Para aproximar os serviços da população, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) informa que se encontra em funcionamento desde a última quarta-feira (16/08) uma nova Central de Atendimento no Shopping Del Paseo. A iniciativa objetiva facilitar a resolução de toda e qualquer pendência relacionada ao órgão de trânsito, consolidando-se como mais um canal de comunicação com o usuário.
 
Com capacidade ampla, o espaço está localizado no Primeiro Andar do Subsolo (1º SS) do shopping. São disponibilizados diversos serviços: antecipação de penalidade, defesa de autuação, indicação de condutor, recurso à Jari e ao Cetran, credenciamento de idosos e deficientes, além de solicitações de sinalização, semáforo e fiscalização, dentre outros. 
 
Segundo o superintendente da AMC, Arcelino Lima, a ideia é descentralizar o atendimento. “Pretendemos chegar mais perto do cidadão, evitando grandes deslocamentos. Essa é mais uma opção de acesso aos serviços do órgão. Através dessa Central, moradores da Aldeota e adjacências poderão solucionar suas demandas com maior agilidade”, adianta.
 
Situado em um espaço com facilidade de estacionamento, o novo posto funciona de segunda a sexta-feira, de 10 às 17h30. Além dessa alternativa, os cidadãos ainda podem realizar os mesmos serviços na Central de Atendimento do Bairro de Fátima, no Shopping RioMar, no Vapt-Vupt de Messejana e do Antônio Bezerra. Já quem prefere maior comodidade, a opção é acessar ao site da Prefeitura de Fortaleza e efetuar o procedimento de modo online, através de uma simples tela de computador, sem sair de casa.
 
Publicado em Mobilidade

Religiosos devem se reunir em nome da fé na 15ª Caminhada com Maria, realizada nesta terça-feira (15/08), data em que é celebrado o dia de Nossa Senhora da Assunção, Padroeira de Fortaleza. O evento, que já faz parte do calendário católico da cidade, contará com o apoio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) para garantir o controle do tráfego e a segurança dos fiéis. Ao todo, serão disponibilizados 120 agentes do órgão e 40 orientadores do Via Livre distribuídos em 30 viaturas e 60 motocicletas.

A operação será iniciada às 7h com o isolamento do Santuário de Nossa Senhora da Assunção, no bairro Vila Velha, onde acontece a concentração. Após a saída do cortejo, previsto para 14h, batedores e viaturas do órgão acompanharão a procissão que sairá do santuário em direção à Catedral Metropolitana, no Centro, realizando bloqueios temporários e desvios necessários, de acordo com o avanço da caminhada.

Em virtude do evento, a Av. Leste-Oeste será interditada a partir de 13h em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a ponte do Rio Ceará e a Av. Senador Robert Kennedy, com bloqueios ao longo das ruas Estevão de Campos, Gomes Passos, Jacinto Matos e Filomeno Gomes. A opção de desvio para quem trafega na avenida é seguir pelas vias Santa Elisa (Vila do Mar) ou Francisco Sá.

A AMC orienta que os veículos evitem trafegar na Av. Leste-Oeste e vias adjacentes no período de 13h às 20h. O tráfego será liberado à medida que a caminhada for prosseguindo. Ao chegar na Catedral, agentes de trânsito promoverão o isolamento das ruas de acesso onde ocorrerá a missa campal e permanecerão no local até a dispersão total do público.

Percurso

O trajeto começa na Av. Dom Aloísio Lorsheider, segue pela Av. Benu Marcondes, Av. Mozart Pinheiro Lucena, passa pela Av. Desembargador Hermes Paraíba, Av. Coronel Carvalho, Av. Radialista José Lima Verde, R. Estevão de Campos, R. Peri, trafega por toda a Av. Leste-Oeste e Av. Alberto Nepomuceno.

Reforço da frota de coletivos

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) reforçará a frota de ônibus com 70 coletivos extras distribuídos entre os sete terminais de integração, Praça da Estação e Praça do Coração de Jesus, a partir de 8h da manhã até meia-noite. A partir de 18h, vinte ônibus estarão concentrados na Praça da Estação e três na Praça Coração de Jesus, para fazer o percurso do público de volta para casa.

