Mediadores fazem atendimento
Os núcleos estão instalados nas Regionais I, II, III, IV e VI

Já são cinco os Núcleos de Mediação de Conflitos instalados pela Prefeitura nas Regional I, II, III, IV e VI. Vinculados à Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec), esses espaços realizaram, em cerca de dois anos de funcionamento, mais 1.600 acolhimentos a pessoas que buscaram a resolução pacífica de seus conflitos.

O último a ser inaugurado foi o da Regional II, por ocasião da entrega da Central de Acolhimento realizada, no dia 3 de abril, com a presença do vice-prefeito Moroni Torgan e dos secretários, Azevedo Vieira, da Segurança Cidadã, e Ferrucio Feitosa, da Regional II. Assim como os outros, esse Núcleo de Mediação de Conflitos já vinha realizando atendimentos desde janeiro. “Os núcleos são geridos por mediadores capacitados e imparciais que escutam as partes, de maneira sigilosa e sem julgamentos, a fim de promover a solução pacífica do conflito e esse núcleo efetuou 42 atendimentos”, explica a responsável pela Coordenadoria de Mediação de Conflitos da Sesec, Tatiane Castro.

Essa política de pacificação social vem sendo desenvolvida pela Prefeitura de Fortaleza, desde setembro de 2014, e realizou 1.645 acolhimentos, com 70% dos casos mediados com sucesso. Entre os principais assuntos mediados estão brigas entre vizinhos, crimes contra a honra, dívidas e questões relacionadas à família. As equipes de mediadores, em sua maioria formada por guardas municipais, também vêm realizando, junto a profissionais e pessoas da comunidade, um trabalho de sensibilização sobre a importância das práticas mediativas na resolução pacífica de pequenos conflitos. Na última semana, os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) da Aerolândia e da Praia do Futuro foram os escolhidos para esse momento.

A Lei da Mediação

Sancionada em junho de 2015, a Lei 13.140, conhecida com a Lei da Mediação, considera como legítima a atividade técnica exercida por terceiro imparcial sem poder decisório, que, escolhido ou aceito pelas partes, as auxilia e estimula a identificar ou desenvolver soluções consensuais para a controvérsia. Dentre os princípios desse tipo de conciliação estão a imparcialidade, oralidade, informalidade, autonomia das partes, a busca pelo consenso e a confidencialidade. Segundo o Relatório Justiça em Números 2015, cerca de 100 milhões de processos tramitaram no Judiciário brasileiro (dados de 2014), dos quais 92% em primeiro grau. “A mediação pode ser uma alternativa de resolução rápida e pacífica, evitando que mais processo se acumulem no Poder Judiciário”, ressalta Tatiane Castro.

Publicado em Segurança Cidadã
Guarda-vidas em vigilância na Orla
Os guarda-vidas estão distribuídos entre a Barra do Ceará e a Praia do Náutico

A Inspetoria de Salvamento Aquático (ISA), da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), agora conta com um efetivo de 85 guarda-vidas, devidamente treinados e capacitados para fazer a segurança dos banhistas dos postos da Barra do Ceará, Carapebas, Praia de Iracema, Ponta Mar, Luzeiros e Praia do Náutico. No espaço de menos de um ano, a ISA aumentou seu efetivo em mais 40 novos servidores, o que representa uma mudança significativa para o trabalho que é feito na orla marítima, do trecho que vai da Barra do Ceará até a Avenida Beira Mar.

Para o assistente técnico da ISA, inspetor Antônio Vieira, o trabalho preventivo realizado pelos guarda-vidas já registra uma mudança no número de ocorrências nos postos da orla marítima. De janeiro a março deste ano, foram apenas 20 atendimentos. Em 2016, os guardas salvaram 362 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e maiores de 65 anos, um resultado bastante elevado em relação aos primeiros meses de 2017.

A missão dos guarda-vidas é promover a segurança dos banhistas. Eles orientam as pessoas a não nadarem depois de ingerir bebida alcoólica e entrarem na água uma hora após a última refeição, a fim de evitar cãimbra. A recomendação é a de que permaneçam na água até a altura do umbigo, nadar em local que tenha a presença do guarda-vidas, evitar o banho com a maré alta e entrar no mar sempre em grupo. Criança não pode ficar no mar sem a supervisão constante de um adulto.

