A Prefeitura de Fortaleza divulga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), grade da programação repleta de atividades e ações culturais gratuitas. 

Confira aqui a programação completa.

A programação pré-carnavalesca terá início nesta sexta-feira (24/01) e seguirá até o dia 16 de fevereiro. A festa contará com atrações no Aterrinho da Praia de Iracema, no Benfica, na Praça do Ferreira, no Mercado dos Pinhões, na Mocinha, na Praça Cristo Redentor (Teatro São José), no Largo dos Tremembés, na Praça Figueira de Melo, no Horto Florestal Municipal Falconete Fialho, no Mercado São Sebastião, no Polo dos Queijos e no Mercado da Aerolândia.

A Vila das Artes está com inscrições abertas para o Curso de Formação Básica em Teatro: Percursos de Teatro para Crianças e Adolescentes, até o dia 11 de fevereiro. Promovido pela Escola Pública de Teatro da Vila das Artes, o processo formativo é destinado a crianças e adolescentes com idades entre 8 e 14 anos. Para se inscrever, basta acessar o site.

Para crianças e jovens do entorno do bairro Autran Nunes, uma opção gratuita e divertida no período de férias escolares é participar das atividades promovidas pela Biblioteca Pública Cristina Poeta. A opção desta semana é uma Oficina de Slime, massa modelável pra brincar. As inscrições podem ser feitas a partir de cadastro simples, na recepção da biblioteca, até o dia da oficina, que acontece nesta quarta-feira (22/01).

A programação ainda conta com Literatura em Foco, na Biblioteca Dolor Barreira; Festival Gastronômico no Mercado Cultural dos Pinhões; música instrumental no Passeio Público; visitação aberta ao público no Memorial do Paço; e muitas outras atividades.

Publicado em Cultura

A Vila das Artes abriu, nesta sexta-feira (17/01), as inscrições para a II Jornada de Teatro & Educação. Com o tema “Teatro, Educação e Política: um pensar-fazer cotidiano”, o evento, organizado pela Escola Pública de Teatro da Vila das Artes, ocorre de 3 a 16 de fevereiro e apresenta programação inteiramente gratuita, com especial direcionamento para arte-educadores, professores formadores, estudantes, artistas e pesquisadores da arte teatral. As inscrições seguem até 30 de janeiro.

Clique para se inscrever

Conduzidas por Vanéssia Gomes, Fernando Leão e Licko Turle, profissionais que atuam na interface entre Teatro, Educação e Política, as atividades da jornada visam promover a reflexão e o diálogo acerca dos três temas na prática diária de artistas e arte-educadores. Três oficinas teórico-práticas e uma roda de conversa compõem a programação. Todas apontam para uma postura ética que se alicerça na construção de sujeitos emancipados, aptos a pronunciar um mundo mais justo socialmente”, comenta Graça Freitas, coordenadora da Escola Pública de Teatro da Vila das Artes.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação

A programação da II Jornada de Teatro & Educação é inteiramente gratuita. Os interessados devem realizar inscrições por meio de formulário online disponibilizado acima e no Canal da Cultura. O preenchimento garante inscrição em todas as atividades do evento. Confira:

- Roda de conversa “Teatro, Educação e Política: um pensar-fazer cotidiano”: A roda de conversa sobre o tema do evento terá a participação dos três professores convidados, Vanéssia Gomes, Fernando Leão e Licko Turle. Ocorre na quinta-feira (13/02), das 18h às 21h.

- Oficina “Pedagogia do Teatro: jogos para uma ação política teatral”: com a condução de Vanéssia Gomes, a oficina busca contribuir com o trabalho de artistas e educadores em sala de aula, tendo como parâmetro a potencialização – de forma prática – do pensamento político que alicerça o método do Teatro do Oprimido. Ocorre às segundas e quartas-feiras entre 3 e 16 de fevereiro, das 18h às 21h, e sábado (08/02), das 9h às 12h, na Vila das Artes. Vanéssia Gomes é socióloga, mestra em Artes, atriz e pesquisadora em teatro.