Publicado em Mobilidade
AMC
Projeto é realizado em conjunto pelos núcleos de educação, operação e fiscalização da AMC

Com o retorno às aulas em agosto, a Prefeitura de Fortaleza intensifica as ações de trânsito no entorno das principais instituições de ensino para disciplinar a circulação e incentivar um maior respeito às normas de convivência urbana durante o embarque e desembarque dos alunos nos colégios. A ação é desenvolvida pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), devendo ser iniciada nesta terça-feira (01/08).

Intitulado “AMC nas Escolas”, o projeto é realizado em conjunto pelos núcleos de educação, operação e fiscalização do órgão. A novidade é a presença de orientadores de tráfego provenientes de empresas especializadas que também vão auxiliar no ordenamento do trânsito nos pontos considerados mais críticos, complementando a atuação dos agentes e educadores.

A abordagem acontece sempre nos horários de maior fluxo de veículos e pedestres, nos turnos da manhã e da tarde: entre 6h30 e 8h e de 11h às 12h30. Segundo o gerente de Operação e Fiscalização da AMC, Disraelli Brasil, a medida mescla o trabalho de orientação e educação com o de coibir as irregularidades. “A ação vai gerar impacto no tráfego de passagem, facilitando o deslocamento de pessoas que passam por esses locais e são muitas vezes prejudicadas pelo congestionamento gerado por quem estaciona indevidamente na porta das escolas”, reforça.  

O foco principal da abordagem são os pais, que devem receber orientações sobre as infrações que mais comprometem a fluidez viária e a segurança dos transeuntes. Estacionar em fila dupla, em local proibido ou nas esquinas, não utilizar o cinto de segurança ou transportar crianças sem observância das normas de segurança são posturas indevidas que precisam ser evitadas.

Para o gerente de Educação da AMC, Nertan Rocha, a atividade é uma maneira de se aproximar cada vez mais da população estimulando uma mudança de cultura nos condutores. “Ao presenciarem uma ação como essa, as crianças acabam cobrando dos próprios pais um comportamento mais adequado, sempre seguindo as diretrizes do Código de Trânsito Brasileiro (CTB)”, pontua o coordenador.

Publicado em Mobilidade

Além da rotina diária de controlar o tráfego, coibir práticas irregulares de motoristas e prestar atendimento a acidentes, funções de inegável importância para a mobilidade das pessoas e da Cidade, os agentes de trânsito também ajudam a salvar vidas ao fornecer apoio para o transporte de órgãos entre hospitais de Fortaleza. Afinal, um minuto na vida de quem espera por um transplante faz toda a diferença.

De janeiro de 2016 até julho deste ano, 26 órgãos foram transportados com o suporte de motociclistas batedores da Autarquia Municipal de Trânsito e de Cidadania (AMC). Grande parte foi captada no Instituto Dr. José Frota (IJF), Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Albert Sabin e Unimed, sendo encaminhada para o Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, mais conhecido como Hospital do Coração.

O suporte dado à realização de transplantes varia desde o auxílio ao trabalho de escolta com agentes realizando bloqueios provisórios nas vias transversais ao controle dos semáforos centralizados, que possibilitam maior fluidez do tráfego com a programação da “onda verde” durante os percursos. À medida que o comboio se aproxima dos equipamentos semafóricos, o tempo do sinal é alterado para permanecer no estágio verde. Com essa sincronia aliada ao apoio dos agentes, é possível otimizar os deslocamentos do Centro a Messejana, por exemplo, em até sete minutos.

Segundo o superintendente da AMC, Arcelino Lima, esse tipo de trabalho é fundamental para preservar vidas. “Uma atividade de escolta exige a atuação de profissionais bem treinados e capacitados. Por isso, estamos sempre investindo na qualificação profissional dos agentes de trânsito, tornando-lhes capazes de tomar decisões rápidas em situações de emergência. Muitas vidas já foram salvas pela atuação desses servidores, que não medem esforços para ajudar a quem precisa”, defende.

Dos 70 motociclistas operacionais que compõem o corpo técnico do órgão, cerca de 30 estão aptos a exercer esse tipo de função. “É gratificante saber que nosso trabalho é capaz de colaborar na recuperação de pessoas doentes, muitas vezes até desacreditadas. A sensação é ainda melhor quando chegamos ao hospital e encontramos a família daquele enfermo com um sorriso no rosto e o olhar cheio de esperança aguardando pelo órgão”, relata Agamenon Pergentino, mais antigo batedor da Autarquia e instrutor responsável pela formação dos demais companheiros. 

