A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) reforça as ações educativas no trânsito de Fortaleza tendo como meta reduzir os acidentes com severidade e morte neste final de ano. Nesta quinta-feira (16/12), uma mega ação educativa será realizada na Avenida José Bastos, umas das mais movimentadas da capital.

Educadores e engenheiros de trânsito vão dialogar com a população sobre os principais fatores de risco que ocasionam acidentes, como não usar capacete, utilizar o celular enquanto dirige, não utilizar cinto de segurança e a combinação de álcool e direção. Haverá ainda distribuição de plaquinhas que incentivam o respeito aos ciclistas, no cruzamento com a rua Augusto de Araújo, próximo à Lagoa da Parangaba. Educadores também vão dialogar com ciclistas e condutores sobre o respeito às ciclovias e ciclofaixas de Fortaleza.

A avenida José Bastos passou por readequação de velocidade para 50 km/h em agosto e tem sido monitorada constantemente. A via é a oitava mais movimentada da cidade. Por dia, a Av. José Bastos tem um fluxo médio de 43 mil veículos. Entre janeiro de 2016 e junho de 2021, foram registrados 502 acidentes, com 33 atropelamentos e 15 mortes.

Operação Juntos pela Vida

A mega ação educativa na Avenida José Bastos faz parte da Operação Juntos pela Vida, que tem como objetivo criar a cultura no cidadão de cumprimento às normas de circulação viária e consequentemente evitar lesões graves e mortes no trânsito. A iniciativa é implementada ao longo do mês de dezembro, com a intensificação de atividades da Autarquia em 17 bairros de Fortaleza que mais registraram sinistros ao longo de 2021.

A operação conta com o reforço no efetivo de 120 agentes de trânsito, educadores, operadores do Via Livre e engenheiros da Autarquia por turno. A ação tem ainda o apoio da Guarda Municipal de Fortaleza e Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Publicado em Mobilidade
Bike
O Bike sem Barreiras permite inclusão, lazer e aproveitamento do espaço público de Fortaleza

A psicóloga Hermania Queiroz não pedalava há 20 anos. Deficiente visual, a atividade estava presente apenas na lembrança dos tempos em que brincava e andava de bicicleta no quintal da avó. Essa realidade mudou há dois meses, quando o Bike sem Barreiras começou a ser realizado na Capital. "Como eu conhecia o espaço do quintal, que era uma reta, eu podia pedalar sozinha, mas faz muito tempo isso. Esse projeto é uma oportunidade de lazer e inclusão, espero que todos como eu possam aproveitar", afirma. O Bike sem Barreiras chegou a Fortaleza por meio de uma parceria da Uninassau com a Prefeitura, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC). Com cinco edições já realizadas, a iniciativa evidencia, neste 03 de dezembro, Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, uma nova realidade para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida por meio das bikes.

O projeto ocorre quinzenalmente e permite que essas pessoas possam passear e aproveitar o espaço público da Cidade. "Se Fortaleza é referência no uso da bicicleta, a ideia é incluir todos interessados, sem distinção, à prática de esporte e lazer", destaca a superintendente da AMC, Juliana Coelho.

São três modelos diferentes de bicicletas adaptadas. Uma handbike, que é um triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos; uma bicicleta dupla, pedalada por uma pessoa com deficiência visual e pelo monitor ou acompanhante; e a 'The Duet', uma bicicleta adaptada com uma cadeira de rodas no lugar da roda dianteira, voltada para usuários com tetraplegia ou deficiência múltipla com até 120 quilos.

Os usuários contam com o suporte de profissionais e alunos do curso de fisioterapia da Uninassau, disponíveis para orientá-los e, quando necessário, conduzir as bicicletas. “Queremos continuar despertando nas pessoas com baixa ou nenhuma mobilidade o prazer em participar de uma atividade de lazer, que neste caso é andar de bicicleta. É gratificante podermos proporcionar a estas pessoas momentos de lazer com qualidade e gratuitamente”, destaca o reitor da Uninassau Fortaleza, Marcus Pontes.

Pessoas com Transtorno do Espectro Autista também podem participar. A tenda do Bike sem Barreiras funciona ao lado do Centro Cultural Belchior e em frente ao projeto Praia Acessível. Para participar, o cadastro deve ser realizado diretamente no local e nos dias do evento. A próxima edição será no dia 11 de dezembro, de 9h às 13h.