- Oficina “A linguagem do teatro no espaço cênico e na sala de aula”: com a condução de Fernando Leão, a atividade permite aos participantes experimentar os elementos estéticos da imagem, do som e da palavra – presentes na linguagem teatral – com a intenção de representar, transgredir e recriar formas de percepção da realidade. Ocorre às terças-feiras (04 e 11/02), quinta (06/02) e sexta-feira (07/02), das 18h às 21h, na Vila das Artes. Fernando Leão é arte-educador, com graduação em Artes Cênicas e Licenciatura em Teatro, mestre em Humanidades e doutorando em Educação.

- Oficina “Introdução ao Teatro do Oprimido – Jogos, Exercícios e Teatro-Imagem”: com a condução de Licko Turle, a atividade pretende introduzir o pensamento ético e estético de Augusto Boal e ampliar a visão crítica das influências que a metodologia absorve desde o Teatro de Arena até as novas concepções que levam à teoria da Estética do Oprimido. Ocorre de sexta-feira a domingo (14 a 16/02), das 18h às 21h no primeiro dia, das 9h às 13h e das 14h às 18h no segundo, e das 9h às 13h no último, na Vila das Artes. Licko Turle é licenciado em Letras, mestre e doutor em Artes Cênicas, pesquisador, ator e diretor teatral; iniciou suas atividades profissionais com Augusto Boal, em 1986, com quem fundou o Centro de Teatro do Oprimido no Brasil (CTO-Rio).

Curso de Iniciação Teatral

Em paralelo às atividades da II Jornada de Teatro & Educação, a Escola Pública de Teatro da Vila das Artes mantém inscrições abertas também para o curso de formação básica “Percursos de Teatro para Crianças e Adolescentes”. Com duração de dois anos, o processo formativo é pioneiro como curso de longa duração destinado ao público infantojuvenil no Ceará. Serão selecionados, no total, 40 crianças e adolescentes com idades entre 8 e 14 anos. As inscrições devem ser feitas online em cultura.fortaleza.ce.gov.br.

Serviço:
II Jornada de Teatro & Educação
Data: 03 a 16/02
Hora: das 18h às 21h (de segunda a sexta-feira), das 9h às 12h (08/02), das 9h às 13h e das 14h às 18h (15/02), e das 9h às 13h (16/02)
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)

Publicado em Cultura

A Vila das Artes abre inscrições, nesta quarta-feira (15/01), para duas novas oficinas do Programa de Férias da Escola Pública de Audiovisual. As oficinas “Cinema, fabulação e ficções especulativas”, com Kênia Freitas, e “Introdução à Colorimetria”, com Darwin Marinho, ocorrerão durante a semana de 27 a 31 de janeiro, das 9h às 13h e das 14h às 18h, respectivamente. Inscrições online devem ser realizadas até 23/01. As duas atividades são destinadas a maiores de 18 anos.

Clique e se inscreva na oficina “Cinema, fabulação e ficções especulativas”, com Kênia Freitas

Clique e se inscreva na oficina “Introdução à Colorimetria”, com Darwin Marinho

A oficina “Cinema, fabulação e ficções especulativas” se propõe a pensar as estratégias de criação e invenção no cinema contemporâneo, a partir das conexões entre o conceito de fabulação e o campo da ficção especulativa. “Essas estratégias serão discutidas com base nos tensionamentos e inflexões do campo crítico decolonial e das pesquisas do cinema negro”, comenta Kênia Freitas, ministrante do curso.

Já a oficina “Introdução à Colorimetria” traz uma abordagem teórica e prática a respeito do uso da cor no cinema. Serão trabalhados temas, como: a importância da captação, da direção de arte e da fotografia na colorimetria; a diferença entre correção de cor e colorimetria; e ciência das cores. “Serão realizadas análises de filmes e haverá ainda a introdução ao uso das ferramentas de correção de cor e colorimetria nos softwares Adobe Premiere e Davinci Resolve”, complementa Darwin Marinho, ministrante da oficina.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Sobre os ministrantes

Kênia Freitas é professora, crítica e curadora de cinema, com pesquisa sobre Afrofuturismo e o Cinema Negro. Pós-doutoranda (CAPES/PNPD) em Comunicação da UNESP. Doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ. Realizou a curadoria das mostras “Afrofuturismo: cinema e música em uma diáspora intergaláctica”, “A Magia da Mulher Negra” e “Diretoras Negras no Cinema brasileiro”. Escreve críticas para o site Multiplot! e integra o Elviras, coletivo de mulheres críticas de Cinema.

