O livreto traz atividades como análise de imagens e de textos, levando o aluno a ser intérprete e crítico

A Secretaria Municipal da Educação (SME) disponibiliza aos alunos e professores das turmas de 3º ano do ensino fundamental a “Arca Literária”. O material, em formato de livreto, tem por objetivo criar o hábito da leitura e já começa a ser usado integralmente nas escolas municipais a partir do mês de maio. Foram confeccionados cerca de 21 mil exemplares para serem distribuídos nas escolas.

A Arca Literária é um instrumento facilitador da prática, pois auxilia o desenvolvimento das vivências literárias e oportuniza o acesso da criança a diferentes tipos prazerosos de leitura. A escolha dos alunos de 3º ano se deu por ser esse o estágio propício ao desenvolvimento da fluência de leitura e da escrita.

Os professores farão uso de obras literárias ilustradas em sala, que depois serão exploradas com atividades presentes na Arca. O livreto traz atividades como análise de imagens e de textos, onde o aluno tem a oportunidade de ser leitor, intérprete e crítico. Também há exercícios de criação, através dos quais o aluno é motivado a elaborar imagens e, a partir de motes, à produção de textos. Com esse projeto os alunos terão acesso a diversos autores e gêneros e a pintores da arte brasileira e mundial.

Trata-se de uma inovação na educação da rede municipal de Fortaleza e até o início do mês de maio todas as escolas da Capital receberão o material e trabalharão a criação de hábitos de leitura com seus alunos.

O recurso pedagógico foi desenvolvido pela equipe técnica que compõe o Eixo de Literatura Infantil e Formação do Leitor da SME. Segundo Carlos Eduardo Araújo, coordenador do ensino fundamental, o conteúdo da Arca Literária busca fomentar o gosto pela leitura de diversos títulos de Literatura Infantil. “Nosso principal objetivo é desenvolver a proficiência de leitura e escrita nos nossos alunos", disse o coordenador.

Para o lançamento desse novo projeto de incentivo à alfabetização com foco na leitura, a SME realizou um evento no dia 11 de abril, que contou com a presença das 47 orientadoras de estudos, dentre as quais 18 acompanharão sistematicamente o desenvolvimento do trabalho nas escolas.

Publicado em Social
As aulas estão sendo ministradas pelos educadores, com alunos de faixa etária entre 11 a 14 anos, da sexta a oitava séries

Os pais e/ou responsáveis de adolescentes que participam do projeto de prevenção às drogas na rede educacional Unplugged (#Tamojunto) estão participando de oficinas ministradas por profissionais do núcleo de Formação da Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (CPDrogas), da Saúde e da Educação. Com duração de duas horas, as oficinas também têm a participação dos professores que estão aplicando as aulas do projeto, dos representantes da gestão escolar e dos demais interessados da comunidade. A presença dos professores nas oficinas tem o intuito de trazer as contribuições necessárias, uma vez que, os mesmos estão diariamente vivenciando dentro da sala de aula as assertividades e dificuldades dos alunos.

O Programa Unplugged (#Tamojunto) está sendo aplicado em 12 escolas da rede municipal, seis delas são experimentais e as outras seis controle. As aulas estão sendo ministradas pelos educadores, com alunos de faixa etária entre 11 a 14 anos, da sexta a oitava séries do Ensino Fundamental ao longo do semestre letivo. Para cada escola, são três oficinas para os pais e/ou responsáveis dos adolescentes.

São objetivos das oficinas: possibilitar aos pais dos adolescentes uma compreensão mais ampla sobre a adolescência e suas particularidades; proporcionar um espaço para compartilhar experiências e as dúvidas de como lidar com essa fase da vida dos adolescentes; possibilitar a troca de saberes entre a saúde e a educação; ampliar as possibilidade de atuação dos pais na educação dos filhos e enfatizar a necessidade de escuta estabelecendo uma relação de proximidade, além de oferecer orientações fundamentais em evidências científicas dirigidas aos pais, motivando-os a tomar uma posição mais ativa em relação à prevenção e redução do consumo de álcool e outras drogas pelos adolescentes.