Para acionar esse tipo de serviço, após a família autorizar a doação do órgão, a Central de Transplantes deve entrar em contato com a AMC. Numa operação como essa, seis motociclistas batedores são suficientes para garantir a rapidez no trajeto e, consequentemente, dar nova chance de vida a quem necessita.

Transporte de coração
Em 90% dos casos, a AMC auxilia no deslocamento de coração, órgão que desde a retirada, o transporte e a implantação no paciente até voltar a bater não pode ultrapassar o tempo de quatro horas. Por isso, a agilidade é fator preponderante para o sucesso de um transplante.

Referência nacional no atendimento cardiovascular, o Hospital do Coração possui um serviço atuante de transplante cardíaco. A unidade também faz transplante de pulmão e atende pacientes dos 184 municípios cearenses e das regiões Norte e Nordeste do País.  

 
Publicado em Mobilidade

Consolidada como a maior micareta fora de época do País, o Fortal já integra o calendário cultural e turístico da Cidade trazendo grandes nomes do axé, sertanejo e forró em quatro dias de pura diversão. E neste ano, mais uma vez, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), dará todo o suporte operacional ao avento, controlando o tráfego e assegurando o ir e vir do público durante a festa.

Para facilitar o acesso dos foliões, um efetivo diário de 108 agentes e orientadores cidadãos atuará nas proximidades da Cidade Fortal. Quarenta e cinco ônibus extras reforçarão a frota de coletivos para atender a demanda, fazendo a ligação direta entre o Terminal do Papicu e o local do evento.

Trânsito
A operação de trânsito será iniciada a partir de meio-dia com o monitoramento do tráfego e coibição de estacionamento irregular na Av. Aldy Mentor e nos principais rotas de chegada e saída da Cidade Fortal. Agentes e orientadores cidadãos irão trabalhar em conjunto para otimizar o deslocamento do público.

Como não está prevista nenhuma interdição viária, os condutores poderão deixar seus veículos no estacionamento privado disponível no próprio local do evento. Dependendo da estimativa do público, a Autarquia poderá desviar o tráfego da Av. das Castanholeiras para a Av. Santos Dumont no intuito de desafogar o trânsito. Dois reboques estarão à disposição dos agentes, caso haja cometimento de infração.

A AMC orienta que os foliões utilizem táxi ou transporte coletivo para chegar à Cidade Fortal e alerta, aos que optarem por utilizar veículo particular, que não dirijam sob efeito de álcool, estacionem apenas em locais permitidos e saiam de casa com antecedência para evitar maiores transtornos.

Operação Cidadã
A organização do Fortal foi uma das primeiras a aderir a “Operação Cidadã”, que estabelece a contratação de orientadores de tráfego para auxiliar os agentes de trânsito durante eventos com grande demanda de público. Portanto, esses profissionais vão auxiliar a travessia de pedestres e o disciplinamento da circulação devidamente supervisionados pelos agentes da AMC.

Transporte Coletivo
A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) intensificará a frota de ônibus com o acréscimo de 45 carros reservas que irão fazer a ligação direta do Terminal do Papicu ao local do evento. A operação começa a partir de 14h na próxima quinta-feira (20/07) e vai até domingo (23/07).

Nos dias do evento, a Etufor ampliará os horários de 11 linhas e prolongará o itinerário de três linhas em direção à Cidade Fortal: 831- Papicu/Hospital Geral/Cidade 2000, 832- Papicu/Cidade 2000 e 833- Cidade 2000/Centro. Além disso, a linha Especial 840 - Papicu/Fortal entrará em operação a fim de atender a demanda, interligando o Terminal Papicu e a Cidade Fortal. Os ônibus da linha especial ficarão à disposição do controle operacional do Terminal do Papicu.

Durante o período do evento, a Divisão de Operações (Diope) da Etufor coordenará a operação dos carros reservas nos terminais. O atendimento ao evento será realizado por meio da ligação direta do Terminal de Integração do Papicu à Cidade Fortal e o prolongamento de onze linhas que interligam os Terminais de Integração, uma vez que o Sistema de Transporte Coletivo permite, por meio da integração física e tarifária, uma boa mobilidade.