Darwin Marinho nasceu em Tauá-CE e reside em Fortaleza. Seus trabalhos transitam entre artes visuais, cinema, performance, música e design. É membro da Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro (APAN), diretora artística da residência Antro e integrante dos coletivos Carnaval no Inferno, Negritude Infinita e Fertinha.

Serviço:
Oficina “Cinema, fabulação e ficções especulativas”, com Kênia Freitas

Inscrições: até 23 de janeiro, em https://cultura.fortaleza.ce.gov.br/
Data de realização: de 27 a 31 de janeiro
Hora: das 9h às 13h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Gratuito

Oficina “Introdução à Colorimetria”, com Darwin Marinho
Inscrições: até 23 de janeiro, em https://cultura.fortaleza.ce.gov.br/
Data de realização: de 27 a 31 de janeiro
Hora: das 14h às 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
.

Raíssa Nunes Fernandes é uma jovem bailarina que, apesar da pouca idade, já viveu muitas experiências marcantes nos palcos da Cidade. Ao longo dos últimos seis anos, apresentou-se em pelo menos 12 espetáculos diferentes, todos produções da Escola Pública de Dança da Vila das Artes. Raíssa é recém-egressa do Curso de Formação Básica em Dança da instituição, curso que até segunda-feira (20/01), recebe inscrições para a formação de novas turmas e para o preenchimento de vagas remanescentes. São 70 vagas destinadas a crianças e pré-adolescentes com idade entre 8 e 13 anos.

Acesse o Edital

As inscrições deverão ser realizadas presencialmente na Vila das Artes. O representante legal dos candidatos e candidatas deverão entregar pessoalmente a ficha de inscrição (anexo II do edital) com originais e cópia da documentação exigida (item 4.2 do edital).

Segundo Marina Carleial, coordenadora da Escola Pública de Dança, a formação cumpre o objetivo de estimular o conhecimento e o aprofundamento nos estudos em dança, colaborando com a profissionalização na área artístico-cultural. "Trata-se de um curso de seis anos de duração, totalmente gratuito, que promove, junto a crianças e pré-adolescentes, o acesso a um amplo processo formativo que compreende conteúdos técnicos, artísticos e teóricos com foco na dança cênica, visando a inserção e qualificação nesse universo", afirma a Coordenadora.

Raíssa, que credita ao curso grande parte da formação pessoal e como bailarina, concorda com Marina. "Clássico, contemporâneo, hip-hop, dança popular, história da dança, tudo, todas as disciplinas são muito importantes para entender o que a gente está dançando. Posso dizer que foi na Vila que aprendi tudo o que eu sei sobre dança hoje", comenta.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Vagas

Serão admitidos até 40 alunos, com idades entre 8 e 10 anos, para as duas novas turmas do 1º ano, e até 30 alunos, com idades entre 9 e 13 anos, para as turmas em andamento (2º ao 4º ano). Pretendentes às vagas das turmas em andamento devem apresentar experiência prévia em Dança. Serão selecionados, ainda, até 20 suplentes para ocupar eventuais vagas de candidatos aprovados desistentes do 1º ano.

Seleção

Candidatos e candidatas com inscrições válidas passarão por processo seletivo coordenado por profissionais da área da Dança, em data e horário a ser definida no ato da inscrição. A atividade consiste em uma uma vivência coletiva, na qual candidatos e candidatas serão avaliados em critérios como motivação, criatividade, coordenação motora, aptidão física e nível técnico. Na ocasião, deverão trajar roupas que permitam se movimentarem livremente.

Curso de Formação Básica em Dança

Fundado no ano de 2011, o Curso de Formação Básica em Dança da Escola Pública de Dança da Vila das Artes tem por objetivo fornecer subsídios práticos e teóricos para o desenvolvimento criativo de obras coreográficas. Destinado a crianças e pré-adolescentes com idades entre 8 e 13 anos, o curso tem duração de seis anos e prevê em seu currículo as seguintes disciplinas: Abordagens técnicas contemporâneas, Dança Clássica, Danças Tradicionais e Populares, Ateliê de Repertórios, Elementos da Música, Ateliê de Experimentação e Composição, Elementos da Cena, Ateliê de Análise e Estudo de Obras Coreográficas, Introdução à História da Dança, Danças Urbanas e Introdução à Análise do Movimento.