Treinamento

Na capacitação dos guarda-vidas, eles têm a oportunidade de vivenciar aulas teóricas e práticas, com assuntos que abordam o dia a dia dos profissionais, nos postos de salvamento aquático. Abordagem à vítima de afogamento, desvencilhamento(como proceder para se soltar da vítima de afogamento) e procedimento de ressuscitação são alguns temas trabalhados com os guarda-vidas nas praias do Náutico e de Iracema. O curso foi ministrado pelos inspetores Vieira e Anísio.

Publicado em Segurança Cidadã
Imagem ilustrativa
O Sistema de Videomonitoramento funciona, 24 horas, na nova sede da Sesec

Além da presença efetiva de guardas municipais, outra iniciativa da Prefeitura que auxilia no aspecto da segurança no Centro de Fortaleza é o Sistema de Videomonitoramento. Mantido pela Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec) e operacionalizado pela Guarda Municipal, esse trabalho proporcionou, entre os meses de janeiro e março, 124 ações preventivas, entre abordagens, operações integradas e atendimentos a pessoas, além de inibir e esclarecer delitos na área. 

Entre os principais trabalhos de prevenção, destaque para as abordagens, que nos três primeiros meses do ano, somaram 43 flagrantes. O consumo de entorpecentes, furtos a veículos, danos ao patrimônio público e ocupações irregulares também foram inibidos na área do Centro em várias ocasiões. “Reformulamos a maneira de trabalho do setor dando mais operacionalidade, para fechar um ciclo que vai desde a identificação da ação delituosa, passando pelo acionamento das equipes na Ciops, bem como a chegada da viatura para abordagem”, explica o coordenador do setor de Videomonitoramento, inspetor Ferreira Alencar.

O Sistema de Videomonitoramento também é responsável pelo atendimento de situações de acidentes de trânsito e pedidos de socorro médico. O setor foi importante para esclarecer crimes de morte na região. Um exemplo, foi o flagrante do assassinato do morador de rua, Jarnilsom Pereira Gomes, na madrugada do último dia 26 d emarço. “A atenção das nossas equipes foi fundamental para que equipes da Guarda Municipal e Polícia Militar chegassem ao local e iniciassem as buscas pelos acusados”, detalha Alencar. Além desse, ano passado as imagens ajudaram a esclarecer outros três crimes, um nas imediações do Paço Municipal e outros dois nas praças do Ferreira e dos Leões.

O Sistema de Videomonitoramento

O serviço de videomonitoramento funciona 24 horas na nova sede da Sesec, por meio de 24 câmeras distribuídas no quadrilátero que se estende da avenida Duque de Caxias à rua senador Jaguaribe e da avenida Dom Manoel indo até a Imperador, contemplando as principais praças e cruzamentos da área do Centro.

Publicado em Segurança Cidadã
símbolo da mediação

A Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec) e a Rede Cuca firmaram parceria para a promoção da cultura de paz entre os jovens. A iniciativa começará na próxima terça-feira (4/4) e será organizada pela Coordenadoria de Mediação de Conflitos e Diretoria de Direitos Humanos da Rede Cuca.

As atividades consistem na oferta dos serviços de mediação comunitária e práticas restaurativas desenvolvidas pela Prefeitura de Fortaleza e, dessa vez, serão voltadas para o público juvenil que frequenta os Cucas, bem como suas famílias e comunidade do entorno. Inicialmente, o trabalho será desenvolvido no Cuca Jangurussu e o acolhimento das demandas ocorrerá nas terças-feiras, das 8h às 17h.

Pela ação, os usuários desses equipamentos terão a oportunidade de serem escutados por mediadores capacitados e imparciais, que de maneira sigilosa e sem julgamentos, mediarão o diálogo para que as partes encontrem a solução pacífica do conflito. Entre os assuntos que podem ser mediados estão intrigas entre vizinhos, crimes contra a honra, dívidas e questões relacionadas à família.