Para coordenadora Especial de Políticas sobre Drogas, Juliana Sena, a parceria entre educação e saúde demonstra que o compartilhamento de saberes oportuniza um diálogo que excede os limites da escola ser o único meio de informação e prevenção. “Sabemos que, a escola é a instituição onde o contato com o adolescente é mais frequente, entretanto, os profissionais da saúde podem contribuir com seus conhecimentos específicos ampliando os diferentes olhares para uma determinada questão e esclarecendo dúvidas quanto o uso de substâncias lícitas e ilícitas”, explica.

O Programa Unplugged (#Tamojunto) é uma iniciativa do Ministério da Saúde, em parceria do Escritório de Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNDOC).

CRONOGRAMA DAS OFICINAS COM FAMILIARES NAS ESCOLAS CONTEMPLADAS

OFICINA

DATA

ESCOLA

DIST. EDUCAÇÃO

HORÁRIO

LOCAL

1ª OFICINA DE PAIS

05/ABRIL/2014 (SAB)

Angélica Gurgel

6

08h às 10h

Auditório da escola

 

08/ABRIL/2014 (TER)

Gabriel Cavalcante

3

18h30 às 20h30

Auditório da escola

 

09/ABRIL/2014 (QUA)

Casimiro Montenegro

4

14h às 16h

Auditório da escola

 

11/ABRIL/2014 (SEX)

José Airton Teixeira

4

14h às 16h

CUCA Mondubim*

 

12/ABRIL/2014 (SAB)

Marieta Guedes

5

08h às 10h

Auditório da escola

   

Belarmina Campos

2

   

2ª OFICINA DE PAIS

03/MAIO/2014 (SAB)

Angélica Gurgel

6

08h às 10h

Auditório da escola

   

Marieta Guedes

5

   
   

Belarmina Campos

2

   
 

05/MAI0/2014 (SEG)

Casimiro Montenegro

4

14h às 16h

Auditório da escola

 

06/MAIO/2014 (TER)

Gabriel Cavalcante

3

18h30 às 20h30

Auditório da escola

 

09/MAIO/2014 (SEX)

José Airton Teixeira

4

14h às 16h

CUCA Mondubim

3ª OFICINA DE PAIS

27/MAIO/2014 (TER)

Casimiro Montenegro

4

14h às 16h

Auditório da escola

   

Gabriel Cavalcante

3

18h30 às 20h30

 
 

30/MAIO/2014 (SEX)

José Airton Teixeira

4

14h às 16h

CUCA Mondubim

 

31/MAIO/2014 (SAB)

Angélica Gurgel

2

08h às 10h

Auditório da escola

   

Marieta Guedes

5

   
   

Belarmina Campos

2

   

 

Publicado em Educação
O estágio terá duração de doze meses, sendo possível prorrogar por mais um ano

O Instituto Municipal de Pesquisas, Administração e Recursos Humanos – IMPARH prorroga as inscrições para a seleção de estágio na área de tecnologia da informação até o próximo dia 20 de abril. A seleção visa o preenchimento de 600 vagas de estágio, em caráter imediato, além de constituir cadastro de reserva da Secretaria Municipal de Educação.


As inscrições serão realizadas, exclusivamente, pela Internet, através do preenchimento de formulário de inscrição eletrônico disponível no link abaixo. Para efetuar sua inscrição, o candidato deverá pagar um boleto no valor de R$ 20,00 (vinte reais). No ato da inscrição o candidato deverá fazer a opção pelo Distrito de Educação, conforme o Anexo III do Edital, e pelo turno, manhã ou tarde, em que pretende realizar o estágio. Uma vez feita a escolha, o candidato não poderá fazer alterações.


Poderão participar os estudantes regularmente matriculados em curso de nível superior nas instituições de ensino conveniadas com a Prefeitura Municipal de Fortaleza, conforme anexo do edital. A duração do estágio será de 12 meses, podendo ser prorrogada pelo mesmo período uma única vez, limitada a vigência à data de colação de grau do estagiário.