Rota Acessível

O Bike sem Barreiras faz parte do projeto-piloto Rota Acessível. Idealizado pela Coordenadoria Especial da Pessoa com Deficiência (Copedef), vinculado à Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), em parceria com a Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger), a iniciativa é um projeto de configuração de rotas totalmente acessíveis, que podem ser utilizadas por pessoas com diferentes deficiências. Para a estruturação do projeto, estão sendo implementadas melhorias para tornar a Capital mais acessível, inicialmente no primeiro trecho da rota, que vai do Mercado dos Peixes (Meireles) ao Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Praia de Iracema). A adaptação inclui calçadas largas, rampas de acesso, trânsito calmo e sinalização adequada.

Conforme o titular da Copedef, Emerson Damasceno, o projeto-piloto Rota Acessível faz parte da busca pela certificação internacional, a Organização Internacional de Padronização (ISO) 21902, que é um padrão internacional com as melhores práticas para que todas as pessoas possam desfrutar do turismo em igualdade.

Emerson ressalta, ainda, a importância de uma política coordenada e integralizada entre diversos atores da gestão municipal. O objetivo principal é garantir cada vez menos barreiras e o protagonismo da pessoa com deficiência em sociedade. “Uma cidade se torna cada vez mais justa e inclusiva quando todos os seus atores participam dela, por isso mesmo as políticas públicas atuais trabalham e focam na riqueza que é uma sociedade múltipla e diversa”.

Publicado em Mobilidade
led
Lanternas LED possibilitam que os ciclistas sejam mais facilmente notados no trânsito (Foto: Kiko Silva)

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) fará, nesta quinta-feira (18/11), às 18h, nova distribuição de lanternas LED para ciclistas. A atividade será realizada na avenida Bezerra de Menezes com a rua Padre Ibiapina. O local, em frente ao Mercado São Sebastião, possui uma das maiores movimentações de usuários de bike de Fortaleza.

Essenciais para as saídas noturnas de bicicleta, as lanternas LED contribuem para a segurança do ciclistas, possibilitando que sejam mais facilmente notados na via. Na semana passada, atividade semelhante reuniu ciclistas no cruzamento das avenidas Domingos Olímpio com Aguanambi.

Do mesmo modo, esta nova oportunidade será, mais uma vez, espaço para realização de ação educativa da AMC. Educadores de trânsito vão interagir com ciclistas e condutores para um maior cumprimento do uso de ciclofaixas e ciclovias, o respeito mútuo entre eles e o uso de itens de segurança durante as pedaladas, como lanternas e capacete.

Haverá também a divulgação e sensibilização dos ciclistas para participarem do curso gratuito de pilotagem segura. Ofertada gratuitamente pela AMC, a formação tem como objetivo ensinar o comportamento seguro e treinar técnicas de pilotagem de bike no meio urbano. O curso é ofertado de segunda a sexta-feira, nos turnos manhã, tarde e noite, e aos sábados, de acordo com a demanda. As inscrições podem ser feitas no site amctransito.com.br e no app AMC Trânsito.

Publicado em Mobilidade

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), prorroga as inscrições do IV Prêmio AMC de Mobilidade Urbana até o dia 26 de novembro. Com o tema "No Trânsito, Sua Responsabilidade Salva Vidas", a inscrição pode ser feita por meio do site da Prefeitura. Após a inscrição on-line, os professores orientadores dos estudantes do Ensino Fundamental devem entregar os trabalhos, em forma física, até o dia 29 de novembro na Gerência de Educação da AMC (Avenida Desembargador Gonzaga, 1630 - Cidade dos Funcionários).

Esta edição é composta por quatro categorias, sendo as três primeiras voltadas para o Ensino Fundamental: desenho, para alunos do 1° ao 4° ano; conto, do 5° e 6° anos; e artigo de opinião, do 7° ao 9° ano. Estudantes do 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio podem concorrer com a produção de vídeos, que devem ser postados no YouTube. Podem participar estudantes das escolas públicas da Rede Municipal e Estadual de Fortaleza e Região Metropolitana.

Premiação

Para estimular o conhecimento e as novas tecnologias, os primeiros colocados ganharão um notebook. Os segundos lugares receberão um tablet e os terceiros, um smartphone. Ao todo, serão 36 alunos e 36 professores orientadores premiados.