Prolongamentos provisórios dos horários de 11 (onze) linhas nos dias de evento:

027 - Siqueira/Papicu/Aeroporto
028 - Antônio Bezerra/Papicu
030 - Siqueira/Papicu/13 de Maio
041 - Parangaba / Oliveira Paiva / Papicu
042 - Antônio Bezerra/Francisco Sá/Papicu
045 - Cj Ceará/Papicu/Montese
051 - Grande Circular I
052 - Grande Circular II
076 - Cj Ceará/Aldeota
092 - Antônio Bezerra / Papicu / Praia de Iracema
804 - Aldeota

Os veículos das linhas abaixo deverão cumprir o seguinte prolongamento de itinerário:

831- Papicu/Hospital Geral/Cidade 2000
832- Papicu/Cidade 2000
833- Cidade 2000/Centro

Linhas Corujões que atendem no horário de 00h às 04h e integram no Terminal do Papicu:

023 – Corujão/Edson Queiroz/Papicu
034 – Corujão/Av. Paranjana I
035 – Corujão/Av. Paranjana II
036 – Corujão/Conjunto Ceará/Montese
037 – Corujão/Conjunto Ceará/Aldeota
048 – Corujão/Parangaba/Papicu
054 – Corujão / Praia do Futuro / Caça e Pesca
055 – Corujão / Grande Circular I
056 – Corujão / Grande Circular II

Publicado em Mobilidade
Motociclista
Condutores recebem informativos para prevenir colisões e evitar lesões graves

Em alusão ao Dia Nacional do Motociclista, comemorado no dia 27 de julho, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Gerência de Educação da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), programou uma semana de ações educativas direcionadas aos condutores e passageiros de motocicletas que são os agentes mais vulneráveis a acidentes de trânsito.

A abertura acontece nesta quinta-feira (20/07), com o projeto “Motociclista Prudente: quem é consciente não se envolve em acidente”. A abordagem se inicia ao lado da Escola de Mobilidade Urbana, na Via Expressa com Rua Major Virgílio Borba, mas se repete durante toda a semana em locais diferentes.

Na oportunidade, os condutores recebem informativos para prevenir colisão e consequentemente evitar lesões graves. O principal objetivo é alertar quanto ao uso do capacete de segurança, que quando afivelado corretamente, reduz em até 40% o número de mortes e em 70% a probabilidade de lesões graves.

Redução de mortes
Pela primeira vez em quinze anos, o número de mortes no trânsito de Fortaleza foi abaixo de 300. Segundo dados preliminares do Relatório Anual de Acidentes de Trânsito, foram registrados 278 acidentes fatais no ano passado, cerca de 27% a menos que em 2011, considerando todos os atores. A expectativa é que essa estatística ainda reduza mais. Por isso, as ações educativas, de fiscalização e de engenharia de tráfego vêm sendo intensificadas.

Confira a programação:

Quinta-Feira (20/07) 
Escola de Mobilidade Urbana – Via Expressa com Rua Major Virgílio Borba - 8h

Sexta-Feira (21/07) 
Av. Godofredo Maciel (no recuo da Lagoa) – a partir de 14h

Sábado (22/07) 
Rua Clarindo de Queiroz – entre a Rua Senador Pompeu e a Av. Tristão Gonçalves – 9h

Segunda-Feira (24/07) 
Rua Padre Pedro de Alencar, número 1130, Messejana – 14h30

Terça-Feira (25/07) 
Av. A, número 800, Conjunto Ceará – em frente ao Supermercado do O Povo – 9h

Quarta-Feira (26/07) 
Av. Monsenhor Tabosa, número 1181, Praia de Iracema – 8h30

Quinta-Feira (27/07) 
Escola de Mobilidade Urbana – Via Expressa com Rua Major Virgílio Borba

Publicado em Mobilidade

Como parte da campanha “Se beber, não dirija”, lançada pela Prefeitura de Fortaleza em parceria com a Bloomberg Philanthropies, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) está intensificando a fiscalização para coibir a prática arriscada de misturar álcool e direção. O objetivo é demonstrar que mesmo uma pequena dose de bebida alcoólica pode comprometer os reflexos e a concentração do condutor, contribuindo para a ocorrência de acidentes graves e fatais. No ano passado, 278 pessoas morreram no trânsito de Fortaleza.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), um condutor que desrespeita a lei com um copo de cerveja, por exemplo, tem três vezes mais chance de morrer em um acidente do que um condutor sóbrio. Portanto, ao aplicar as leis de trânsito, espera-se promover uma maior conscientização da população e o mais importante: preservar vidas.