A Seleção terá etapa única, por meio de Análise Curricular. O candidato deverá entregar no período de 14 e 16 de abril, no horário das 9h às 11h30 e das 13h30 às 17h, na Diretoria de Concursos e Seleções – DCS, do IMPARH, a documentação elencada abaixo.


Documentos comprobatórios

comprovante de inscrição

documento oficial de identidade

certificado de conclusão de curso profissionalizante realizado em escolas públicas de educação profissional (apenas para os alunos egressos das escolas públicas de educação profissional e do Programa E-jovem do Governo do Estado do Ceará)

histórico escolar atualizado

declaração da qual conste a indicação do semestre em que está regularmente matriculado, devidamente assinado pelo Coordenador do Curso ou por representante competente

curriculum vitae, com as certificações e seus respectivos comprovantes, de acordo com as determinações estabelecidas no subitem 10.1 e com o modelo constante do Anexo II do Edital.


Links

Aditivo de Prorrogação das Inscrições | Atualização do Calendário da Seleção, clique aqui

Edital 17.2014, clique aqui

Formulário de Inscrição (Ampla Concorrência), clique aqui

Formulário de Inscrição (Candidatos com deficiência), clique aqui

Área Restrita | Reimpressão de Boleto, clique aqui
 

Mais informações

Diretoria de Concursos e Seleções

Avenida João Pessoa, 5.609, Damas (Imparh)

(85) 3433.2989

 

Publicado em Fortaleza
A intenção é vacinar 63.640 meninas de 11 a 13 anos que ainda não iniciaram a vida sexual, prevenindo câncer do colo de útero

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa), lança nesta segunda-feira (10/3) a campanha de vacinação “Cada Menina é de um jeito, mas todas precisam de proteção”. A campanha será realizada em escolas da rede municipal e estadual, além dos postos de saúde, através da vacinação de adolescentes entre 11 e 13 anos contra o vírus HPV. A ação conjunta entre a SMS e Sesa, com a participação da Secretaria Municipal de Educação tem como meta vacinar 63.640 meninas.

A vacina contra o HPV é direcionada para mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual, portanto não tiveram nenhum contato com o vírus, reduzindo a possibilidade de surgimento do câncer de colo de útero, a segunda causa de morte de maior incidência entre as mulheres.

As adolescentes devem apresentar o cartão de vacinação ou documento de identificação para que possam ter acesso às três doses para completar a proteção. A segunda dose acontece com seis meses e a terceira, cinco anos após a primeira dose. Neste ano, será vacinado o primeiro grupo (11 a 13 anos). Em 2015, a vacina passa a ser oferecida para as adolescentes de 9 a 11 anos e em 2016 para as meninas de 9 anos.  

Segundo a coordenadora de Imunização da SMS, Vanessa Saudatelli, a vacina significa uma conquista para as mulheres que agora tem acesso de forma gratuita a este benefício no calendário regular de vacina. “Quanto mais cedo vacinarmos as meninas maior a eficácia no combate ao HPV. A vacina é mais uma conquista das mulheres”, destacou Vanessa.

Saiba mais

O papilomavírus humano (HPV) é capaz de infectar a pele ou as mucosas. Na maioria dos casos, o HPV não apresenta sintomas e é eliminado pelo organismo espontaneamente. O HPV pode ficar no organismo durante anos sem a manifestação de sinais e sintomas. O vírus é altamente contagioso, sendo possível a contaminação com uma única exposição. A transmissão se dá por contato com a pele ou mucosa infectada.


 

Publicado em Saúde
O novo calendário obedece a lei e contará com 200 dias de aula, igual às demais escolas públicas e particulares

A Secretaria Municipal da Educação (SME) divulga a portaria que altera o calendário letivo 2014 da rede municipal de ensino de Fortaleza em virtude da Copa do Mundo. O objetivo é o bom funcionamento das unidades escolares e a garantia do tempo pedagógico, assim como o alinhamento com o calendário das outras redes de ensino.


O início das atividades letivas será mantido para o dia 3 de fevereiro de 2014. As férias coletivas do mês de julho serão antecipadas, iniciando no dia 12 de junho de 2014 e finalizando no dia 11 de julho de 2014.