Serviço:
Edital de Formação Básica em Dança 2019

Inscrições: Até 20 de janeiro
Período de seleção: 27 a 31 de janeiro
Resultado preliminar: 7 de fevereiro
Recurso: 10 a 14 de fevereiro
Resultado final: 21 de fevereiro
Matrículas novos alunos e início das aulas: 2 de março

Mais informações: 3105-1402

Publicado em Cultura
.

O Complexo Cultural Vila das Artes divulga o resultado das convocatórias referentes às atividades de reativação e estruturação da Escola Pública de Arte e Cultura Digital. Visando a ocupação do Centro Cultural Casa do Barão de Camocim com atividades voltadas para as artes visuais, as chamadas para credenciamento tiveram por objetivo a seleção de um coletivo de produção cultural e um coletivo de cobertura audiovisual e fotográfica.

Para os serviços de cobertura audiovisual e fotográfica, foi selecionada Brenda Kelvya Castro de Sousa (Coletivo Caixa Preta). A convocatória de coletivo em produção cultural, por sua vez, foi deserta. Por falta de candidatos inscritos, nenhum candidato foi selecionado pela equipe curatorial.

O processo seletivo, conduzido pelos curadores Eric Barbosa, Paulo Amoreira e Vitor Mesquita Vital, levou em conta a formação e a experiência dos candidatos, comprovadas por meio de apresentação de currículo e portfólio.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

A Escola

A Escola Pública de Arte e Cultura Digital (EPACD) da Vila das Artes tem como objetivo realizar programas, ações e projetos voltados para o setor de Arte e Cultura Digital e temas estratégicos relacionados na cidade de Fortaleza. Suas atividades aconteceram entre outubro de 2011 e setembro de 2012. Atualmente, está em fase de reestruturação.

Para atender de forma organizada às demandas de um setor tão amplo, a Escola busca se estruturar em três núcleos: Núcleo de Realidades Expandidas, Narrativas Híbridas e Games; Núcleo de Formação e Redes Colaborativas; e Núcleo de Tecnologia e Sustentabilidade.

Publicado em Cultura
,

A Vila das Artes dá início, nesta sexta-feira (10/01), ao período de inscrições do curso gratuito de iniciação teatral “Percursos Livres de Teatro”. Promovido pela Escola Pública de Teatro da Vila das Artes, o processo formativo é destinado a crianças e adolescentes com idades entre 8 e 14 anos. As inscrições devem ser realizadas online até 11 de fevereiro. Informações sobre procedimento de seleção de alunos constam no edital disponibilizado abaixo.

Clique aqui para acessar o Edital
Clique aqui para acessar a Ficha de Inscrição

O curso tem por objetivo permitir acesso à técnica em teatro e aos elementos da composição cênica (cenografia, iluminação, sonoplastia, figurinos e dramaturgia) a partir de jogos e exercícios com sons, luzes, tintas, materiais recicláveis, tecidos, palavras e diversos outros elementos.

Serão selecionados, no total, 40 alunos para compor turmas com aulas semanais ao longo de dois anos. Uma turma com 20 alunos é destinada a crianças de 8 a 10 anos, com aulas às terças e quintas-feiras, das 8h30 às 11h; a outra turma é para adolescentes de 11 a 14 anos, com aulas às segundas e quartas-feiras, também com 20 alunos e no mesmo horário.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Cronograma
Início das inscrições: 10/01
Fim das inscrições: 11/02
Seleção: 12 e 13/02
Resultado preliminar: 14/02
Período recurso: 17 a 21/02
Resultado final: 28/02
Início das aulas: 05/03

Mais informações: 3252-1444

Publicado em Cultura

A Vila das Artes abre inscrições, nesta quarta-feira (08/01), para duas novas oficinas do Programa de Férias da Escola Pública de Audiovisual. As oficinas “Introdução à preservação audiovisual de vídeo analógico e digital”, com Inês Aisengart, e “Caracterização: a alquimia na direção de arte”, com Guilherme Funari e Lia Damasceno, ocorrerão durante a semana de 20 a 24 de janeiro, das 9h às 13h e das 14h às 18h, respectivamente. As inscrições online devem ser realizadas até o dia 15/01. Cada atividade oferta 25 vagas e todas são destinadas a maiores de 18 anos.