Durante a fiscalização, equipes itinerantes percorrem pontos de maior concentração de bares e áreas de grande acidentalidade viária coibindo a irregularidade. As ações são contínuas, devendo ocorrer de segunda a domingo por meio de um trabalho em conjunto que envolve a AMC, Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Policiamento Ostensivo da Capital e Guarda Municipal.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) a tolerância de álcool é zero. Conduzir veículo automotor sob influência de álcool é uma infração de natureza gravíssima X 10, multa no valor de R$ 2.934,70, recolhimento e suspensão da habilitação por 12 meses e retenção do veículo até apresentação de outro condutor habilitado apto a conduzir o veículo. Se a concentração for igual ou superior a 0,30 miligramas de álcool por litro de ar alveolar ou o motorista tenha sinais que indiquem alteração de capacidade psicomotora, o mesmo ainda poderá ser preso. A pena varia de seis meses a três anos.

Em 2016, foram autuados pelos órgãos de trânsito de Fortaleza, AMC, Detran e PRE, um total de 8.718 condutores por dirigir sob efeito do álcool ou por se recusar a fazer o teste do bafômetro.

Ação educativa
Além da fiscalização, haverá abordagem educativa em bares e restaurantes da cidade para alertar o público sobre os riscos dessa combinação perigosa. Educadores de trânsito visitarão locais devidamente identificados distribuindo informativos e esclarecendo as principais dúvidas dos clientes.

Segundo o superintendente do órgão, Arcelino Lima, essa é uma tentativa de aproximar cada vez mais a AMC da população, destacando o papel do educador de trânsito diante de uma temática de extrema importância para a sociedade. “O condutor precisa ter em mente que, sob a ingestão do álcool, ele tanto pode causar um acidente como também ser vítima. O trabalho educativo vem sendo intensificado justamente para promover uma maior conscientização nas pessoas e evitar que mais vidas se percam”, defende.

Publicado em Mobilidade

Para viabilizar as obras de drenagem no Centro da Cidade, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) interditará a Rua Pedro I, no trecho compreendido entre as ruas Solon Pinheiro e Assunção. Essa é a primeira etapa da intervenção que se inicia nesta segunda-feira (03/07), visando solucionar um problema histórico de alagamento naquela região.

O órgão sugere que os veículos que trafegam pela Av. Duque de Caxias, sentido Aldeota/Centro, dobrem à direita na Rua Floriano Peixoto e à esquerda na Rua Pedro I. Já os condutores que vêm pela Rua Solon Pinheiro devem entrar à esquerda na Av. Duque de Caxias, à direita na Rua Floriano Peixoto, retornando para a Rua Pedro I. Agentes de trânsito darão suporte operacional à obra.

Em virtude da interdição, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) vai alterar o itinerário das linhas (501) Bairro de Fátima, (503) Av. 13 de Maio/Rodoviária I, (504) Av. 13 de Maio/Rodoviária II, (600) Messejana/Centro/Frei Cirilo, (603) Jardim Uniã/Centro, (604) Dias Macedo/Centro, (605) José Walter/BR 116/Av. I, (606) José Walter/BR 116/Av. N, (613) Barroso/Jardim Violeta, (625) Parque Manibura/Borges de Melo, (633) Passaré/Centro, (650) Messejana/Centro/BR Nova/Expresso, (660) Cj. Palmeiras/Centro, (665) Messejana/Centro (Corijão), (666) Jardim Castelão, (670) Sítio São João/BR Nova/Expresso, (660) Cj. Palmeiras/Centro, (665) Messejana/Centro (Corujão), (666) Jardim Castelão, (670) Sítio São João/Centro/Expresso e (702) Ant. Sales/Dionísio Torres.

Confira os desvios dos ônibus:

- As linhas (503) Av. 13 de Maio/Rodoviária I, (605) José Walter/BR 116/Av. I, (606) José Walter/BR 116/Av. N e (625) Parque Manibura/Borges de Melo, quando trafegarem no sentido centro/bairro, devem desviar o percurso pela Rua Solon Pinheiro, Av. Duque de Caxias, Rua Barão do Rio Branco e Rua Pedro I, seguindo roteiro vigente.

- As linhas (501) Bairro de Fátima e (702) Ant. Sales/Dionísio Torres, quando trafegarem no sentido centro/bairro, devem seguir pela Rua Solon Pinheiro, Av. Duque de Caxias, Av. Visconde do Rio Branco, Rua Clarindo de Queiroz e Rua Assunção, seguindo percurso original.