Para a gerente da Célula de Mediação Escolar da Sesec, Mara Siqueira, a parceria deve proporcionar atividades conjuntas que possam desenvolver o protagonismo e o empoderamento juvenil em prol de uma cultura de paz. “Vimos nessa ação uma oportunidade de estar mais próximo dos jovens e suas famílias e para que as pessoas que frequentam esse equipamento tenham acesso, por meio da mediação, a ferramentas que oportunizem o diálogo e a cooperação frente aos conflitos que surgem em suas vidas”, ressalta.

Publicado em Segurança Cidadã
Delano Cerqueira fala aos presentes
Moroni Torgan e Azevedo Vieira foram convidados de honra do evento

O prefeito de Fortaleza, em exercício, Moroni Torgan; o secretário municipal da Segurança Cidadã, Azevedo Vieira, e o coordenador Especial de Proteção e Defesa Civil de Fortaleza, Cristiano Ferrer, participaram do início das comemorações pelos 73 anos da Polícia Federal. O evento ocorreu, na manhã de hoje (28/03), na superintendência da PF, em Fortaleza.

Em seu discurso, o superintendente regional da Polícia Federal no Ceará, Delano Cerqueira Bunn, ressaltou a importância da integração entre as forças de segurança, destacando a presença dos representantes do Estado e do Município. “Toda comemoração é um momento de reflexão. A Polícia Federal tem um grau de popularidade muito forte e, com isso vem a responsabilidade de se fazer um trabalho com muito esmero. Ressalto o congraçamento de outras forças como a Guarda Municipal e as polícias Militar e Civil, aqui representadas em nosso evento. Muito obrigado” agradeceu.

Para o diretor-geral da Guarda Municipal, inspetor Rômulo Reis, há anos a GMF e a PF vêm construindo uma relação de parceria, com o intuito de proporcionar mais segurança para a população. “Ter uma instituição do porte da Polícia Federal como aliada é motivo de honra. Participar do seu aniversário é mais um ato de integração”, enfatizou o diretor. A Guarda Municipal de Fortaleza e a Polícia Federal são parceiras, principalmente, na promoção de capacitações, por meio de palestras, eventos institucionais e treinamentos.

Também participaram do evento, o secretário de Segurança Pública do Ceará, André Costa, o ex-diretor da Guarda Municipal e delegado aposentado da Polícia Federal, Edgar Fuques, o diretor adjunto da GMF, inspetor Marcílio Távora, o coordenador especial de proteção e defesa civil de Fortaleza, Cristiano Ferrer, entre outros.

Publicado em Segurança Cidadã
Imagem símbolo da mediação de conflitos

A Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec) segue efetivando o trabalho de mediação de conflitos desenvolvido pela Prefeitura de Fortaleza. Na próxima semana, a Coordenadoria de Mediação de Conflitos (Coomed) fará encontros nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) da Aerolândia e da Praia do Futuro, nos dias 27 (segunda-feira) e 31 (sexta-feira) de março, respectivamente.

As reuniões têm o objetivo de sensibilizar profissionais e comunidade sobre a importância das práticas mediativas na resolução pacífica de pequenos conflitos, princialmente para os desentendimentos de família. “Sabemos do valor que esses equipamentos têm para as famílias e também dos conflitos enfrentados no cotidiano deles. Os encontros servirão para mostrar essa ferramenta que busca soluções pacíficas de conflitos”, ressalta a coordenadora da Coomed, Tatiane Castro.

O trabalho também pretende divulgar o Núcleo de Mediação de Conflitos da Regional II, em funcionamento desde janeiro deste ano. Nesse período, os mediadores já realizaram 42 acolhimentos, com 70% dos conflitos mediados com sucesso. De acordo com dados da Coomed, esse número mantém o percentual obtido nos demais núcleos da Sesec instalados nas Regionais I, III, IV e VI.

Núcleos de Mediação de Conflitos

São espaços onde mediadores capacitados e imparciais escutam as partes, de maneira sigilosa e sem julgamentos, com o objetivo de promover a solução pacífica do conflito. Entre os principais assuntos mediados estão brigas entre vizinhos, crimes contra a honra, dívidas e questões relacionadas à família.

