cidade da Criança

- Rota Oeste
Av. Domingos Olímpio
Av. Bezerra de Menezes
Av. Governador Parsifal Barroso

Publicado em Mobilidade

A Prefeitura de Fortaleza celebrará a diversidade com a segunda edição do Pedal LGBTI+ neste domingo (18/06). O evento, promovido pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) em conjunto com a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual e o Centro de Referência Janaína Dutra, vinculados à Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), a partir de uma iniciativa do coletivo Mães da Resistência, fará parte da programação da Ciclofaixa de Lazer, que oferece três rotas para os ciclistas de 6h às 12h.

O pedal, cuja participação é gratuita, terá o parque da Cidade da Criança, no Centro, como ponto de apoio e de concentração dos participantes, às 7h da manhã. De lá, às 7h30, os ciclistas percorrerão uma rota de 9,5 km que seguirá pela Rua Pinto Madeira, Rua Carlos Vasconcelos, Av. Beira-Mar, Avenida Abolição, Av. Pessoa Anta, Av. Alberto Nepomuceno e rua Sena Madureira.

Antes e depois do pedal, a Cidade da Criança oferecerá diversas atividades para dar visibilidade à luta pela igualdade de direitos da comunidade e pelo reconhecimento da diversidade sexual. Entre elas, rodas de conversa, serviços e brindes, como uma bandeira arco-íris – símbolo do movimento – para compor a bike.

Atividades para toda a família

Agentes e orientadores da AMC também estarão na Cidade da Criança para interagir com a família e a garotada com atividades lúdicas que incentivam o respeito às normas de circulação viária. Entre as atrações estão o Minicircuito de Bike Infantil, o jogo de tabuleiro gigante para o trânsito e a distribuição das plaquinhas que incentivam o respeito aos ciclistas e

A Ciclofaixa de Lazer conta ainda com outros três pontos de apoio aos ciclistas: Anfiteatro do Parque do Cocó, no Cocó; Igreja Nossa Senhora Aparecida, no Montese; e Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy. O tradicional evento ciclístico tem suporte nos 26 km de percurso de efetivo da AMC, Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) e Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

Rota leste

A rota leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção à Cidade da Criança, passando pelo ponto de apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Sebastião de Abreu até a Rua Andrade Furtado, seguindo pela Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Av. Antônio Justa, Av. Abolição, Av. Beira-Mar (podendo acessar pela ciclovia paisagística para o Mercado dos Peixes), Av. Historiador Raimundo Girão, seguir para a Rua Carlos Vasconcelos até a Rua Pinto Madeira seguindo até a Cidade da Criança.

Rota oeste

A rota oeste vai ligar o Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy, à Cidade da Criança e à Av. Beira-Mar. O circuito passará pela Rua Braz de Francesco, Av. Bezerra de Menezes, Rua Justiniano de Serpa, Av. Domingos Olímpio, onde poderá se conectar com a rota sul, pela Rua General Sampaio, seguindo pela Rua Pedro Pereira até a Cidade da Criança ou seguir até a Rua Carlos Vasconcelos em direção à Av. Beira-Mar (ciclovia paisagística), onde se conectará com a rota leste, em direção à Cidade da Criança ou ao Parque do Cocó.

Rota sul

A rota sul vai ligar a Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese, à Cidade da Criança. O percurso partirá da Av. Professor Gomes de Matos, Rua Jorge Dumar, Av. Eduardo Girão, Av. da Universidade, seguir pela Av. Domingos Olímpio (podendo se conectar com a rota oeste, em direção a Av. Beira-Mar – ciclovia paisagística – pela Rua Carlos Vasconcelos) até a Rua Solon Pinheiro, seguindo para a Cidade da Criança e se conectando à rota leste em direção a Av. Beira-Mar e ou ao Parque do Cocó.

Publicado em Mobilidade

Concluindo a programação do Mês da Visibilidade da Mulher Lésbica e Bissexual, a Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta quarta-feira (30/08), às 13 horas, no Hospital Dra Zilda Arns Neumann (Hospital da Mulher), o Seminário Saúde sem Lesbofobia. A iniciativa é da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), por meio da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual, que promove a campanha “A Fortaleza da Diversidade”.

O evento reunirá representantes do movimento social LGBT, bem como dos governos municipal e estadual, trazendo como tema da mesa principal “Saúde da mulher Lésbica e Bissexual: Construindo a Universalidade, a Integralidade e a Equidade no SUS”. O debate contará com a participação dos seguintes palestrantes: Rui Gouveia, coordenador da Atenção Primaria da Secretaria Municipal de Saúde; Débora Britto, ginecologista e sexóloga; Alice Oliveira, do Fórum Cearense LGBT.

A articulação da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual com a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Área Técnica de IST/AIDS e Coordenação da Atenção Primaria, terá como resultado a construção, durante o segundo semestre de 2017, do Plano Municipal de Saúde Integral da população LGBT.