Clique e se inscreva na oficina “Introdução à preservação audiovisual de vídeo analógico e digital”

Clique e se inscreva na oficina “Caracterização: a alquimia na direção de arte”, Guilherme Funari e Lia Damasceno

A oficina “Introdução à preservação audiovisual de vídeo analógico e digital” pretende, por meio de aulas teórico-práticas, tratar da história, conceitos e práticas da preservação audiovisual, com foco em formatos de vídeo analógico e digital. “O curso irá abordar tópicos como obsolescência de mídia, formatos de arquivo, gestão de dados digitais, suportes de armazenamento, ferramentas para o gerenciamento de documentos digitais pessoais, entre outros”, conta a preservacionista audiovisual Inês Aisengart.

A oficina “Caracterização: a alquimia na direção de arte”, por sua vez, irá trabalhar aspectos da direção de arte, como figurino, locações, cores, equipes e funções, orçamento, maquiagem, entre outros. “A alquimia a que nos referimos consiste em um conhecimento interdisciplinar acerca de técnicas e artesanias que misturam às tecnologias, intuição e conhecimentos ancestrais para se criar a atmosfera de uma narrativa audiovisual”, comenta Lia Damasceno, uma das ministrantes.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Sobre os ministrantes

Inês Aisengart é preservacionista audiovisual, com graduação em Cinema na UFF e mestrado em Heritage Studies: Preservation and Presentation of the Moving Image (Universidade de Amsterdam). Trabalha no setor de Preservação da Cinemateca Brasileira desde 2016 e é cocuradora da temática de Preservação da CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto desde 2017. Anteriormente, trabalhou por um ano no Eye Film Institute Netherlands e no Rio de Janeiro, nas áreas de preservação audiovisual, pesquisa, curadoria, produção, financiamento e produção editorial.

Guilherme Funari, desde sua chegada em São Paulo, em 2011, atuou em uma das companhias mais importantes da cena preta paulistana, a “Cia Os Crespos”. Ali se descobriu negro e teve sua visão de mundo revirada ao se dar conta dos anos que passou a se embranquecer. Como maquiador, assinou “O Último Trago”, “Clube dos Canibais” e “Sol Alegria”, os dois últimos concorrentes em várias categorias no Festival Internacional de Rotterdam. Atualmente, segue trabalhando no audiovisual como assistente de figurino de algumas séries, como “Coisa Mais Linda” e “Irmandade”, do Netflix, e “Segunda Chamada”, exibida pela Rede Globo.

Lia Damasceno é Mestre em Estética e História da Arte pelo Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (USP), onde agora cursa Doutorado. Graduada em Comunicação Social na Universidade Federal do Ceará (UFC), participou do coletivo Alumbramento como figurinista e cenógrafa. Em 2017, assinou o figurino da série da TV Brasil “Lana & Carol” e a assistência de figurino em parte da série “Aruanas” para a Rede Globo de Televisão. Trabalhou ainda em projetos de diversos grupos artísticos da cidade de São Paulo, como a Bienal de Dança de Santos, o videoclipe “Retrovisor” da cantora Céu, a turnê “20 anos” da Banda Cidadão Instigado, entre outros.

Serviço:
Oficina “Introdução à preservação audiovisual de vídeo analógico e digital”, com Ines Aisengart
Inscrições: até 15 de janeiro de 2020
Data de realização: de 20 a 24 de janeiro de 2020
Hora: das 9h às 13h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Gratuito

Oficina “Caracterização: a alquimia na direção de arte”, com Guilherme Funari e Lia Damasceno
Inscrições: até 15 de janeiro de 2020
Data de realização: de 20 a 24 de janeiro de 2020
Hora: das 14h às 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
Alunos de dança da Vila das Artes fazem alongamento durante aula.
A Escola Pública de Dança da Vila das Artes está com inscrições abertas, até o dia 20 de janeiro, para o Curso de Formação Básica em Dança 2020 (Foto: Thiago Matine)

A Prefeitura de Fortaleza realiza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), programação cultural diversa e gratuita em vários equipamentos e espaços públicos da capital cearense. Nesta semana, de segunda-feira a domingo (06 a 12/01), destacam-se a feira Mercado Coletivo, no Mercado dos Pinhões, e as atividades formativas do complexo cultural Vila das Artes.