Os critérios para participação e outras orientações estão disponíveis no regulamento do concurso (link). Mais informações podem ser obtidas também pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O Prêmio AMC de Mobilidade Urbana é realizado desde 2017 e já contou com a participação de quase 6 mil estudantes.

Publicado em Mobilidade
Nova estação do Mini Bicicletar na Praça do Polar, bairro Vila Velha (Regional I)
Com a estação da Praça do Polar, o Mini Bicicletar se expande para novas regiões da Cidade

A Prefeitura de Fortaleza, em parceria com a Unimed Fortaleza, deu início, nesta sexta-feira (09/07), à operação da oitava estação do Mini Bicicletar na cidade, representando mais um passo à frente dentro da política de uso do transporte não motorizado. O novo equipamento está implantado na Praça do Polar, no bairro Vila Velha (Regional 1).

O projeto Mini Bicicletar é uma iniciativa da Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio da equipe do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), que está expandindo o sistema de compartilhamento de bicicletas para novas regiões da cidade.

O Mini Bicicletar, que já proporcionou mais 25 mil utilizações das bicicletas infantis, faz parte do sistema de bicicletas públicas compartilhadas de Fortaleza, promovendo o primeiro contato de crianças com o modo cicloviário e incentivando hábitos saudáveis, sustentáveis e a vivência na cidade de forma lúdica.

O secretário da Conservação e Serviços Públicos, Ferruccio Feitosa, destaca que a ampliação destas iniciativas é constante em nossa cidade. “Os projetos de incentivo ao uso da bicicleta em Fortaleza têm sido prioridades da gestão do prefeito Sarto. Nesse sentido, seguimos avançando em ações que fortaleçam o uso de meios de transporte não motorizados, iniciando essa conscientização desde a infância, como é o caso do Mini Bicicletar”, afirma Ferruccio.

Com a inauguração, Fortaleza passa a contar com oito estações do Mini Bicicletar, situadas na Praça das Flores, Polo de Lazer da Sargento Hermínio, Lago Jacarey, Praça Luiza Távora, Aterrinho da Praia Iracema, Praça João XXIII, Praça Mauá e, agora, na Praça do Polar.

Lançado em julho de 2017, o Mini Bicicletar conta com o apoio da empresa Serttel, que é responsável por implantar, operar e dar manutenção no sistema. Para mais informações sobre utilização ou realizar o cadastro no sistema, basta acessar o site www.bicicletar.com.br.

Nova versão do aplicativo

Como parte do processo de ampliação e modernização do sistema de compartilhamento de bicicletas públicas em Fortaleza, está em operação, desde abril deste ano, uma nova versão do aplicativo do sistema Bicicletar e Mini Bicicletar. A novidade oferece interface mais ágil, segura e intuitiva, com o objetivo de melhorar a experiência de ciclistas com o sistema público de compartilhamento de bicicletas, potencializando a segurança de usuários e do próprio sistema. A nova versão do aplicativo traz, por exemplo, a possibilidade de reserva da bicicleta por cinco minutos, funcionalidade que não era disponível anteriormente.

Download

Para aqueles que já utilizavam no celular o aplicativo do Bicicletar e Mini Bicicletar, a ferramenta foi atualizada automaticamente para a nova versão, dependendo da configuração do aparelho do usuário. Caso a atualização não tenha ocorrido naturalmente ou para aqueles que tenham interesse em realizar cadastro, basta acessar a seção Download do Aplicativo Bicicletar no site www.bicicletar.com.br ou diretamente pelos links:

* Sistema Android / Google Play Store
* Sistema iOS / Apple Store
* Sistema Windows Phone

Medidas de combate ao novo coronavírus

Desde março de 2020, todas as estações e bicicletas do sistema de compartilhamento recebem, diariamente, uma higienização contra o novo coronavírus, incluindo a limpeza preventiva das peças mais expostas e vulneráveis ao vírus, como guidão, cesta, manetes, freios, quadro e selim. Além disso, as bicicletas que são recolhidas para a manutenção técnica recebem uma higienização mais acentuada antes de voltar para as estações.