Serviço
Encontros sobre medição de conflitos no Centros de Referência da Assistência Social
Data/hora: 27/3 (segunda-feira), às 13h, (Lagamar/Aerolândia) e 31/3 (sexta-feira), às 14h30, (Praia do Futuro)
Endereços: Rua Sabino Monte, 4506 (Lagamar/Aerolândia) e Rua comandante Marcelo Teixeira S/N (Praia do Futuro)
Mais informações: 3281-9120

Publicado em Segurança Cidadã
Guardas em permanência
Os guardas realizam rondas e permanências nos espaços públicos

A Prefeitura, por meio da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), reorganizou as ações de segurança cidadã na área dos bairros Meireles e Praia de Iracema. O trabalho consiste no patrulhamento de ruas, espaços públicos e trânsito da região, assim como no apoio às ações educativas e de fiscalização da Secretaria Regional II.

Duas inspetorias, das seis especializadas da Guarda Municipal, atuam na região. O primeiro é a Inspetoria de Ciclopatrulhamento (Iciclo), que tem a característica de patrulhar em bicicletas. “Somos quase 100 guardas e, além da Beira mar, também fazemos rondas e permanências no Centro de Fortaleza com equipes de seis a oito servidores, das 6h às 22h”, explica a assistente técnica responsável pela Iciclo, subinspetora Márcia Maria. O outro grupamento que trabalha na Beira mar é a Inspetoria de Proteção Urbana (Iprotu). Com 130 guardas, essa inspetoria exerce suas funções em viaturas, que patrulham a área 24 horas, por meio de um planejamento que atende o Centro e Beira mar.

A Guarda Municipal também reforçou as ações educativas e de fiscalização da Secretaria Regional II que têm o intuito de ordenar o comércio ambulante e conscientizar sobre o uso correto e igualitário do espaço público na orla da Cidade. “Além dessas ações diárias, nossos grupamentos dão apoio a operações especiais, como a segurança dos agentes de fiscalização na Feira da José Avelino, entre outras” ressalta o diretor-geral da GMF, inspetor Rômulo Reis.

A Guarda Municipal

A Guarda Municipal de Fortaleza é formada por cerca de 2.200 servidores que realizam um trabalho de proteção preventiva e ostensiva da população, assim como dos bens e do patrimônio público da cidade. A GMF é composta por Inspetorias Cidadãs, que estão presentes nas sete Regionais da cidade assegurando a proteção do patrimônio e seus usuários, e por Inspetorias Especializadas, que têm caráter específico de atuação nas escolas, praças, orla marítima, trânsito, parques e áreas verdes, além de um grupamento especializado para garantir o direito de manifestações e o controle de distúrbios civis.

Publicado em Segurança Cidadã
Motos embarcadas em reboques
498 autuações foram geradas, a partir de 2.847 motos e 1.358 carros abordados

Cerca de dez equipes da Guarda Municipal participaram da Operação Calçadão Seguro realizada em parceria com a Polícia Militar e a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) na área da Beira Mar de Fortaleza, no último final de semana.

Com o foco de promover maior segurança na área da Praia de Iracema e Náutico, na operação, foram feitas abordagens a pessoas e veículos, principalmente, motos. “Oito motocicletas foram apreendidas e um adolescente encaminhado para Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) com drogas e uma quantia em dinheiro”, detalha o diretor adjunto da Guarda Municipal, inspetor Marcílio Távora.

Marco Zero

Outra operação que contou com a participação efetiva da Guarda Municipal de Fortaleza foi a Ocupação Marco Zero, deflagrada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado, entre os dias 4 e 10 de março, na área da Barra do Ceará.

Segundo dados da Guarda Municipal, 4.205 abordagens a veículos e condutores foram realizadas durante os sete dias de operação pelos guardas municipais habilitados para atuação no trânsito. Desse total, 498 autuações foram geradas, a partir de 2.847 motos e 1.358 carros abordados. “Flagramos 55 pessoas dirigindo sem habilitação e 43 não utilizando os equipamentos de segurança como cinto ou capacete. Calculamos que para cada dez veículos abordados, um estava com alguma irregularidade”, observa o responsável pela Célula de Segurança Viária da Guarda Municipal, inspetor Henrique Martins. A operação resultou ainda em 122 veículos removidos e 116 documentos apreendidos.