Publicado em Social
Um estande de apoio à SMS estará funcionando em frente ao Náutico Atlético Cearense

A Secretaria de Saúde do Município (SMS), por meio da área técnica de DST/ Aids/ Hepatites virais, participa da XIV Parada pela Diversidade Sexual que acontecerá em Fortaleza no próximo domingo, 7/7. Na ocasião, os profissionais da SMS realizarão um trabalho informativo/preventivo, com a distribuição de panfletos e insumos de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis (preservativo masculino e gel lubrificante).

A equipe será composta por 50 pessoas, entre técnicos da DST/ Aids/Hepatites virais, mobilizadores sociais, agentes comunitários de saúde e voluntários. Os profissionais realizarão um trabalho junto ao público durante a Parada e contarão com um estande de apoio que ficará localizado em frente ao Náutico Atlético Cearense, no calçadão da av. Beira Mar.

Para a coordenadora da área técnica de DST/ Aids/ Hepatites virais, Fabiana Sales, o evento gera a oportunidade para a realização de um bom trabalho de divulgação dos serviços disponibilizados pela SMS: “a nossa grande contribuição é poder trabalhar com a população as ações de prevenção. Além disso, temos também a função de integrar as diversas ações para esse público”, ressalta.

Serviço:
XIV Parada pela Diversidade Sexual de Fortaleza
Data: domingo - 07/07/2013
Horário: concentração às 13h
Local: em frente a barraca do Joca, na Av. Beira-Mar (próximo ao Náutico Atlético Cearense)
Realização: Grupo de Resistência Asa Branca (Grab)
Apoio: Prefeitura Municipal de Fortaleza

Publicado em Fortaleza
Reunião que definiu as atrações da Parada aconteceu na tarde desta quinta no Paço Municipal (Foto: Thiago Gaspar)

A Prefeitura de Fortaleza divulgou na tarde desta quinta-feira (4/7), a programação artística da Pré-Parada e XIV Parada pela Diversidade Sexual de Fortaleza, durante coletiva de imprensa no Paço Municipal. Os eventos acontecem neste final de semana na capital.

No sábado, dia 6 de julho, acontece a Pré-Parada pela Diversidade Sexual de Fortaleza no Aterrinho da Praia de Iracema. A festa começa às 18h e contará com várias atrações, como show de transformistas, DJ Diego Baez, banda Samba D´Elas, Forró Embalo e da cantora Wanessa Camargo, grande atração da noite.

Já no domingo, dia 7 de julho, acontece a XIV edição da Parada pela Diversidade Sexual de Fortaleza, evento realizado anualmente pelo Grupo de Resistência Asa Branca (Grab), em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, com concentração marcada para as 13h em frente a barraca do Joca, logo depois do Náutico Atlético Clube na Av. Beira Mar. Trios elétricos com DJs, bandas e várias atrações prometem alegrar a avenida.

Andrea Rossati, coordenadora de Diversidade Sexual da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos, afirmou a postura da gestão do prefeito Roberto Cláudio em combater todos os tipos de preconceito e discriminação. “A palavra de ordem no domingo será o respeito. Respeito à livre orientação sexual de todas as pessoas. A expectativa é superar a marca de 1 milhão de pessoas da parada do ano passado”, completou.

A Guarda Municipal de Fortaleza atuará nos dois eventos. No sábado serão 25 guardas municipais fazendo a segurança da população que aproveitará os shows no Aterrinho. Já no domingo, haverá 80 guardas distribuídos entre o Náutico, o Aterro e o Aterrinho da Praia de Iracema, das 13h às 23h. A ideia é garantir a tranquilidade de quem vai aproveitar a festa.

Para garantir a segurança dos pedestres e o controle veicular durante o evento, a Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) preparou um esquema especial de tráfego. Ao todo, 70 agentes participarão da operação, sendo 10 de manhã, 20 à tarde e 40 no período da noite.

Serviço:
Pré-Parada pela Diversidade Sexual de Fortaleza 2013
Local:
Aterrinho da Praia de Iracema
Data: 06 de julho, sábado
Hora: 18h

XIV Parada pela Diversidade Sexual de Fortaleza
Local: Em frente a barraca do Joca, próximo ao Náutico Clube
Data: 07 de julho, domingo
Hora: concentração às 13h

Publicado em Fortaleza
Cena retirada do filme “O Voo da Beleza” que trata da vida de travestis brasileiras na Europa

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria da Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), promove a exibição do documentário “O Voo da Beleza” no Centro de Cidadania e Direitos Humanos do Conjunto Ceará nesta terça-feira (25/6).

O projeto é promovido pela Coordenadoria da Diversidade Sexual. Com a exibição do filme objetiva-se promover o debate sobre as diversas formas de manifestação sexual, além de integrar a programação da coordenadoria em alusão ao dia 28 de junho, Dia Municipal da Consciência Homossexual.

O filme, dirigido por Alexandre Câmara Vale, acompanha o dia-a-dia e as histórias de travestis e transexuais brasileiras que vivem na Europa. Ao deixarem o Brasil, elas aspiram o coroamento nesta travessia de fronteiras, onde gênero, território e sociedade são colocados em xeque.

