criança andando de bicicleta
Pais e mães também poderão brincar com os filhos no Minicircuito de Bike Infantil, atividade que ensina as normas de trânsito para a garotada de maneira lúdica (Foto: Thiago Gaspar)

A Prefeitura de Fortaleza preparou uma série de atividades para a edição da Ciclofaixa de Lazer deste domingo (20/03). Além das rotas disponíveis de 6h às 12h, o Parque Rachel de Queiroz e a Cidade da Criança recebem ações educativas para ciclistas e toda a família.

Educadores de trânsito da AMC vão atuar nos dois pontos de apoio a partir de 8h com a distribuição de plaquinhas que incentivam o respeito aos usuários do modal. Pais e mães também poderão brincar com os filhos no Minicircuito de Bike Infantil, atividade que ensina as normas de trânsito para a garotada de maneira lúdica.

No Parque Rachel de Queiroz, a Secretaria Regional 3 realizará diversas atividades, como aula de ritmos. Uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estará disponível para atender os ciclistas.

O Anfiteatro do Parque do Cocó e a Igreja Nossa Senhora Aparecida são os outros dois pontos de apoio da Ciclofaixa de Lazer. Agentes da AMC, da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e da Guarda Municipal de Fortaleza darão suporte aos ciclistas ao longo dos 26 km das três rotas.

Rota leste

A rota leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção à Cidade da Criança, passando pelo ponto de apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Sebastião de Abreu até a Rua Andrade Furtado, seguindo pela Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Av. Antônio Justa, Av. Abolição, Av. Beira-Mar (podendo acessar pela ciclovia paisagística para o Mercado dos Peixes), Av. Historiador Raimundo Girão, Av. Alberto Nepomuceno, Rua Dr. João Moreira, Rua Floriano Peixoto, Rua Pedro Pereira até a Cidade da Criança.

Rota oeste

A rota oeste vai ligar o Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy, à Cidade da Criança e à Av. Beira-Mar. O circuito passará pela Rua Braz de Francesco, Av. Bezerra de Menezes, Rua Justiniano de Serpa, Av. Domingos Olímpio, onde poderá se conectar com a rota sul, pela Rua General Sampaio, seguindo pela Rua Pedro Pereira até a Cidade da Criança ou seguir até a Rua Carlos Vasconcelos em direção à Av. Beira-Mar (ciclovia paisagística), onde se conectará com a rota leste, em direção à Cidade da Criança ou ao Parque do Cocó.

Rota sul

A rota sul vai ligar a Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese, à Cidade da Criança. O percurso partirá da Av. Professor Gomes de Matos, Rua Jorge Dumar, Av. Eduardo Girão, Av. da Universidade, Av. Domingos Olímpio - onde se conectará com a rota oeste, em direção a Av. Beira-Mar (ciclovia paisagística), Rua Carlos Vasconcelos, Rua General Sampaio, Rua Pedro Pereira seguindo para a Cidade da Criança e se conectando à rota leste em direção a Av. Beira-Mar e ou ao Parque do Cocó.

Publicado em Mobilidade
ambulâncias estacionadas em fileira
A nova base ficará dentro do Terminal da Parangaba (Regional IV) e contará com duas ambulâncias de suporte básico e duas motolâncias

O prefeito Roberto Cláudio inaugura, nesta quarta-feira (30/10), às 16h, a oitava base descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A nova base ficará dentro do Terminal da Parangaba (Regional IV) e contará com duas ambulâncias de suporte básico e duas motolâncias. A solenidade contará com a participação da secretária da Saúde, Joana Maciel, do coordenador dos Hospitais e Unidades Especializadas, Romel Araújo, e do gerente do Samu Fortaleza, Frederico Arnaud.

Até o fim de 2020, a população de Fortaleza contará com 15 bases descentralizadas do Samu 192, incluindo os terminais do Antônio Bezerra, Messejana, Siqueira e Conjunto Ceará, onde o serviço também será implantado, garantindo a distribuição das ambulâncias em locais estratégicos da Cidade, de forma especial, as que são classificadas como grave e que trazem risco de vida ao cidadão.

O objetivo é diminuir o tempo de resposta dos casos de emergência para os quais o Samu é acionado, tendo como consequência um atendimento mais imediato para a população. O gerente do Samu, Frederico Arnaud, explica que “descentralizando os atendimentos, conseguimos fazer com que na hora do chamado as equipes estejam mais próximas do lugar da ocorrência.”