- As linhas (504) Av. Treze de Maio/Rodoviária II, (603) Jardim União/Centro, (613) Barroso/Jardim Violeta, (660) Cj. Palmeiras/Centro, (666) Jardim Castelão e (670) Sítio São João/Centro/Expresso, quando trafegarem no sentido centro bairro, devem trafegar pelas ruas Solon Pinheiro, Av. Duque de Caxias e Av. Visconde do Rio branco, seguindo o itinerário oficial.

- As linhas (600) Messejana/Centro/Frei Cirilo, (604) Dias Macedo/Centro, (633) Passaré/Centro, (650) Messejana/Centro/BR Nova/Expresso e (665) Messejana/Centro (Corujão), quando trafegarem no sentido centro/bairro, devem seguir pela Rua Rocha Lima, Rua Dona Leopoldina, Av. Heráclito Graça, Av. Duque de Caxias, Terminal Coração de Jesus e Rua Pedro I.

A obra

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf), o projeto prevê a implantação de um sistema de drenagem na Rua Pedro I, no trecho entre as ruas Floriano Peixoto e Solon Pinheiro, com a construção de 20 bocas de lobo e 180m de galeria de drenagem.

O novo sistema irá facilitar o escoamento das águas pluviais com direcionamento para o Riacho Pajeú. O projeto prevê ainda a recuperação de todo o pavimento danificado, com a implantação de 720 m² de nova pavimentação asfáltica ao longo de toda a Rua Pedro I.

Publicado em Mobilidade
Prefeito Roberto Cláudio concede entrevista em estúdio de rádio
Segundo o Prefeito, até o mês de agosto o abastecimento de remédios nos postos de saúde de Fortaleza deverá ser normalizado

O prefeito Roberto Cláudio anunciou, durante entrevista ao Programa Paulo Oliveira, da Rádio Verdes Mares 810, na manhã desta terça-feira (27/06), que até o mês de agosto o abastecimento de remédios nos postos de saúde de Fortaleza deverá ser normalizado, ao mesmo tempo em que anunciou a implantação da Ouvidoria Eletrônica em todas as unidades. Ao responder perguntas do apresentador Paulo Oliveira e do jornalista Tom Barros e dos ouvintes da emissora, Roberto Cláudio abordou, entre outros assuntos, a questão das câmeras de videomonitoramento de trânsito, além da recuperação da malha viária e melhorias nos postos de saúde da Capital.

O prefeito destacou que as autoridades do setor estão em uma verdadeira cruzada para alcançar a redução nas mortes de trânsito em Fortaleza. Até 2014, a cidade registrava mais de 300 mortes por ano, número considerado elevadíssimo pelos especialistas da área. A partir de 2015, a Prefeitura iniciou um plano de ações desenvolvido em parceria com a Fundação Bloomberg Philanthropies para melhorar a segurança viária na Capital. No primeiro ano das ações, as mortes no trânsito foram reduzidas em 37%. “Muitas dessas ações são educativas, mas as de fiscalização têm o papel duplo de regularizar o trânsito e salvar vidas. As mortes acontecem, em boa parte, por razões que poderiam ser prevenidas como a velocidade acima do limite permitido, ultrapassar sinais vermelhos e a combinação álcool e direção”, explicou o Prefeito.

Câmeras de videomonitoramento

O prefeito Roberto Claudio destacou que a Prefeitura de Fortaleza segue orientação da Política Nacional de Segurança Viária no que se refere às câmeras de videomonitoramento que são regulamentadas pelo Código de Trânsito Brasileiro. Os equipamentos têm como único objetivo prevenir acidentes e reduzir o número de mortes. “Tão importante quanto fiscalizar, é mudar a educação de quem dirige. A mensagem de texto no celular é, hoje, uma das principais causas de acidentes. São quatro segundos que você desvia a atenção e não freia como deveria para evitar uma batida”, destacou o prefeito.

Malha viária

Com relação à recuperação asfáltica da malha viária, o Prefeito informou que os trabalhos foram iniciados em abril e que durante 30 dias, a operação foi reduzida em virtude das chuvas que se estenderam até junho com muita intensidade em Fortaleza. “Hoje, nós temos nove equipes que trabalham simultaneamente nas principais vias da cidade, especialmente naquelas integrantes dos corredores de transporte público. Até agosto, as equipes trabalharão em ritmo acelerado. Depois disso, elas serão reduzidas para continuar fazendo apenas a manutenção e conservação das ruas e avenidas de Fortaleza”, comentou o gestor.