Serviço:
Exibição do documentário “O Voo da Beleza”, de Alexandre Câmara Vale
Terça-feira, 25 de junho, às 18h
Centro de Cidadania e Direitos Humanos do Conjunto Ceará (Avenida B, 460, 1ª Etapa, Conjunto Ceará)
Informações: (85) 3452.2345 / 2349

Publicado em Segurança Cidadã
Mesa de abertura da Semana Janaína Dutra composta por membros da SCDH e da sociedade civil

A Prefeitura Municipal de Fortaleza, por intermédio da Coordenadoria da Diversidade Sexual da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos, abriu oficialmente na manhã desta segunda (13/5), a programação da Semana Janaína Dutra de Promoção do Respeito à Diversidade Sexual. A mesa de abertura contou com a presença de Karlo Kardozo, titular da SCDH, de Andrea Rossati, coordenadora de Diversidade Sexual e da professora Celina Dutra (irmã de Janaína Dutra).

A Semana Janaína Dutra tem por objetivo divulgar a legislação existente contra a discriminação e de combate à homofobia, além de promover o respeito à diversidade sexual com ênfase nas escolas municipais.

Na ocasião, o secretário Karlo Kardozo destacou o papel da educação para os avanços sociais. "A educação é a base para que possamos construir uma nova sociedade. O compromisso desta gestão é manter a constância na luta pelo respeito á diversidade, e o melhor caminho para isso é pela educação", afirmou. Linha de pensameto que foi seguida por Andrea Rossati: "Nós não podemos combater a homofobia, se não trabalharmos o conceito de família. Que família é esta que rejeita, que não acolhe? Quando começarmos a trabalhar as famílias, começaremos também a trabalhar o preconceito e a discriminação”, enfatizou.

Para a professora Celina Dutra, a semana é muito mais que uma homenagem a militância de Janaína Dutra, "é um momento importante para refletirmos, pois só há transformação se houver informação. A sensibilização é o melhor caminho para transformar vidas, precisamos trabalhar para fortalecer os vínculos familiares." pontuou.

Saiba mais
Janaína Dutra, nascida Jaime César Dutra Sampaio na cidade de Canindé (CE), foi a primeira advogada travesti brasileira a constar paramentada como mulher na carteira da Ordem dos Advogados do Brasil. Ela também foi co-fundadora do Grupo de Apoio Asa Branca (Grab), cumpriu cargos de liderança como membro da presidência da Associação das Travestis do Ceará (Atrac) e da Articulação Nacional das Travestis (Antra). Morreu em 2004, aos 43 anos, vítima de câncer.

 

Publicado em Segurança Cidadã
A ação é garantida pela lei municipal 9.548/2009

No período entre os dias 13 e 17 de maio, a Prefeitura de Fortaleza realizará a Semana Janaína Dutra. A iniciativa tem o objetivo de divulgar a legislação existente contra a discriminação e de combate à homofobia, além de promover o respeito à diversidade sexual com ênfase nas escolas municipais.

A ação é organizada pela Coordenadoria da Diversidade Sexual da Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), e garantida pela lei municipal 9.548/2009. A programação terá início com o Café do Arco Íris, na segunda-feira (13), a partir das 9 horas, no Parque da Liberdade/Cidade da Criança (Centro).

Para a abertura da Semana, estarão presentes às atividade iniciais o secretário de Cidadania e Direitos Humanos, Karlo Kardozo, e a coordenadora da Diversidade Sexual, Andrea Rossati. Na oportunidade, serão apresentados os projetos e atividades desenvolvidos pela atual gestão na área.

Voltada para os estudantes do ensino municipal, a programação também inclui palestras sobre homofobia na escola. Ampliando o alcance, a Semana Janaína Dutra também promoverá a conferência para participantes do Programa Aprendiz Legal do Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee). Os alunos do curso de Jornalismo das Faculdades Cearenses (FAC), por sua vez, receberão a palestra “A Universidade do século XXI – Combatendo a homofobia”.

Um dos destaques da Semana Janaína Dutra será o lançamento do projeto de grupos de convivência na área de cada Regional, sendo um voltado para pais e mães de homossexuais em situação de conflito e outro para o público LGBT, orientados por psicólogos e assistentes sociais. Na sexta-feira (17), no Dia Internacional de Combate à Homofobia, a Prefeitura de Fortaleza realiza o IV Seminário de Políticas Públicas LGBTT, tendo como tema “Criminalização da homofobia, religião e educação”.

Quem foi Janaína Dutra
Janaína Dutra, que dá nome à semana, foi uma advogada cearense e líder do movimento homossexual no país. Participou da criação da primeira campanha do Ministério da Saúde sobre prevenção da Aids voltada para o público travesti. Ela também é homenageada dando nome ao Centro de Referência LGBT Janaína Dutra, equipamento municipal que oferece à população LGBT atendimento jurídico, psicológico e de serviço social.

Publicado em Social