Publicado em Segurança Cidadã
Guardas brincam com as crianças
As atividades levam informações sobre dengue, trânsito e os cuidados com o lixo

A Prefeitura de Fortaleza segue com atividades dentro da Operação Ocupação Marco Zero, por meio da Guarda Municipal. Além do trabalho voltado para o trânsito, a Guarda irá apresentar teatro de fantoches do Núcleo de Ações e Projetos Preventivos da Inspetoria de Segurança Escolar (ISE).

Nesta sexta-feira (10/3), estão previstas apresentações que trazem temas como “Dengue, como prevenir”, importância do descarte correto do lixo, além de oficinas de colagem, mural e pinturas. “Um novo projeto voltado para as nossas crianças, vão ter a oportunidade de pintar desenhos educativos e temáticos sobre segurança no trânsito, meio ambiente, lixo, entre outros”, explica a responsável pelo Núcleo de Ações e Projetos Preventivos, inspetora Sheila Rabelo.

Desde o último sábado (4/3), equipes da ISE voltam suas atividades para a área da Barra do Ceará com intuito de aproximar a comunidade das ações de segurança cidadã promovidas pelo Município. Mais de 60 guardas municipais lotados na Inspetoria de Segurança Escolar participaram das atividades de patrulhamento e apresentações, por conta da Operação Ocupação Marco Zero.

Publicado em Segurança Cidadã
Máquina trabalhando

Pelo menos dez equipes estão de plantão para ações de monitoramento, atendimento e efetivas intervenções manuais e com máquinas


Por meio da Coordenadoria Especial de Proteção e Defesa Civil, a Prefeitura está trabalhando para minimizar os danos causados pelas fortes chuvas que atingem Fortaleza, na manhã desta quinta (9/3). Pelo menos dez equipes estão de plantão para ações de monitoramento, atendimento e efetivas intervenções manuais e com máquinas.

Segundo o coordenador de Defesa Civil, Cristiano Ferrer, três locais estão com atenção especial na cidade. “Estamos com máquinas na rua dos Tabajaras (Praia de Iracema), na avenida Urucutuba (Bom Jardim) e no bairro Damas”, destacou.

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a capital cearense recebeu o maior volume de chuva de 2017. Um posto pluviométrico, localizado na Água Fria registrou 110 milímetros, das 7h da quarta (8/3) até 7h da quinta (9/3). Diante de riscos e de quaisquer emergências provenientes da chuva, a Defesa Civil entrará em ação após a solicitação via telefone por meio os números 190 e 156.

Investimentos

Na última terça-feira (7/3), o prefeito Roberto Cláudio apresentou o Comitê de Ações para a quadra chuvosa de 2017, com o objeto de fornecer à população dados relacionados às condutas adotadas e previstas para os próximos meses chuvosos. Segundo o prefeito, um investimento equivalente a R$1.617.384,83 será destinado, ao longo de 2017, à limpeza dos canais distribuídos por Fortaleza. Na extensão das seis Regionais, 63 canais já foram limpos. Para a desobstrução de canais e de bocas de lobo, estão sendo destinados cerca de R$ 7,5 milhões. As ações de pavimentação já movimentaram cerca de R$ 1.576.693,21 e novos investimentos estão previstos para este ano.

Ainda com vistas ao período chuvoso, a Prefeitura está preparando 19 unidades básicas de saúde que se tornarão referência para o diagnóstico e o tratamento inicial da dengue. Com o início das atividades previstas para este ano, as unidades contarão com testes, exames e estrutura física ideal ao atendimento eficiente à população. Ações de combate à leptospirose, transmitida pela urina do rato, também vêm sendo adotadas, como a antirratização em mais de 28 mil estabelecimentos comerciais e residenciais, além da desratização em áreas de risco.

Publicado em Segurança Cidadã