Avenida Sargento Hermínio

Perguntado sobre o alargamento da Avenida Sargento Hermínio, obra iniciada ainda na gestão do ex-prefeito Juraci Magalhães, o prefeito Roberto Claudio esclareceu que a via custaria R$ 25 milhões, entre desapropriações e pavimentação em um trecho de 3 quilômetros. Por isso, a Prefeitura de Fortaleza está estudando duas medidas para melhorar o trânsito na Avenida Hermínio, já que não existem recursos em caixa para essa etapa das obras. “O primeiro projeto seria um novo financiamento para que as obras acontecessem no segundo biênio da gestão. O segundo projeto, que já está em estudo, diz respeito à instalação de um binário, em uma via, paralela à avenida para desafogar o tráfego” explicou o prefeito.

Saúde

No campo da saúde, o prefeito de Fortaleza esclareceu que a prioridade no momento, neste primeiro ano do segundo mandato, é regularizar o estoque dos 84 medicamentos da atenção primária nos postos de saúde. “A data para que isso comece a acontecer está mantida. A partir do dia 31 de julho, a população terá acesso aos medicamentos básicos. Hoje, 70 desses medicamentos já estão com os estoques regularizados. Para garantir esse estoque, a Prefeitura de Fortaleza trabalha com duas frentes para adquirir os medicamentos, além da compra pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH)”, afirmou.

Além disso, ainda no mês de julho, será inaugurada a primeira Central de Distribuição de Medicamento no Terminal do Antônio Bezerra e, até o final do ano, todos os sete terminais da Capital receberão o equipamento que terá como função garantir o reforço da distribuição dos medicamentos básicos.

A grande novidade na área da saúde, diz respeito à instalação de totens nos postos de saúde da Capital em que será instalada a Ouvidoria Eletrônica. Através de uma pesquisa no próprio posto, o usuário poderá dizer se houve demora no atendimento, como foi atendido e se o posto entregou o medicamento, dentre outras questões. “Essa análise será enviada diretamente para a Secretaria Municipal de Saúde. Só assim, saberemos como está o atendimento na ponta, na hora que o paciente finaliza todos os procedimentos de consulta”, concluiu o prefeito Roberto Cláudio.

Publicado em Gestão

Tradicional festa que integra o calendário cultural da cidade, o São João de Fortaleza começa nesta sexta-feira (23/06) e vai até domingo (25/05) com a promessa de animar o público com diversos estilos musicais no Aterro da Praia de Iracema. Para controlar o tráfego no entorno do evento e garantir a segurança dos pedestres, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), disponibilizará um efetivo diário de 52 agentes.

Com início previsto para 6h, a primeira ação do órgão será coibir o estacionamento na Av. Historiador Raimundo Girão, em frente ao Aterro, no trecho compreendido entre a Rua Ildefonso Albano e Av. Rui Barbosa. A mesma operação acontecerá nas vias transversais situadas dentro desse limite.

A previsão de bloqueio é às 15h, mas pode mudar conforme a demanda dos participantes. Os agentes de trânsito vão interditar a Av. Historiador Raimundo Girão, entre a Rua Ildefonso Albano e Av. Rui Barbosa, assim como os cruzamentos da Av. Monsenhor Tabosa com as vias Carlos Vasconcelos e Barão de Aracati.

A opção de desvio para quem segue no sentido Centro/Aldeota é pela Ildefonso Albano. Já para quem trafega no sentido contrário, Aldeota/Centro, a alternativa é utilizar a Av. Rui Barbosa. Ao final do evento, o efetivo da AMC permanecerá distribuído no local para auxiliar os condutores e promover o controle do fluxo veicular.

Transporte coletivo
Em virtude da realização do São João de Fortaleza, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) organiza, de 16h até às 6h do dia seguinte, uma programação especial de 95 ônibus extras nos terminais de integração. Reforçando as 20 linhas que passam pelo local, serão reservados 29 ônibus no Terminal da Parangaba e Antônio Bezerra, 12 no Siqueira, 13 no Papicu, dois para o Terminal da Lagoa e do Conjunto Ceará e oito na Messejana. Os usuários podem utilizar o transporte coletivo, evitando dirigir-se ao local em veículo particular, usufruindo da integração por meio de Bilhete Único. 

Publicado em Mobilidade