Serviço:
Inauguração da Base Descentralizada do Samu
Data: 30/10 (quarta-feira)
Horário: 16h
Local: Terminal da Parangaba (Rua Napoleão Quezado, 10 – Parangaba)

Outras informações com a Assessoria de Comunicação da SMS por meio do telefone: 3452-6609.

Publicado em Saúde

O projeto Bike Vida está completando dois anos de funcionamento com atendimento de socorristas do Samu nos primeiros socorros à população fortalezense na orla da Capital. Já foram realizados cerca de 800 atendimentos de situações de urgência e emergência desde o começo das atividades. Iniciado em julho de 2017, o projeto atende o trecho compreendido entre os bairros Praia de Iracema, Mucuripe e Meireles. A iniciativa é da Prefeitura de Fortaleza, desenvolvido pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), em parceria com a Secretaria Regional II e Unimed Ceará.

O projeto disponibiliza três socorristas por turno do Samu, treinados em suporte básico de vida, que utilizam bicicletas com equipamentos necessários para o primeiro atendimento, incluindo desfibrilador elétrico automático (DEA), que pode ser utilizado de forma rápida nos casos de parada cardíaca súbita. O balanço dos atendimentos realizados revela que 62,7% dos pacientes atendidos foram homens, prevalecendo a faixa etária de 18 a 29 anos. Foram em torno de 35 ocorrências por mês, com maior incidência no horário de 13h às 21h. Entre os chamados, cerca 55,8% dos atendimentos correspondem a intercorrências traumatológicas, provocadas por agressões, quedas, colisões, dentre outros. Nas urgências clínicas, o principal motivo tem sido por queixas de mal-estar, síncopes, convulsões, e outros.

De acordo com o gerente do Samu Fortaleza, Fred Arnaud, o projeto chegou a atender dez paradas cardiorrespiratórias (PCRs), o que demostra o alcance do serviço em seu objetivo de salvar vidas. “Devido à agilidade do atendimento do socorrista, conseguimos reduzir o uso das unidades móveis do Samu 192 na faixa de praia, possibilitando a assistência de outros pacientes”, ressalta.

Serviço
Bike Vida
Horário de funcionamento: 5h às 21h
Endereço: Cruzamento das avenidas Beira Mar e Desembargador Moreira - Meireles

Publicado em Saúde
prefeito roberto cláudio com médicos do samu
Ao todo, são 24 novas ambulâncias, das quais 5 são equipadas com Unidades Móveis de Terapia Intensiva (UTI) (Foto: Rodrigo Carvalho)

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Fortaleza passa a operar, a partir desta segunda-feira (04/02), com 100% da frota de ambulâncias renovada. Para a finalidade, o prefeito Roberto Cláudio entregou, durante cerimônia realizada no Paço Municipal, 11 novos veículos que fortalecerão o serviço de assistência pré-hospitalar na Capital. Ao todo, 24 ambulâncias novas e devidamente equipadas estão à disposição da população 24 horas por dia.

A iniciativa, aliada à descentralização das 7 bases do SAMU, estrategicamente distribuídas pelas Regionais, fortalece um conjunto de esforços que vêm sendo desprendidos pela Prefeitura de Fortaleza para reduzir o tempo de resposta às demandas, otimizar o atendimento pré-hospitalar, salvar vidas e garantir a minimização de sequelas.

“Ao todo, são 24 ambulâncias, todas novas, das quais 5 são equipadas com Unidades Móveis de Terapia Intensiva (UTI). Há uma média estimada pelo Ministério da Saúde de 1 UTI móvel para cada 500 mil habitantes. Isso garante a cobertura adequada a uma cidade com as características populacionais de Fortaleza”, declarou o Prefeito, acrescentando que, até 2020, a meta da gestão é ampliar, de 7 para 12, o número de bases descentralizadas do SAMU.

As diretrizes para uma assistência eficaz envolvem, ainda, o treinamento das equipes profissionais, o cumprimento de protocolos, a aquisição de equipamentos e a integração da rede hospitalar. “Com todas essas ações, estamos buscando oferecer melhores condições aos profissionais e melhor atendimento à população. Nossas equipes estão preparadas para chegar cada vez mais rápido ao local do atendimento e depois levar o paciente à unidade específica em que ele será atendido. A equipe é treinada para levar o paciente ao local correto de atendimento a depender da complexidade e da especificidade do caso”, apontou a titular da Secretaria da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel.