Confira aqui a programação completa.

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes está com inscrições abertas, até o dia 20 de janeiro, para o Curso de Formação Básica em Dança 2020. Destinado a crianças e pré-adolescentes com idades entre 8 e 13 anos, a atividade tem por objetivo fornecer subsídios práticos e teóricos para o desenvolvimento criativo de obras coreográficas. O curso tem duração de seis anos e é inteiramente gratuito. O edital encontra-se disponível em www.viladasartefortaleza.com.br.

Também seguem com inscrições abertas duas oficinas pertencentes ao Programa de Férias da Escola Pública de Audiovisual. “Ler e criar a luz – Do sol ao estúdio, princípios e técnicas de iluminação no cinema”, com a condução de Flora Dias, e “Cinema de Invenção”, ministrada por Juliana Antunes, ocorrerão durante a semana de 13 a 17 de janeiro, das 9 às 13h e das 14h às 18h, respectivamente. Interessados em participar devem ter 18 anos ou mais e se inscrever até quinta-feira (09/01) também pelo site www.viladasartesfortaleza.com.br.

No sábado (11/01), o Mercado dos Pinhões recebe nova edição do Mercado Coletivo. A tradicional feira movimenta o mercado autoral e a economia criativa da Capital cearense, reunindo expositores de moda, arte, design, decoração, artesanato, música e gastronomia.

A programação ainda conta com o Cineclube da Vila das Artes apresentando mostra especial apenas com filmes de realizadores do bairro Bom Jardim; com o Festival Gastronômico no Mercado Cultural dos Pinhões; música instrumental no Passeio Público; visitação aberta ao público no Memorial do Paço; e atividades diversas nas bibliotecas públicas municipais.

Publicado em Cultura
.

A Vila das Artes realiza, por meio da Escola Pública de Audiovisual, mostra especial com o tema "Made In Bom Jardim". Ao longo do mês de janeiro, filmes de realizadores participantes do coletivo Bom Jardim Produções irão compor a programação do Cineclube Vila das Artes, em sessões gratuitas e abertas ao público, sempre às segundas-feiras, às 18h.

Em cada sessão, serão mescladas exibições de filmes antigos e recentes do coletivo. No último dia, a mostra apresenta obras realizadas por alunos do coletivo pertencentes à comunidade e encerra com a exibição de teasers e trailers dos futuros projetos do Bom Jardim Produções.

Proposta de curadoria vitoriosa na convocatória Telas Abertas, a mostra "Made In Bom Jardim" exibirá em janeiro os filmes "Botija" e "Jéssica" (06/01); "Apenas detalhes", "Presença do mal" e "A casa" (13/01); "O inferno é aqui", "A garotinha" e "Meus dias de bullying" (20/01); "Uma razão para viver", "Marcas", "Não Pare de sonhar", "Sempre comigo", "Vânia", e "Narradores Urbanos / Outro Olhar sobre o Grande Bom Jardim" (27/01).

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação:

06/01: Botija (Direção: Josenildo Nascimento / 2015 / Suspense / 64 min / 10 anos) e Jéssica (Direção: Gislândia Barros e Josenildo Nascimento / 2013 / Drama / 10 min /10 anos)

13/01: Apenas detalhes (Direção: Gislândia Barros e Josenildo Nascimento / 2011 / Romance / 60 min / Livre), Presença do mal (Direção: Gislândia Barros e Josenildo Nascimento / 2018 / Terror / 15 min / 12 anos) e A casa (Direção: Gislândia Barros e Josenildo Nascimento / 2016 / Terror / 6 min /12 anos)

20/01: O inferno é aqui (Direção: Gislândia Barros e Josenildo Nascimento / 2009 / Terror / 35 min / 14 anos), A garotinha (Direção: Josenildo Nascimento / 2018 / Suspense / 30min / 14 anos), e Meus dias de bullying (Direção: Bárbara Oliveira e Lília Souza / 2018 / Drama / 14 anos)