O retorno às aulas após o período de férias será no dia 14 de julho de 2014 (segunda-feira). O ano letivo será encerrado no dia 23 de dezembro de 2014, com 200 (duzentos) dias letivos, exigidos por lei.


As alterações ocorrem em consideração à Lei nº 12.663, que dispõe sobre as medidas relativas à Copa do Mundo de 2014, evento mundial em que a cidade de Fortaleza será subsede, e à possibilidade de readequação do calendário letivo respaldada na Lei N° 9.394/96 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).


Reorganização do calendário letivo


No mês de fevereiro de 2013, a SME firmou o Pacto pela Educação de Fortaleza, que teve como uma das principais medidas a reorganização do calendário escolar, cujo objetivo foi reverter a defasagem de três meses em relação às demais escolas públicas e particulares. As alterações em virtude da Copa do Mundo no calendário letivo 2014, portanto, não implicarão no compromisso firmado.

Clique aqui para ver a portaria.

 

Publicado em Educação
O prefeito assinou o decreto de implantação das escolas em tempo integral de Fortaleza nesta quinta (21/11)

A Secretaria Municipal da Educação (SME) apresentou, na manhã desta quinta-feira (21/11), no Paço Municipal,  o projeto piloto das seis primeiras escolas em tempo integral de Fortaleza, que contemplará 2.128 estudantes do 6º ao 9º ano. A meta, para 2015, é ampliar o atendimento com mais 29 unidades que atenderão mais 17 mil alunos da rede pública municipal.

O prefeito Roberto Cláudio, em conjunto com o secretário muncipal da Educação, Ivo Gomes, assinou o decreto de implantação das escolas em tempo integral de Fortaleza, referiu-se aos índices da educação da Capital e fez um balanço das ações desenvolvidas pela SME desde o início de 2013, ressaltando que a implantação dessas unidades contribuirá para a recuperação da credibilidade das escolas municipais. “Só há um caminho para enfrentar a desigualdade, investir na escola pública”, disse.

Durante a solenidade, a assessora institucional da SME, Márcia Campos, explanou sobre o projeto das escolas em tempo integral e ressaltou que o modelo pedagógico é embasado na proposta de sonhos dos alunos, onde eles podem construir um projeto de vida, além de promover a inserção e adaptação dos mesmos a uma sociedade complexa. “Esse projeto foi pensado para alunos do 6º ao 9º ano porque eles se encontram numa fase de muitas transformações, que envolvem potencialidades e vulnerabilidades”, enfatizou.

“Queremos dar uma perspectiva de vida a esses alunos, para que eles consigam dizer: essa escola faz sentido para mim”, destacou o presidente do Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), Marcos Magalhães, que também pontuou que o segundo ciclo, etapa do Ensino Fundamental II, é um período em que o jovem desperta para o mundo e se torna muito vulnerável.

O presidente do Instituto Natura, Pedro Villares, por sua vez, disse estar emocionado e ressaltou a importância do momento. “Isso que estamos vivendo hoje é um exemplo para o resto do país. Se percebam como protagonistas desse grande projeto”.

As escolas em tempo integral de Fortaleza serão adaptadas com vestiários, salas temáticas, biblioteca, laboratórios de ciências e biologia; matemática e física; informática e língua estrangeira, quadra coberta, refeitório e auditório.

Publicado em Educação
A programação de filmes voltados a crianças de 5 a 12 anos continua em várias salas de cinema da cidade até o dia 11 de outubro

A Prefeitura de Fortaleza, por meio do Gabinete da Primeira-Dama e da Secretaria Municipal da Educação (SME), em parceria com o Instituto Stela Naspolini, deu continuidade, nesta sexta-feira (4/10), à segunda Mostra de Cinema Infantil do Ceará. A primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra, compareceu às sessões de cinema realizadas no Shopping Benfica para cumprimentar as crianças e os professores das escolas municipais de Fortaleza.


Os estudantes agradeceram à primeira-dama pela oportunidade de ir ao cinema. Carol disse que a Prefeitura de Fortaleza vai se empenhar em trazer mais cultura e mais experiências para as crianças das escolas municipais de Fortaleza. “Eu fico muito feliz com a felicidade de vocês. Essa mostra aconteceu, porque foi um desejo do (prefeito) Roberto Cláudio de proporcionar isso para vocês. Ele quer que as crianças das escolas municipais tenham mais acesso às salas de cinema”, destacou.


Cerca de oito mil crianças (de 5 a 12 anos) das escolas municipais de Fortaleza terão acesso às sessões de cinema até o dia 11 de outubro. A mostra teve início no dia 1º de outubro.  Além do Shopping Benfica, os 35 filmes também serão exibidos no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Vila das Artes, Cuca Barra e Câmara Municipal.


Participaram também das sessões 30 crianças abrigadas em instituições ligadas à Prefeitura de Fortaleza e 30 do bairro Tancredo Neves, que foram levadas ao cinema com o apoio da Cufa Ceará.


 

Publicado em Cultura
Os veículos possuem limitador de velocidade em 70km/h e são projetados para neutralizar impactos

A Secretaria Municipal da Educação (SME) de Fortaleza adquiriu 40 novos ônibus para o transporte escolar dos alunos da rede pública municipal. O investimento foi de R$5.280.000,00, financiado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).


Com os 40 novos veículos, a SME terá uma frota própria de 75 ônibus escolares, que transportarão aproximadamente 5 mil alunos da rede pública municipal dos seis Distritos de Educação. Os veículos já se encontram no almoxarifado da SME e a previsão é de que no próximo mês de setembro eles estejam executando as rotas das escolas públicas municipais.


Os veículos são de modelo projetado para neutralizar impactos e equipados com direção hidráulica, limitador de velocidade regulado para no máximo 70 km/h, válvula de segurança da porta, barras de proteção laterais, espaço específico para mochilas, porta-caderno atrás de cada poltrona, cinto de segurança individual e de 2 pontos fixos, bancos estofados, lixeiras, entre outros.


Um dos objetivos desta ação é oportunizar a ampliação do acesso de estudantes com deficiência ou mobilidade reduzida às escolas públicas de ensino regular e ao atendimento educacional especializado. Por isso, os ônibus também contam com plataforma elevatória veicular, áreas reservadas para a acomodação de até quatro cadeiras de rodas com o seu ocupante ou cão guia, poltronas preferenciais com cinto de segurança subabdominal, sistema de comunicação para informação aos estudantes com deficiência visual ou auditiva e comunicação visual interna e externa com simbologia específica e sinalização tátil de todas as informações e orientações disponíveis.


De acordo com o coordenador administrativo da SME, Sérgio Carvalho, os ônibus adquiridos estão dentro dos padrões de segurança exigidos nacionalmente e vão oferecer também conforto aos alunos. Para ele, os veículos vão ampliar as possibilidades de atividades ofertadas aos alunos da rede municipal de ensino. “O intuito é construir uma frota bem equipada e própria da SME. Além do transporte até as escolas, esses veículos vão estar disponíveis para aulas de campos e outras atividades”, ressalta o coordenador.


 

Publicado em Educação
Inscrições estão abertas de 12 a 23 de agosto

A Secretaria Municipal da Educação (SME) lançou nesta quinta-feira (8/8) um edital  para contratação 101 estagiários. As vagas ofertadas são para estudantes dos cursos de Arquitetura (4), Engenharia Civil (6), Engenharia Elétrica (6), Direito (5), Pedagogia (40), Terapia Ocupacional (20) e Psicologia (20).


As inscrições estarão abertas no período de 12 a 23 de agosto de 2013, das 8h às 12h e das 13h às 16h, no primeiro andar da Coordenação de Gestão de Pessoas (CGP), localizada na Rua Barbosa de Freitas, 2.267, Dionísio Torres. O formulário de inscrição e o Edital estão disponíveis nestes respectivos links: formulário e inscrição.


O valor da remuneração será de R$500,00, para 20 horas semanais, e R$750,00, para 30 horas semanais. São requisitos para a inscrição: ter disponibilidade para estagiar em um dos turnos ofertados: manhã (08h às 12h) ou tarde (13h às 17h); estar regularmente matriculado em um dos cursos de ensino superior previstos no Edital; comprovar o cumprimento de, no mínimo, 60 créditos; apresentar, nas disciplinas já cursadas, índice de rendimento igual ou superior a 6,0 ou conceito equivalente; e não ser concludente.


No ato de inscrição, será solicitado:

- Cópia da Carteira de Identidade e do CPF (2 vias);

- Cópia da Carteira de Reservista (para candidatos do sexo masculino);

- Uma foto 3 x 4;

- Comprovante de residência (2 vias);

- Histórico Escolar atualizado e comprovante de matrícula (ou declaração que está devidamente matriculado), assinados pelo Coordenador do Curso;

- Currículo comprovado.


As cópias devem ser acompanhadas dos respectivos documentos originais para conferência.


A relação dos candidatos que tiverem suas inscrições deferidas, em ordem alfabética, será divulgada no site da SME a partir do próximo dia 26 de agosto.


Outras informações podem ser obtidas através do telefone 3459.5929.


O formulário de inscrição e o Edital estão disponíveis no site da SME: www.sme.fortaleza.ce.gov.br/educacao

 

Publicado em Fortaleza
A determinação da juíza é fruto de ação civil pública ajuizada pela Prefeitura de Fortaleza (Foto: Marcos Moura)

A juíza da 3ª Vara da Infância e Juventude de Fortaleza, Alda Maria Holanda Leite, determinou que as três empresas que não estão fornecendo produtos da merenda escolar à Secretaria Municipal da Educação (SME) sejam obrigadas a cumprir, no prazo de 48 horas, as cláusulas contidas no Contrato de Licitação que se refere à aquisição dos produtos, e forneça regularmente os produtos solicitados em cinco dias úteis. As empresas são Elielza Brasil de Oliveira-ME, DTUDO Comercial de Alimentos LTDA e Serpa e Oliveira LTDA.

A determinação da juíza é fruto de ação civil pública ajuizada pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), no último dia 25 de abril, exigindo que as três empresas cumprissem o contrato com a SME. Caso as empresas não cumpram a determinação judicial, pagarão multa pecuniária equivalente a R$ 20.000,00 (vinte mil reais) por dia de descumprimento e poderão sofrer penalidades previstas na Lei de Licitações (Lei 8.666/95), como ficarem impedidas de participar de novos certames com a Administração Pública.

Em sua decisão, a juíza destacou que a Ata de Registro de Preço para a aquisição dos produtos da merenda escolar é um documento vinculativo e obrigacional, que habilita as partes, depois de homologada, a exigirem seu cumprimento. “Assim, vê-se que, caso os fornecedores não cumpram as obrigações assumidas, nasce para o Estado o direito de exigibilidade, a fim de que a prestação dos serviços estatais não sejam prejudicadas”. Segundo a magistrada, o Princípio da Continuidade do Serviço Público tem por fim evitar que a prestação dos serviços estatais seja suspensa, “causando prejuízos muitas vezes irreparáveis à população, isto porque o poder público é o garantidor do interesse da coletividade, com a boa prestação dos serviços públicos”.

O não fornecimento dos produtos por parte das empresas, ainda de acordo com a juíza, “certamente está causando prejuízos a toda uma coletividade de alunos da Rede Pública Municipal, por ser notória a necessidade da merenda escolar de crianças e adolescentes estudantes, até porque tal direito está previsto na Constituição Federal e nas demais normas regulamentadoras da matéria”.

A juíza ressaltou ainda que o oferecimento da merenda escolar nas escolas públicas é um dos fatores que colaboram para que os pais matriculem seus filhos. Segundo ela,  tratam-se de pessoas de baixa renda, a depender parcialmente da ajuda do Estado, a recusa das empresas não se justifica, tendo em vista que não foram poucas as vezes em que a Administração Municipal buscou fazer valer o contrato celebrado com as empresas, sem a obtenção de êxito, “fato já informado até mesmo ao  Ministério Público, fazendo com que inúmeras crianças e adolescentes sejam prejudicados”.

Publicado em Educação