Publicado em Mobilidade
Operário trabalhando na Avenida Mozart Lucena
Na Avenida Mozart Lucena, as obras ocorrem em dois trechos, como parte do programa Meu Bairro Empreendedor

A Prefeitura de Fortaleza vem intensificando obras de mobilidade urbana e requalificação viária em importantes vias da cidade. As avenidas Mozart Lucena e José Bastos estão recebendo faixa elevada para pedestres, lombadas físicas, ciclovia e nova iluminação. Os projetos beneficiam pedestres, pessoas com mobilidade reduzida, ciclistas e trânsito de veículos.

Com serviços executados pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), em parceria com outros órgãos da gestão municipal, as intervenções têm o objetivo de melhorar a circulação e a convivência de pessoas. As duas regiões possuem grande densidade de atividades comerciais, residenciais e de serviços.

“Com obras em pleno andamento, este é um dos principais eixos de conexão entre os bairros Barra do Ceará, Jardim Guanabara, Vila Velha e Quintino Cunha. A via é bem densa em estabelecimentos de comércio e de serviços, sendo muito importante para os moradores da região. Por esse motivo, as equipes estão requalificando o canteiro central e as calçadas para que as pessoas possam usufruir deste espaço com maior conforto e segurança, com o benefício para pedestres e ciclistas”, comentou o secretário da Conservação e Serviços Públicos, Ferruccio Feitosa, na manhã desta terça-feira (02/02), durante visita às intervenções na Avenida Mozart Pinheiro Lucena.

Avenida Mozart Lucena
Na Avenida Mozart Lucena, as obras em andamento ocorrem em dois trechos, como parte do programa Meu Bairro Empreendedor, idealizado pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), que visa ao fomento da economia local por meio da melhoria da circulação de mais de 120 mil pessoas na área.

Em um dos trechos, entre a Rua Rio Juruá e a Av. Benu Marcondes, a Avenida Mozart Lucena já recebeu 700 metros de requalificação do canteiro central, estando previstao ainda a requalificação de 100 metros do canteiro, implantação de faixa elevada para pedestres, lombadas físicas, ciclovia, realocação de postes e a inclusão de novos pontos de iluminação pública, nova sinalização, paisagismo, fresa e recape do asfalto. Nesse trecho, a pista manterá as duas faixas de rolamento, sendo mantida a permissão do estacionamento adjacente ao meio-fio da calçada.

Já no trecho entre as avenidas Benu Marcondes e Major Assis, já foram requalificados 200 metros da calçada oeste da Avenida Mozart Lucena e foi implantado piso intertravado na pista no sentido praia-sertão. Resta ainda a requalificação de 800 metros, envolvendo acréscimos de calçada em pontos de parada, nova pavimentação, canteiro central com ciclovia, faixa elevada para pedestres, lombadas, serviços de drenagem, renovação da iluminação pública, novo mobiliário e sinalização.

Vale destacar que o trecho da Avenida Mozart Lucena, desde a Avenida Major Assis até a Rua Baixa do Milagre, já está finalizado. Nessa etapa, entregue em novembro de 2020, foram implantados novos pontos de iluminação branca, renovação da sinalização horizontal e vertical, soluções de drenagem para escoamento de águas pluviais, requalificação do canteiro central e nova pavimentação, além de 1,4km de infraestrutura cicloviária e 750 metros de acréscimo de calçada por pintura. Com o intuito de garantir a travessia segura de pedestres e ciclistas, também foram realizadas alterações de fluxo do trânsito em alguns cruzamentos.

Avenida José Bastos
Também com intervenções em execução, realizadas em parceria com a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), a Avenida José Bastos, no trecho entre as avenidas Senador Fernandes Távora e Domingos Olímpio, está recebendo a implantação de cerca de 6 km de nova infraestrutura cicloviária, pavimentação em concreto nos pontos de ônibus, fresa, recape e nova sinalização.

Além disso, o canteiro central está sendo requalificado para receber ciclovia bidirecional. Também está prevista a revitalização da faixa exclusiva para o transporte coletivo e o redesenho na sinalização da via, incluindo a implantação de semáforos, fechamento de retornos e readequação da velocidade de 60 km para 50 km/h, contribuindo para um menor índice de acidentes na região e passando a atender a todos os modais.

Ao final das obras, a Avenida José Bastos também contará com um novo sistema de drenagem, por meio da construção de bocas de lobo e galeria nos pontos críticos de alagamento, como nos cruzamentos com a Av. Senador Fernandes Távora e ruas Mozart Firmeza e Mario Silveira.