27/01: Uma razão para viver (Direção: Lilia Souza / 2019 / Drama / 20 min / Livre), Marcas (Direção: Gislândia Barros / 2018 / Drama / 28 min /14 anos), Não Pare de sonhar (Direção Coletiva / Documentário de Ficção / 20 min / Livre), Sempre comigo (Direção: Pedro Jorge e Claudiane Ferreira / 2016 / Suspense / 8 min / 10 anos), Vânia (Roteiro de Vitória Kayane / 2016 / Terror / 6 min / 12 anos) e Narradores Urbanos / Outro Olhar sobre o Grande Bom Jardim (Direção coletiva / 2017 / Documentário / 14min / Livre)

Serviço:
Cineclube Vila das Artes – Mostra "Made In Bom Jardim"
Data: segundas-feiras (06, 13, 20 e 27/01)
Hora: 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura

A Vila das Artes lança, nesta quinta-feira (02/01), dois novos cursos do Programa de Férias da Escola Pública de Audiovisual. As oficinas “Ler e criar a luz – Do sol ao estúdio, princípios e técnicas de iluminação no cinema”, com Flora Dias, e “Cinema de Invenção”, com Juliana Antunes, ocorrerão durante a semana de 13 a 17 de janeiro, das 9 às 13h e das 14h às 18h, respectivamente. Inscrições online devem ser realizadas até o 09/01. Cada atividade oferta 25 vagas e é destinada a maiores de 18 anos.

Clique e se inscreva na oficina “Ler e criar a luz – Do sol ao estúdio, princípios e técnicas de iluminação no cinema”

Clique e se inscreva na oficina “Cinema de Invenção”

A oficina “Ler e criar a luz” tem por objetivo trabalhar conceitos básicos da linguagem técnica para a análise de sistemas de iluminação, tendo por referência situações reais, e desenvolver ferramentas para a concepção e de novos sistemas a partir do conhecimento de equipamentos e práticas. “Após uma completa introdução teórica, com referências audiovisuais e pictóricas, os estudantes serão orientados em uma oficina prática de iluminação de uma cena. Da luz do sol à artificialidade radical da luz, o curso visa autonomia criativa pelo domínio e também pela subversão da técnica”, explica a ministrante da oficina, Flora Dias.

Em “Cinema de Invenção”, Juliana Antunes proporciona aos alunos e alunas ferramentas para a direção de ficção, documentário e filmes híbridos para o cinema. “Os participantes poderão tanto desenvolver uma nova ideia quanto trabalhar com algum projeto que já tenham de antemão. Não é necessário ter dirigido filmes anteriormente, mas é recomendável ter cinefilia”, explica ela.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Sobre as ministrantes

Flora Dias é diretora e diretora de fotografia, de São Paulo. Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal Fluminense (2010) com especialização em Imagem na École Nationale Louis Lumière (França). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Artes, atuando principalmente nos seguintes temas: cinema, imagem, fotografia, feminismo e território. Como fotógrafa, vem desenvolvendo seu trabalho em curtas e longas-metragens desde 2009. Como diretora, é responsável pelo longa-metragem "O Sol contra os Meus Olhos". Seu segundo projeto de longa de ficção, “O Estranho", participou do 2º Encontro Internacional de Co-Produção LoboLab durante o 31º Festival de Mar del Plata e do 8º Laboratório de Desenvolvimento de Novas Histórias em São Paulo.

Juliana Antunes dirigiu, produziu e roteirizou o longa-metragem “Baronesa”, exibido em mais de 100 festivais pelo mundo. O filme conquistou 20 prêmios nacionais e internacionais. Entre os anos de 2017 e 2018, venceu os festivais de Havana, FIC Valdívia, Indie Lisboa, FIDMarseille, Tiradentes, DOC Montevideo e Ourense. O longa também foi eleito melhor Opera Prima pela revista La Internacional Cinefilia, de Roger Koza.

Serviço:
Oficina “Ler e Criar Luz – Do sol ao estúdio, princípios e técnicas de iluminação no cinema”, com Flora Dias
Inscrições: até 9 de janeiro de 2020, em www.viladasartesfortaleza.com.br
Data de realização: de 13 a 17 de janeiro
Hora: das 9h às 13h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Gratuito

Oficina “Cinema de Invenção”, com Juliana Antunes
Inscrições: até 9 de janeiro de 2020, em www.viladasartesfortaleza.com.br
Data de realização: de 13 a 17 de janeiro
Hora: das 14h às 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura