A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania de Fortaleza (AMC) lança, nesta quinta-feira (21/05), uma nova campanha para fortalecer o enfrentamento à pandemia da Covid-19, reforçando cuidados preventivos ao coronavírus e o respeito às normas de circulação viária para prevenir acidentes.

O vídeo, que será veiculado em TVs, rádios e em plataformas digitais, enfatiza recomendações dos especialistas em saúde como a importância de uma higienização adequada. Como protagonista está um entregador de aplicativos, profissional que atua diariamente nas ruas da cidade se arriscando para atender a demanda da população e, por isso, mais exposto ao vírus.

Além dos cuidados básicos de manter distância no recebimento e entrega da mercadoria, utilizar álcool em gel e máscaras faciais, a campanha também ressalta a importância do cumprimento às leis de trânsito. Respeitar os limites de velocidade, utilizar o capacete, não avançar o sinal vermelho nem transitar na contramão são comportamentos que devem ser adotados para evitar acidentes.

Embora Fortaleza tenha registrado uma redução de 72% no número de acidentes totais e 40% no quantitativo de vítimas fatais, irregularidades no trânsito ainda são recorrentes. O excesso de velocidade, por exemplo, considerado um dos principais fatores de risco pela Organização Mundial de Saúde (OMS), pode ser observado até mesmo com uma frequência maior já que a circulação está restrita e as vias cada vez mais vazias.

Apesar da queda significativa dos acidentes, os desafios são constantes. “Temos trabalhado para que esse número seja cada vez menor e vidas possam ser preservadas. No atual momento em que vivemos, as reduções de acidentes proporcionam certa melhoria no sistema de atendimento de emergência à medida que evita uma sobrecarga no serviço e dá oportunidade para que mais pessoas possam ter acesso às vagas nos hospitais”, esclarece o superintendente da AMC, Arcelino Lima.

Quanto maior o número de acidentes que deixam de acontecer, maior a disponibilidade de leitos e recursos para tratar vítimas da pandemia e de outras enfermidades. “Esse é um momento sem precedentes em que todo esforço para aliviar essa pressão enorme que estamos enfrentando nas unidades de saúde e hospitais é bem-vindo. Respeitar o limite de velocidade é uma forma eficiente de reduzir o volume de atendimentos em urgências e emergências e por isso eu reforço esse apelo”, diz o médico e cirurgião de trauma do Instituto Dr. José Frota (IJF), Daniel Lima.

Mesmo com a atenção focada no combate à pandemia, os condutores devem ter atenção redobrada ao dirigir. O respeito às normas de circulação viária ainda é a principal forma de evitar acidentes.

Operações nas ruas

De forma complementar à campanha, agentes de trânsito têm reforçado o trabalho de controle de circulação e realizado abordagens preventivas. Do dia 8 ao dia 18 de maio, 8.268 veículos foram abordados nos comandos operacionais da AMC.

As operações são realizadas em toda a Cidade nos quatro turnos, mas priorizam bairros das Regionais I e V, que ainda apresentam uma estatística elevada de desrespeito ao isolamento social.

Publicado em Mobilidade