banner com dados

Mesmo neste período de pandemia, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), continua ofertando cursos na Rede Cuca. Neste mês de março, são 992 vagas para cursos on-line gratuitos. As matrículas devem ser feitas de forma virtual pelo Portal da Juventude.

Ao todo, são oferecidas 65 opções de cursos que abrangem diversas áreas como: formação e tecnologia; artes e empregabilidade. Dentre os cursos disponibilizados, estão Fotografia de gastronomia, Produção de filmes curtos, Dança, Teatro, Circo, Inglês, Libras, Design Gráfico, Linguagem de programação PHP , Rede de computadores para iniciantes e Gestão comercial, administrativa e de pessoal.

Confira a lista dos cursos

Em razão do novo decreto Estadual para o enfrentamento à Covid-19, a Rede Cuca permanece sem atividades presenciais. Durante este mês, não serão ofertadas vagas nas modalidades esportivas, o público poderá acompanhar lives e reprises no Instagram e no canal Juv.Tv, no YouTube. 

Matrículas
As matrículas serão divididas por áreas em datas diferentes: as vagas de Formação e Tecnologia acontecem na terça-feira (02/03) e as vagas nas áreas de Artes e Empregabilidade, ficam disponíveis na quarta-feira (03/03). 

Para se matricular nos cursos da Rede Cuca, é necessário fazer o cadastro no Portal da Juventude e ter e-mail e CPF válidos. Cada aluno poderá participar de um curso por mês. 

Caso as vagas sejam preenchidas, os interessados poderão ficar no cadastro de reservas para possível liberação de novas vagas.
 
Sobre a Rede Cuca
A Rede Cuca é uma rede de proteção social e oportunidades formada por três Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas), mantidos pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude.


Geridos pelo Instituto Cuca, os Cucas Barra, Mondubim, Jangurussu e José Walter atendem, prioritariamente, jovens de 15 a 29 anos, oferecendo cursos, práticas esportivas, difusão cultural, formações e produções na área de comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e a garantia de direitos humanos.


Além disso, a Rede Cuca também visa levar para a periferia de Fortaleza possibilidades e alternativas de fruição cultural por meio da realização de eventos estratégicos, festivais, mostras, exposições e programação permanente de shows, espetáculos e cinema.

Serviço:
Matrículas para cursos na Rede Cuca
On-line: portaldajuventude.fortaleza.ce.gov.br

Publicado em Juventude

Para estimular e aumentar o número de doadores de sangue, a Prefeitura de Fortaleza promove, em parceria com Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), a campanha Jovem Doador da Rede Cuca. Jovens, colaboradores e usuários dos equipamentos podem se inscrever e participar da ação, que será realizada pela Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ).

As inscrições ocorrem de 02 a 18 de fevereiro Os interessados devem procurar o sala do setor de Direitos Humanos (DPDHC) nos Cuca Barra, Mondubim, Jangurussu ou José Walter e levar um documento com foto. 

As doações devem acontecer na própria unidade do Hemoce e serão disponibilizadas vans que sairão dos Cucas para transportar os grupos de voluntários. As ações ocorrem pela manhã e tarde em diferentes datas:
- 23/02 Cuca Mondubim
- 24/02 Cuca Barra
- 25/02 Cuca Jangurussu
- 26/02 Cuca José Walter

Quem pode doar?

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, estar saudável, bem alimentado, pesar acima de 50kg e portar um documento oficial com foto. Os candidatos menores de 18 anos devem apresentar o Termo de Consentimento assinado pelo responsável.

Cuca Saudável 

A Diretoria de Promoção de Direitos Humanos da Rede Cuca realiza atendimentos por meio do Cuca Saudável para a promoção de saúde, como aconselhamentos, redução de danos e realização de testagens rápidas de HIV, Sífilis, Hepatite B e C. A ação é uma parceria com o programa Fique Sabendo Jovem!. 

Os serviços de promoção de saúde são gratuitos e têm o objetivo de conscientizar os jovens e a comunidade para que possam além de prevenir, disseminar a informação e também buscar aconselhamento ou tratamento na rede de saúde, caso seja necessário. 

Serviço
Campanha Jovem Doador
Período de inscrição: 02 a 18 de fevereiro
Locais: 
Cuca Barra - Av. Presidente Castelo Branco, 6417 - Barra do Ceará 
Cuca Mondubim - Rua Santa Marlúcia S/n - Mondubim 
Cuca Jangurussu - Av. Castelo de Castro s/n - jangurussu 
Cuca José Walter - Rua 69 - 2a etapa - José Walter

 

Publicado em Juventude
sala de aula
Encerramento do cursos ocorreu na última quarta-feira (27/01)

O encerramento do curso de fotografia básica com celular na Rede Cuca José Walter ocorreu, na última quarta-feira (27/01), com a apresentação dos conteúdos produzidos pelos alunos e a participação do Coordenador de Juventude de Fortaleza, Davi Gomes, e da gerente do Cuca José Walter, Angelique Abreu.

Durante o curso, os alunos puderam compreender desde os elementos básicos da fotografia até a aplicação de técnicas para usar a criatividade na hora de fotografar com o celular.

As aulas foram ministradas pelo professor de fotografia da Rede Cuca, Ulisses Narciso, que falou sobre a empolgação dos alunos durante a formação. “Como havia uma grande expectativa em relação ao funcionamento do Cuca José Walter, os alunos e alunas estavam muito empolgados, o que só aumentou durante o curso, pois a metodologia deu destaque especial às práticas, que acontecerem em todos os dias de aula. Sem esquecermos, é claro, várias reflexões sobre a imagem, sua produção e significados”, afirmou. 

A estudante de Ciências Biológicas, Lílian Santiago (19), faz parte de um grupo de pesquisa na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e sempre que acontecem pesquisas em campo, precisa fotografar alguns animais. Sem uma câmera fotográfica, ela utiliza o próprio celular e viu no curso da Rede Cuca a oportunidade de aprender técnicas para melhorar suas fotos.

Lílian destacou a experiência do professor. “O curso foi incrível. O professor Ulisses tem uma bagagem de conhecimento grande, foi um privilégio. Apesar dos encontros terem a parte de conteúdo e técnica, a gente sempre colocou em prática, sempre com a orientação do professor, e não tem como descrever o quão incrível foi”, disse.

O curso teve carga horária de 30 horas e os alunos que tiveram 75% de presença receberão certificado. Por conta da pandemia, as turmas presenciais estão com o número de alunos reduzidos.

Cursos na Rede Cuca

A Rede Cuca oferta cursos de formação em oito áreas de atuação diferentes e 29 modalidades esportivas para jovens de 15 a 29 anos. Mensalmente, é oferecida uma média de 5 mil vagas distribuídas nos Cucas Barra, Mondubim, Jangurussu e no recém inaugurado Cuca José Walter.

Publicado em Juventude

peça

A Prefeitura de Fortaleza divulga, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, a programação cultural on-line da Rede Cuca para o final de semana de 22 a 24 de janeiro. Dentre as atrações, o público pode conferir apresentações musicais e espetáculos teatrais que serão transmitidos pela Juv.Tv no YouTube. 

Dando início a programação, na sexta-feira (22/01), a banda de Pop rock, Poplay Music, se apresenta, às 19h, no “Encontros Musicais”. A classificação etária é livre. 

No sábado (23/01), às 17h, a programação fica por conta do “Primeiro Ato", que traz o espetáculo teatral "Entre Nós", com Juliana Tavares. A classificação etária é de 10 anos. 

Fechando o fim de semana, no domingo (24/01), o “Primeiro Ato” apresenta o espetáculo de bonecos “Olha o Olho dos Meninos”, com Grupo Bricoleiros, às 10h, classificação livre. 

Toda programação é gratuita. 

Serviço
Canal no YouTube - Juv.Tv   

 
Publicado em Juventude

Cursos na área de História da Arte passam a fazer parte da oferta de cursos da Rede Cuca. O mediador será o professor Solon Ribeiro, 64, artista visual e curador cuja obra, reconhecida no Brasil e no mundo, transita entre a fotografia, audiovisual e a performance.