Publicado em Mobilidade
Jovem utilizando bicicleta do sistema Bicicletar
O Bicicletar agora chega pela primeira vez aos bairros Vila Peri e Conjunto Ceará, além de outros, como Bom Jardim, Granja Portugal, Parque Santa Cecília e Granja Lisboa, que receberam estações recentemente

A Prefeitura de Fortaleza completa seis anos de atividades do Bicicletar e dá início, nesta sexta-feira (11/12), à operação de mais quatro novas estações nos bairros Vila Peri, Conjunto Ceará e Bom Jardim, beneficiando as Regionais IV e V. Com a novidade, ao todo, Fortaleza passa a contar com 188 estações do sistema de bicicletas compartilhadas, mais que o dobro de estações disponíveis até o final do ano passado, permitindo mais alternativas de deslocamento sustentável para o uso da população em todas as Regionais.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), o Bicicletar agora chega pela primeira vez aos bairros Vila Peri e Conjunto Ceará, além de outros, como Bom Jardim, Granja Portugal, Parque Santa Cecília e Granja Lisboa, que receberam estações recentemente.

De janeiro deste ano até agora, a gestão municipal implantou 108 novas estações do Bicicletar. Com isso, o sistema de compartilhamento de bicicletas foi expandindo, em 2020, para novas regiões da Cidade, seguindo caminho para tornar-se o maior sistema deste tipo do Brasil em número de estações por habitantes e o terceiro em números absolutos, atrás somente do Rio de Janeiro e de São Paulo. Além disso, este novo modelo está ampliando, modernizando e trazendo mais conforto ao sistema, com estações maiores e oferecendo mais vagas para as bicicletas, entre outras melhorias. Como resultado, atualmente, mais de 880 mil pessoas vivem a uma distância de até 500 metros de uma das 188 estações do Bicicletar.

As novas estações fazem parte da expansão do sistema, que neste ano chegou pela primeira vez aos bairros da Regional V, como Bom Jardim, Granja Portugal, Parque Santa Cecília e Granja Lisboa.

Até o momento, o Bicicletar já possibilitou a realização de 3.426.914 viagens e o sistema conta com mais de 263 mil usuários cadastrados, sendo cerca de 94% dos cadastros ativos utilizando o Bilhete Único.

As novas estações
183 - Pavão Misterioso (Av. Augusto dos Anjos, esquina com a Rua Araraquara – Vila Peri)
185 - Terminal Siqueira (Av. General Osório de Paiva, esquina com a Rua Agamenon - canteiro central – Vila Peri)
186 - Escola Santos Dumont (Rua Oscar França, 286 - em frente ao Centro de Educação Infantil Maria Luiza Barbosa Chaves – Bom Jardim)
197 - Caixa Conjunto Ceará (Av. H, esquina com a Av. A – na praça em frente à agência da Caixa Econômica Federal – Conjunto Ceará)

Expansão do Bicicletar
Iniciado em dezembro de 2014, o Bicicletar chegou ao final de 2019 com 80 estações em Fortaleza. Estas estações eram e permanecem sendo patrocinadas pela Unimed Fortaleza, ou seja, a gestão municipal não teve nenhum custo com o programa. Já estes novos equipamentos que estão sendo implantados ao longo de 2020 são custeados com recursos municipais oriundos da arrecadação da Zona Azul, resultando num sistema completamente renovado.

As novas estações estão sendo implantadas enquanto as estações que já existiam também estão sendo gradativamente renovadas e ampliadas. A empresa Serttel permanece como operadora e responsável pela manutenção técnica nos equipamentos.

Melhorias no sistema
Novidades como câmeras de videomonitoramento e alarme sonoro em todas as estações, botões individuais para solicitar conserto de bicicletas, escolha de bicicleta a partir da modalidade Bilhete Único, monitoramento por GPS e central de atendimento gratuito por telefone também estão entre as melhorias. O sistema permanece gratuito para quem utiliza Bilhete Único para viagens de até 1 hora de segunda a sábado ou 1h e 30 minutos aos domingos e feriados.