Na oportunidade, Joana Maciel destacou, ainda, que, a partir da renovação integral da frota, cerca de 15 veículos estarão à disposição diante de eventuais intercorrências mecânicas ou de qualquer outra ordem. “Em caso de colisão, de situação de maior gravidade, em que o carro tenha que ser retirado da rua, nós temos, em estoque, alguns carros da antiga frota que ficarão à disposição da população para realizar essa substituição”, esclareceu.

Na oportunidade, o prefeito Roberto Cláudio, acompanhado do vice-prefeito Moroni Torgan, além de secretários municipais, deputados e vereadores, destacou a importância da união de esforços em prol da saúde dos fortalezenses. “Há um plano em desenvolvimento para oferecer condições cada vez mais adequadas de atendimento. A gente está recebendo 8 ambulâncias que foram produto de uma emenda parlamentar do então deputado federal Moroni Torgan, 3 ambulâncias de emenda do deputado estadual Walter Cavalcante, e, no ano passado, a gente estava com mais 13, produto de investimento próprio do tesouro e de contrato de aluguel. Assim, dotamos a cidade de maior resolutividade”, destacou.

De acordo com o gerente do Samu Fortaleza, Fred Arnaud, “todos os que fazem o SAMU estão em festa. A população de Fortaleza deve comemorar. Essas 11 ambulâncias entregues hoje vão fortalecer e agigantar a nossa instituição, que desempenha importante papel na Saúde da Cidade. Vamos atender com mais rapidez e qualidade a população”, garantiu.

SAMU

Destinado ao atendimento de emergências médicas pré-hospitalares agudas e graves, o serviço é acionado pelo número 192, que funciona 24 horas por dia e dá acesso a uma Central de Regulação, na Coordenadoria Integrada de Ações de Segurança (Ciops). As chamadas são acolhidas inicialmente por telefonistas treinadas, e os casos são enviados para análise de médicos, que enviam o recurso necessário de acordo com o tipo de emergência.

Esses recursos podem variar entre orientações de procedimentos por telefone, envio de moto ambulância, de uma unidade básica ou uma unidade de serviço avançado. As motolâncias circulam durante o dia e garantem maior velocidade no atendimento de ocorrências que requerem agilidade de deslocamento ou em áreas de difícil acesso.

As unidades básicas são equipadas para, se necessário, iniciar reanimação cardiovascular no paciente e contam com um técnico e motorista. Já as unidades de serviço avançado funcionam como uma UTI móvel e são dotadas de recursos para atendimento de pacientes mais graves, com uma equipe de médico, enfermeiro e condutor e todos os recursos disponíveis no tratamento médico intensivo.

O tempo de resposta das equipes depende de três importantes fatores: trânsito, volume de trotes e preparo das pessoas que acionam o serviço. As intervenções realizadas na área de mobilidade urbana pela gestão do Prefeito Roberto Cláudio e o apoio das equipes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC) têm garantido que o Samu possa fazer deslocamentos mais rápidos pela cidade.

Publicado em Saúde
Simulação de atendimento do Samu
Serão realizadas ações de conscientização e orientação sobre a importância da prevenção ao AVC

Em alusão ao Dia Mundial do AVC (Acidente Vascular Cerebral), no dia 29 de outubro, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e da Secretaria Regional II, em parceria com a Unimed Fortaleza, realizará atividades de promoção à saúde na base do Projeto Bike Vida. As atividades acontecerão neste sábado (28/10), das 7h às 9h e de 16h30 às 18h, na Avenida Beira Mar, em frente ao Náutico Atlético Cearense.

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Fortaleza, responsável pelo programa Bike Vida, promoverá ações de conscientização e orientação sobre a importância da prevenção ao AVC. Haverá, ainda, aferição de pressão arterial.

De acordo com o gerente do Samu Fortaleza, Daniel Lima, “o AVC é uma das maiores causas de morte e incapacidade do mundo. Pode atingir qualquer pessoa, independentemente da idade, afetando o próprio paciente e a todos de sua convivência, como familiares, amigos, ambientes de trabalho e comunidade”. É importante que a população possa reconhecer os sinais de alerta do AVC e saber que tem tratamento se o paciente chegar em tempo hábil a uma unidade preparada para o atendimento.

O Dia Mundial do AVC é um momento direcionado a promover a consciência individual e coletiva sobre os riscos, além de incentivar atitudes para prevenir a doença. De acordo com a Rede Brasil AVC, Organização Não Governamental (ONG) criada com a finalidade de melhorar a assistência global ao paciente com AVC em todo o País, por ano, no mundo são 17 milhões de caso de AVC e 6,5 milhões de mortes. A ONG aponta, também, que existem 26 milhões de sobreviventes da doença no mundo.

Publicado em Saúde