No último ano, Ribeiro já havia ministrado o curso on-line "Fotografia desconstruída: da câmara obscura à foto-instalação". Em janeiro, iniciou o curso "História da Arte: do moderno ao contemporâneo", no qual traz um panorama de questões que permeiam a história da arte desde o Renascimento até a arte contemporânea. “A recepção dos alunos está sendo bem bacana. Tem várias pessoas ligadas à arte, à dança e que têm interesse em conhecer e aprofundar mais sobre as questões da linguagem visual”, destaca Solon.
 
O artista também reflete sobre oferecer cursos na área de história da arte em um equipamento voltado à juventude periférica e acredita que esse fator é respondido com uma postura artística que instiga a pensar a arte e a periferia de outras formas. 
 
“Me sinto muito estimulado a desenvolver este projeto na Rede Cuca. O fato das pessoas viverem na periferia não as torna menos aptas a desenvolverem uma experiência nas artes visuais. A vida exige mais dessas pessoas que são menos favorecidas socialmente e elas terminam respondendo com mais atitude e, inventivamente, elaboram outros artefatos para tornar a viagem pelo mundo mais colorida. Hoje, existe um orgulho periférico que é responsável por uma nova postura artística, nos instigando a pensar a arte e a periferia de outra forma”, afirma. 
 
Para a coordenadora de Formação e Tecnologia da Rede Cuca, Zoraia Nunes, ter Solon Ribeiro na Rede Cuca é um divisor de águas no trabalho. “Ter o professor Solon Ribeiro no quadro de colaboradores da Rede Cuca é uma honra, além de ser uma imensa alegria porque a gente tá falando de um dos maiores artistas visuais do País, um sujeito que produz, que é um artista, da performance, da fotografia, do audiovisual. A gente tá falando de um discípulo de Hélio Oiticica, então é um marco, um divisor de águas no nosso trabalho”, celebra.
 
Ela explica ainda que a história da arte já era algo que permeava as formações de fotografia e audiovisual mas que sentia-se a necessidade de abordar o assunto de uma forma mais densa. “A História da Arte permeia a fotografia e o audiovisual. Todo esse processo de construção e produção de imagem é permeado pelo conhecimento da história da arte, das suas características, das escolas e contextos que as escolas surgem. E a gente começou a sentir falta de trazer esses conceitos de uma forma mais densa. Agora tivemos condições de entrar nessa área por termos um professor que é especialista nessa área”.

Solon Ribeiro

Solon Ribeiro nasceu na cidade do Crato e desde criança teve contato com cinema, fotogramas e o colecionismo por meio do avô. Na adolescência, mudou-se para Fortaleza e logo em seguida, partiu para São Paulo, onde se aprofundou na fotografia e trabalhou para o Grupo Abril.

Na década de 1980, Solon embarcou para estudar arte e comunicação na École Nationale Supérieure des Arts Décoratifs (EnsAD), em Paris (França). De volta a Fortaleza na década de 1990, começou a trabalhar com na área de educação, onde coordenou o curso de Artes Visuais da Faculdade Gama Filho, que formou artistas, como Yuri Firmeza, Waléria Américo e Cecília Bedê.

Sobre a Rede Cuca

A Rede Cuca é uma rede de proteção social e oportunidades formada por quatro Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas), mantidos pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude.

Geridos pelo Instituto Cuca, os Cucas Barra, Mondubim, Jangurussu e José Walter atendem, prioritariamente, jovens de 15 a 29 anos, oferecendo cursos que abrangem diversas áreas de conhecimentos, como formação e tecnologia, artes, comunicação e empregabilidade. São 30 modalidades esportivas, difusão cultural, formações e produções na área de comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e a garantia de direitos humanos.

Além disso, a Rede Cuca também visa levar para a periferia de Fortaleza possibilidades e alternativas de fruição cultural por meio da realização de eventos estratégicos, festivais, mostras, exposições e programação permanente de shows, espetáculos e cinema.

Publicado em Juventude
Alunos da equipe de futsal masculino da Rede Cuca participarão da primeira fase do Campeonato Cearense de Futsal 2020, na categoria sub-20, que ocorre de 15 a 18 de janeiro. A competição foi interrompida em 2020 devido à pandemia do coronavírus e será retomada seguindo os protocolos de segurança, incluindo a proibição de torcida durante os jogos. 
 
A equipe deve enfrentar o time Pague Menos, na sexta-feira (15/01), às 20h, no ginásio CT Pague Menos. No sábado (16/01), às 12h30, joga contra o time Santa Marta, no ginásio do Vovozão. Na segunda-feira (18/01), a Rede Cuca encara o Barça Penarol, às 18h, em casa, no ginásio do Cuca Barra. 
 
O time da Rede Cuca é composto pelos atletas Matheus Lucas Carneiro, Lincoln Mesquita, Iarlen Lucena, Pedro Hiago Teodosio, Tawen Lopes, Murilo Gualter, Francisco Matheus Fernandes, José Souza da Costa, Rafael da Silva, Evandro de Azevedo, Matheus Ciano, Guilherme Souza Mendes, Jonatha Lucas Alves, João Marcelo Dantas, José Adilson Rocha, Marcos Souza Filho, Daniel Bruno Silva, Felipe De Oliveira, Paulo de Souza Nobrega, Gabriel Vitor Barros e Francisco Barbosa Neto. No comando da equipe, estão o professor da Rede Cuca, Ricardo Sales, e o preparador físico, David Uwalisson.
 
Esportes na Rede Cuca 
 
O futsal é uma da 29 modalidades esportivas ofertadas pela Rede Cuca, que conta também com triathlon, handebol, futebol de areia, voleibol, vôlei de praia, MMA, muay thai, capoeira,  judô, karatê, jiu-jitsu, pilates, treinamento funcional, massagem desportiva, jogos coletivos, basquete, natação, hidroginástica, nado sincronizado, surf, beach hand, badminton, skate, tênis de mesa, Cross Cuca, polo aquático, stand up, zumba e taekwondo.
 
Por mês, são oferecidas cerca de 5 mil vagas, entre cursos e práticas esportivas, nos equipamentos da Rede Cuca. As matrículas acontecem a partir da primeira terça-feira de cada mês e podem ser feitas on-line, no Portal da Juventude, ou, presencialmente, em uma das salas de matrículas dos Cucas Barra, Mondubim, Jangurussu e José Walter.
 
 
Publicado em Juventude

A Prefeitura de Fortaleza oferta, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), neste mês de agosto, 1.515 vagas para 43 cursos on-line em diversas áreas de conhecimento, como formação e tecnologia, artes, comunicação e empregabilidade. As matrículas iniciam na terça-feira (04/08). O objetivo do uso de ferramentas on-line é adaptar os sonhos e perspectivas dos jovens à nova realidade durante a pandemia do novo coronavírus.

Alguns dos cursos disponibilizados são: Fotografia de produtos; Criando sua série de TV; Técnicas de desenho; Ballet Clássico; Planeje seu curta-metragem; Assistente administrativo e muito mais.

Clique e confira a lista completa de cursos 

Clique e se inscreva

Os interessados podem se inscrever pelo Canal da Juventude e cada aluno poderá participar de um curso por mês. Durante os cursos, é utilizada a metodologia de ensino presencial virtual, por meio do qual o professor permanece em interação com os alunos.

Sobre a Rede Cuca

A Rede Cuca é uma rede de proteção social e oportunidades formada por três Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas), mantidos pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude.

Geridos pelo Instituto Cuca, os Cucas Barra, Mondubim e Jangurussu atendem, prioritariamente, jovens de 15 a 29 anos, oferecendo cursos, práticas esportivas, difusão cultural, formações e produções na área de comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e a garantia de direitos humanos.

Além disso, a Rede Cuca também visa levar para a periferia de Fortaleza possibilidades e alternativas de fruição cultural por meio da realização de eventos estratégicos, festivais, mostras, exposições e programação permanente de shows, espetáculos e cinema.

Publicado em Juventude

peça de divulgação

A Prefeitura de Fortaleza abre inscrições, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, para o segundo edital de Jovens Monitores em Psicossocial da Rede Cuca. Serão selecionados 27 jovens, com idade entre 16 e 29 anos, para atuar no programa de Monitoria pelo período de cinco meses. As atividades serão realizadas nos três equipamentos da Rede Cuca (Barra, Jangurussu e Mondubim). As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até o dia 30 de julho, exclusivamente, por meio de formulário eletrônico disponibilizado no Canal da Juventude.

Clique para se inscrever

Para participar é necessário ter experiência comprovada em cursos e projetos da Rede Cuca, além de não ser beneficiado com bolsa ou ajuda de custo em decorrência de qualquer outro edital da Rede Cuca.

O Programa de Jovens Monitores em Psicossocial é um laboratório de ensino-aprendizagem em que os selecionados participarão de vivências profissionais junto à rotina da equipe de Atendimento Psicossocial e Promoção de Saúde e promoverão ações em conjunto com a equipe técnica da Rede Cuca.

O processo seletivo contará com duas etapas de classificação. A primeira consiste em uma análise curricular e a segunda em entrevistas. O resultado preliminar da primeira fase será divulgado no dia 04 de agosto. Já o resultado final do edital será publicado no dia 11 de agosto.

Saiba mais


A Rede Cuca conta com três equipamentos localizados nos bairros Barra do Ceará, Jangurussu e Mondubim, e oferta, todos os meses, uma média de 5 mil vagas entre as 28 modalidades esportivas e mais de 60 cursos distribuídos em oito áreas de formação para jovens entre 15 e 29 anos, prioritariamente.

A Rede também leva para a periferia de Fortaleza a oportunidade de participação em eventos culturais como festivais, mostras, exposições, sessões de cinema e espetáculos, além de atividades voltadas ao psicossocial.

Publicado em Juventude

peça de divulgação

A Prefeitura de Fortaleza lança, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), a campanha Meu Arraiá da Juventude. A atividade começa nesta terça-feira (16/06) e segue até a quarta-feira (24/06).

Para participar, os interessados devem decorar um espaço da própria casa com o tema junino e postar no feed do Instagram pessoal com a hashtag #meuarraiadajuventude. Desta forma, as pessoas participarão da ação de forma segura.

A disputa conta com a curadoria do coordenador de Comunicação Popular da Rede Cuca, João Bento, da coordenadora de Formação e Tecnologia da Rede Cuca, Zoraia Nunes, e do coordenador de Cultura da Rede Cuca, Mapurunga Júnior.

A foto vencedora receberá uma cesta de comidas típicas de São João e mais alguns brindes. O objetivo da campanha é continuar difundindo e fortalecendo a tradição cultural junina do Estado.

Devido ao isolamento social, neste ano de 2020, acontecerá uma edição especial do Arraiá da Juventude on-line. O resultado da campanha Meu Arraiá da Juventude será divulgado no dia 27 de junho, durante o encerramento da programação do evento on-line.

Saiba mais

Na edição virtual do Arraiá da Juventude 2020, o púbico poderá acompanhar, durante a programação, uma banda ao vivo tocando músicas juninas, vídeos dos vencedores de 2019, entrevistas com rainhas de quadrilhas, webinários sobre culinária junina e muito mais.

Serviço:
Rede Cuca lança campanha Meu Arraiá da Juventude on-line
Período: 16 a 24 de junho 
Local: Instagram oficial da Coordenadoria de Juventude (@juventudefortaleza)

Publicado em Juventude

peça de divulgação

A Prefeitura de Fortaleza realiza neste mês de junho, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas da Juventude (CEPPJ), a campanha Abra Suas Asas. A programação será realizada por meio da plataforma digital, como forma de respeitar o isolamento social em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Clique para acessar a programação

A iniciativa faz referência ao Junho da Diversidade, mês em que se comemora o Dia Internacional do Orgulho LGBTI+. A programação especial da campanha contará com lives de artistas LGBTQIA, bate-papo sobre hormonoterapia e violação dos direitos LGBTs, entre outros.

O Dia Internacional do Orgulho LGBT é comemorado dia 28 de junho. A data é utilizada para enfatizar a conscientização social sobre a cultura de combate à homofobia e também para reforçar o orgulho das orientações sexuais de cada um.

Serviço:
Prefeitura promove campanha online Abra Suas Asas 
Data: 04 a 26 de junho
Local: YouTube.com/juvtv e no Instagram @juventudefortaleza

Publicado em Juventude
Página 1 de 31