Regras de uso
1 – Baixe o aplicativo Bicicletar no smartphone e faça o cadastro, ou cadastre-se pelo site: www.bicicletar.com.br

2 – Após o cadastro, habilite seu passe Bicicletar no site ou no aplicativo:
·Passe com Bilhete Único é gratuito
·Passe diário: R$ 5,00
·Passe mensal: R$ 20,00
·Passe anual: R$ 80,00

3 – Retire uma bicicleta utilizando o aplicativo, por telefone (08005009901) ou com seu Bilhete Único
4 – Após utilizar a bicicleta, devolva em uma das posições livres da estação do seu destino.

Podem ser feitas gratuitamente quantas viagens quiser de até 1 hora (segunda a sábado) e até 90 min (domingos e feriados), desde que sejam realizadas com intervalos de pelo menos 15 min entre si.

Clique aqui e confira o mapa das estações

Publicado em Mobilidade

O prefeito Roberto Cláudio entrega, nesta quinta-feira (06/02), às 9h, na Praça Antônio Alves Linhares, no bairro Carlito Pamplona (Regional I), o terceiro lote de novas estações da primeira fase de expansão do Bicicletar. A expansão está levando o sistema de compartilhamento para novas áreas da Cidade e está ocorrendo, inicialmente, pelo corredor oeste de Fortaleza, do Centro até a Barra do Ceará (Regional I). O novo modelo vai ampliar, modernizar o sistema e trazer mais conforto, com estações maiores e oferecendo mais vagas para as bicicletas, dentre outras melhorias.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), o Bicicletar agora expande o sistema de compartilhamento de bicicletas para novas regiões da Capital, tornando-se o terceiro maior sistema do tipo no Brasil em número de estações, atrás somente de Rio de Janeiro e São Paulo, e o primeiro em número de estações por habitantes.

Serviço:
Inauguração do terceiro lote de novas estações do Bicicletar na Regional I
Data: 06/02 (quinta-feira)
Horário: 9h
Local: Praça Antônio Alves Linhares - “Praça do Carlito Pamplona” (Avenida Francisco Sá, esquina com a Avenida Pasteur)

Publicado em Mobilidade
Nova estação do Bicicletar na Areninha do Pirambu (Regional I)
O novo modelo vai ampliar, modernizar o sistema e trazer mais conforto, com estações maiores e oferecendo mais vagas para as bicicletas, dentre outras melhorias

O prefeito Roberto Cláudio entrega, nesta quarta-feira (15/01), às 8h, na Areninha do Pirambu, o primeiro pacote de seis novas estações da primeira fase de expansão do Bicicletar, levando o sistema de compartilhamento para novas áreas da cidade. O novo modelo vai ampliar, modernizar o sistema e trazer mais conforto, com estações maiores e oferecendo mais vagas para as bicicletas, dentre outras melhorias.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), o Bicicletar agora expande o sistema de compartilhamento de bicicletas para novas regiões da Cidade. O projeto começará pelo corredor oeste de Fortaleza, do Centro até a Barra do Ceará (Regional I), tornando-se o terceiro maior sistema do tipo no Brasil em número de estações, atrás somente de Rio de Janeiro e São Paulo, e o primeiro em número de estações por habitantes.

Serviço
Inauguração do primeiro pacote de novas estações da expansão do Bicicletar
Data: 15/01 (quarta-feira)
Horário: 8h
Local: Areninha do Pirambu (Avenida Leste-Oeste, 1980)

Publicado em Mobilidade

O prefeito Roberto Cláudio anuncia, durante coletiva de imprensa, no Auditório do Paço Municipal, nesta quinta-feira (18/10), às 14h, a ampliação do sistema Bicicletar para outras áreas da Cidade. Na ocasião, será apresentado o novo modelo e a localização das novas estações de compartilhamento de bicicletas.

O sistema Bicicletar surgiu em 15 de dezembro de 2014 e foi desenvolvido pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), com o objetivo de solucionar o transporte de pequeno percurso e facilitar o deslocamento das pessoas em Fortaleza, estando as estações distribuídas em pontos estratégicos da Capital.

Atualmente, Fortaleza conta com 80 estações do Bicicletar e um total de 800 bicicletas disponíveis. A partir de agora, o programa será ampliado para novos bairros, garantindo maior área de abrangência

Serviço
Coletiva de imprensa para anúncio da ampliação do sistema Bicicletar
Data: 18/10 (quinta-feira)
Local: Auditório do Paço Municipal (Endereço: Rua São José, 01 – Centro)
Horário: 14h

Publicado em Mobilidade